quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Infantil, ou talvez não.

                   
Agora, a minha veia infantil despertou e não há nada de feio neste mundo. Os ogres, apesar de malcheirosos, são amorosos e muito românticos. Afinal, não temos todos direito à vida?
Quem disse que o Amor não toca a todos? E, nem sempre os mais perfeitinhos e bonitinhos o conseguem alcançar.
Afinal, onde reside a verdadeira beleza? No outfit? Nos sentimentos? No coração? Na mente? No intelecto? No carro caríssimo'? Nos corpos bem torneados? Na conta bancária? Nos olhos? Ou talvez um bocadinho por todos estes sitios e mais alguns?

12 comentários:

ponto e virgula disse...

não se pergunta a ninguém...

só nós (cada um de nós... cada ser) temos visão para captar onde a beleza mora...





a...té

Pérola disse...

Pois é! É tão subjectivo e pessoal, mas já reparaste nos grupos, nas tendências, na massificação e, do mesmo modo, na discriminação quando optamos por outro caminho?

Aileen disse...

a beleza é algo subjectivo do ponto de vista de cada um de nós. O que é belo para mim pode não o ser para outro. Reside então num sentimento dentro de nós, algo que não controlamos e que automaticamente consideramos ou não válido.

ponto e virgula disse...

ora aí está, "é tão subjetivo e pessoal..."!

se eu aceito as opções dos outros, porque razão me preocupo com o que os mesmos possam pensar sobre as minhas? não é pelas minhas opções que deixo de ser o mesmo que sou e como sempre os habituei.
a discriminação existe com a nossa (própria) cúmplicidade que, damos voz a outras vozes. não é assim...
nós somos "donos" de nós próprios e quanto à beleza, só eu a vejo como vejo, não são os outros que me "ensinam" a vê-la.

não somos a integridade dos outros mas sim, pessoas com integridade própria!

procura a tua felicidade porque os outros não te vão perguntar qual é a deles... entendes?






a...té

Valsita disse...

A beleza está onde a quiseres ver!... nas pessoas, na vida, em pequenas coisas do dia a dia, no meu lago... é só olhar com atenção...

Pérola disse...

Obrigado pela tua partilha. Gostei muito e não podia concordar mais.

Pérola disse...

Na verdade, os outros têm o valor que lhe atribuimos.
Compreendo!
Grata te estou pela tua atenção e partilha da tua visão. É enriquecedor!

Pérola disse...

Como é tão simples. Vou tentar descomplicar. Obrigado!

ponto e virgula disse...

não há que agradecer!

o diálogo privilegia aqueles que se entendem com a partilha de opiniões. saber aceitar o outro. saber concordar e discordar...
este é o princípio da felicidade de um estar em companhia.





a...té

Pérola disse...

Deixaste-me sem palavras...

ponto e virgula disse...

opsss...

terei sido indelicado, estarei com a postura errada?
serei muito diferente de ti?

peço desculpa se deixo uma imagem irracional!!!




a...té

Pérola disse...

Como és tão objetivo e tão esclarecedor, só me pareceu que qualquer coisa que se acrescentasse ao que comentaste, seria ridicula.

Assim:
- indelicado? - Nunca, pelo contrário, és amoroso.
- postura errada? - Nem por sombras, é a tua. Respeito e para além disso gosto dela.
- serás muito diferente de mim? - seremos diferentes, sem dúvida, , mas, para mim, no bom sentido.
- Imagem irracional? -Neste momento seria a última coisa que pensaria.

Reforço: Adoro os teus comentários, são muito edificantes, mais do que possas pensar.

Peço desculpa se te fiz sentir dessa forma.