quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

perco . . .



Perco o chão por entre linhas
ao acaso,
no murmúrio de palavras
que me chamam
como se eu fosse alguém.

Sorrio nesse abandono
do alheio
e até de mim
como se pudesse
não existir.

Quero pensar no caminho
com sentido,  
na vida sofrida
com visões aquecidas
no sol de querer
e ousar
o amor.

Perco a verdade de ontem
devagarinho
porque o hoje está
na página que viro
no outro livro que abro.

Sou a modos
trilho incerto,
vereda sem tino,
ar que me entra
sem saber
da respiração
que perco . . .


15 comentários:

José Carlos Sant Anna disse...

No início fez "o trilho incerto vereda sem tino" e a carne moldada no barro perdeu a respiração... porque o amor é intempestivo!
Um beijo, Pérola rara!

Cláudia disse...

Para começar bem o ano =)

Beijocas

Francisco disse...

gostei muito

Beijinhos

Roselia Bezerra disse...

Boa noite, querida amiga Pérola!
"Ousar o Amor"... que lindo!
Precisamos ser destemidos no Amor. Urge determinação.
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados em 2019!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
🌺🌹🌷🌼🌻💐🌸🏵🙏

Magda Carvalho disse...

Que belo poema
Rêtro Vintage Maggie | Facebook | Instagram

PAULO TAMBURRO. disse...


PÉROLA,

enquanto ousarmos o amor,sempre um novo dia nós ira presentear com o sol da manhã.
Um abração carioca.

Pedro Coimbra disse...

Texto e foto espectaculares!!

Ana Bailune disse...

Bonito e verdadeiro.
As verdades também são flexíveis, e mudam conforme os caprichos do tempo.

Jossara Bes disse...

Oi Pérola!
Lindo demais!
Que 2019 continue muito inspirador!
Beijo carinhoso!

Mari-Pi-R disse...

Que sigas el mejor camino sea como sea, un abrazo.

Graça Pires disse...

Perder o chão no caminho das palavras… Muito bom.
Uma boa semana.
Um beijo.

Raphaela Barreto disse...

Belíssima poesia!

Ótimo final de semana
https://estante-porcelana.blogspot.com/

José Carlos Sant Anna disse...

Vim rever as trilhas depois de passar de café em café, não sei se deixei rastros... mas ainda tenho o gosto do café na boca...
Beijos,

Ângelo Feihardt - Luz... disse...

Pérola, boa noite!
É um poema belíssimo, em que a autora começa por perder o chão e termina por perder a respiração... Um poema desafiador, em que a autora quer pensar no caminho com sentido, mas sabe que é trilho incerto e vereda sem tino... Um poema apaixonante, em que a autora é chamada como se fosse alguém, mas sorri como se pudesse não existir... Mas, acima de tudo, é um poema belíssimo em que a poetisa quer o sentido da vida, e não pode vê-la sofrida, mas quer aquecer sua visão do existir no sol de quem quer e ousa amar! E o que mais daria sentido à vida?! E o que melhor nos embriagaria de paixão pelo existir – senão amar?!
Belíssimo, belíssimo.
Seguindo.
Um abraço carinhoso
Angelo Feinhardt, Fe

عبده العمراوى disse...



شركة تنظيف فلل بالجبيل
شركة تنظيف بالجبيل
شركة سامس لمكافحة الحشرات بالجبيل
الرها للحشرات
الرها لمكافحة الحشرات
شركة الرها لمكافحة الحشرات