domingo, 31 de janeiro de 2016

Sou música




Cruzo ares,
ventanias e tempestades que tais.

Sou navio sem âncora,
sinfonia de andamento só meu.

Não aporto em lugar algum,
levam-me as notas,
em melodia só minha,
por onde sou orquestra,
maestrina e instrumento.

Abram-me alas,
caminhos sem chão,
por onde me solto,
em voo,
como ave nos braços da vento
em que me sou música por inteiro.

24 comentários:

Andreia Morais disse...

Que melodia tão cativante.
Adorei!

Beijinhos*

Jorge disse...

Quanto mais profundas são as tuas palavras, mais dificuldade eu tenho em deixar algum comentário...

Beijinho e boa semana!

Renata Maria disse...

Tanto tempo sem vir aqui e tudo continua muito bom, com a melodia do poema soando nos meus ouvidos.
Beijos, Mag!
Renata

Marcos Satoru Kawanami disse...

Versos giros.

=)

✿ chica disse...

Intensidade é tua marca!Linda! bjs, chica

Cidália Ferreira disse...

Com sempre adoro tudo o que escreves. Parabéns

Beijinho e uma excelente semana
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ana Bailune disse...

Belo!
Acho que soos livres ao nos multifacetarmos.

Arco-Íris de Frida disse...

Musica...ventania...tempestade... tudo que gosto em um poema só... seus escritos sao profundos, tem sensibilidade... gosto muito...

Beijos...

Graça Pires disse...

Ouvi toda a música do poema...
Beijo.

Pedro Coimbra disse...

Dá vontade de comentar "deixem passar a música"
Boa semana!

Poesia do Bem disse...

Então és liberdade e encantamento. Amei como sempre emocionas. No blog tem flores para vc!

Guaraciaba Perides disse...

OI, Pérola...que lindo e prazeroso...uma alma liberta como uma sinfonia .
Umabraço

Cláudia disse...

Que inspiração =)

Beijocas

emanuel moura disse...

Belo como sempre querida amiga ,nas sua palavras sente-se toda a melodia que emana do seu lindo coração,muitos beijinhos felicidades

José Carlos Sant Anna disse...

Cruzas do mar para a terra ou o caminho é o contrário na aquisição do saber-se música nos braços do vento?
Vens oh música perfumada para inesgotáveis notas em minha partitura delirante e faremos um dueto sulcando as dissonâncias pressentidas...
Beijos, Pérola!

Francisco disse...

Gostei muito

beijinhos

Bergilde disse...

Doce companhia em qualquer momento e traduzida nesses versos que emocionam profundamente.Abraço fraterno,

Mariangela do Lago Vieira disse...

Realmente, uma música maravilhosa como sempre!
Beijos Pérola!
Mariangela

Élys disse...

Lindo poema!...
A melodia da liberdade...
Um abraço.

Meu Velho Baú disse...

Uma melodia com muita inspiração
Beijinhos

ReltiH disse...

UFFFFFF. CUÁNTO LIRISMO EN TUS VERSOS.
ABRAZOS

Mona Lisa disse...

Ouve-se a música que és!

Magnífico e musical poema!

Beijinhos.

Crocheteando...momentos! disse...

Repleta de sonoridade esta poesia...bj

Agostinho disse...

A afirmação de ser!
a poeta no caminho
que viaja no seu tom
na melodia da poesia