sexta-feira, 5 de junho de 2015

Encruzilhadas



Há um sonho rebelde,
aquela viagem por iniciar,
uma vida à espera.

Adivinha-se o perfume
da flor não cheirada,
o passo acorrentado à terra,
a vontade que não passa
de desejo.

Provo da dúvida
destas encruzilhadas,
dos desassossegos
onde me assusto,
me perco,
e não (me) sei.


Há outras em mim,
medos por matar,
um não sei do quê
onde moram
fragmentos precisados
para me ser,
inteira.





36 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Pérola
Que poema fantástico!! Parabéns, amei

Beijo, bom fim de semana.
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um belo poema.
Gostei da pintura do carro.
Um abraço e bom fim de semana.

lua singular disse...

Que bela poesia Pérola!
Gosto das suas poesias
Beijos no coração

✿ chica disse...

Consegues te superar sempre,Pérola! Um lindo fds! bjs, chica

Jovem $0nhador@ disse...

Tão bonito!

Andreia Morais disse...

Somos feitos de pequenos nadas, de pequenos medos, de pequenos sonhos; somos a junção da vontade que carregamos no peito e dessas encruzilhadas por onde nos metemos a caminhar.

Adorei!

Edumanes disse...

No mundo, vida passageira,
não te deixes acorrentar
não vás de qualquer maneira
aquela encruzilhada passar?

Perfuma-te a bem querer,
inteira não só metade
a vida é bela para se viver
numa viagem de felicidade!

Tenha uma boa tarde e um bom fim de semana, um beijo.
Eduardo.

Ana Bailune disse...

...E deixamos tantas coisas, enquanto a vida passa, e elas ficam...

Sónia Miranda disse...

Lindo como sempre e uma imagem inspiradora

Daniel Costa disse...

Pérola, confesso que adorei o poema, no que sentido que lhe terá sido dado.
Parabéns!...

Poesia do Bem disse...

Lindos versos que sempre se lê por aqui. Bom fim de semana Pérola. No blog tem novidades em ensaios, poesias, dicas de livros e vídeos fofuxos da Alice, passa lá depois, bjs

adaobraga disse...

Do contra sou;
Sou do contra;
Não tenho sonho rebelde,
nem viagem a fazer.

A vida que tenho já está
na duas fases finais dos ciclos biológicos.
Mas, até o último ciclo, viverei cada dia como me chegam;

Uns mais, outros menos;
Mas tenho que concordar que também
"Provo da dúvida destas encruzilhadas, dos desassossegos..."

Gracita disse...

E quantas encruzilhadas temos de enfrentar não é amiga?
Só quando vencemos estas barreiros conheceremos a liberdade de estar inteira
Mais um poema fantástico Pérola
Beijos

Marcos Satoru Kawanami disse...

Poema de lirismo palpitante.

=)

Morning Dreams disse...

Um poema lindo! :)


MORNING DREAMS

Sofia Silva, Beijos*

Cláudia disse...

Fantástico =)
Beijocas

emanuel moura disse...

Sempre maravilhosa querida amiga ,muitos beijinhos no coração.

Francisco disse...

Gostei muito :)

Francisco disse...

Gostei muito :)
Beijinhos grandes

Emília Pinto disse...

Nesta vida que nos foi dado viver, sem que o tenhamos pedido, há muitas encruzilhadas e em cada uma delas há uma decisão a tomar; há medos, há insegurança, há coragem. Vezes há em que erramos o caminho e temos de voltar atrás e fazer uma nova escolha; enfim...acertamos, mas mais à fente uma curva, um precipício, uma nova encruzilhada. Desta vez podemos até acertar com mais facilidade, pois a experiência é outra, mas mesmo assim um ou outro desencontro se dá. Até que o caminho acabe, vai ser assim, amiga e o mais importante é que não desistamos, pois não depende de nós nem o fim do caminho nem as encruzilhadas que ele terá. Muito bom, Pérola! Obrigada pela partilha. Um bom fim de semana
Beijinhos
Emília
Emília

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola...."doce pássaro da juventude"...quantos caminhos a palmilhar, segue o teu sonho , menina, pois o futuro em frente é a maravilha do viver.
u abraço

Elvira Carvalho disse...

Não é de bom tom deixar a vida à espera. Ela pode cansar-se e partir.
Um abraço e bom fim de semana

ReltiH disse...

SIEMPRE ESCRIBES MUY BELLO.
ABRAZOS

Graça Pires disse...

Viajar mesmo com a imaginação resulta bem. Gostei do poema.
Beijo.

Manuel Luis disse...

Um desassossego que não passa.

Pedro Coimbra disse...

Momento zen, em busca de uma identidade perdida?
Boa semana

Isa Sá disse...

Bonito poema. Tenha uma ótima semana!

Isabel Sá
https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Lilasesazuis Gata disse...

Adorei a imagem...

Adorei os versos...

Ousemos e sigamos...controlemos as expectativas e...vivamos...

beijinhos, Pérola,

tenha uma semana bem bonita!

Lígia e =^.^=

lua singular disse...

Oi Pérola,
Passando para lhe dar meu abraço.
Abra o seu e-mail e veja o que meu filho fez...
Beijos

Patrícia disse...

OI, Pérola
Seus poemas sempre são intensos e gosto muito de ler, beijos .

Agostinho disse...

Inteirar as partes do ser
na aventura da descoberta.
Gostei, Pérola.

EU disse...

Por isso se escreve...
Bjo, Pérola :)

myra disse...

pEROLA, GOSTEI DE TER VINDO ME VER..E AQUI ESTOU ADORANDO TUDO QUE ESTA ESCRITO!!!!! ESPERO CONTINUAR NOSSAS VISITAS! UM GRANDE ABRAZO!

Claudia Rodrigues disse...

Sério ?? meu tem muito frizz e nunca sei o que fazer para melhorar, o meu é no topo da cabeça será que essa dica funciona??
Obrigada pela dica e obrigada por ser nova seguidora :D
seguindo*** :d

► JOTA ENE ◄ disse...

Medos por matar, uiii

Ricardo disse...

Juro que gostava de ter mais tempo disponivel para andar aqui e comentar regularmente...mas tal não é possivel porque o trabalho absorve-me grande parte do dia, no entanto é importante dizer-te que passo aqui quase que diariamente... para além de seres uma Senhora que escreve muitíssimo bem, a sensibilidade da tua escrita seduz-me...