quarta-feira, 20 de março de 2013

Com calma . . . Sem Pressas !


Fascinas-me...
na calma, desapressadamente.

Sem pressão,
no tempo certo.

Não exijas!

Permite-me ser,
de alma, espírito e corpo.

Deixa-me fluir,
voar nos sonhos que me visitam.

Na desacelaração deslumbro-me
no enlevo de mim.

Autorizo a tua aproximação,
na calma que me encanta.

23 comentários:

rosinha cruz disse...

respeitar o nosso tempo é o que muitas vezes falta numa relação.
Beijinhos

Opinante disse...

Com calma tudo sabe melhor :P

Vera, a Loira disse...

Respeitar o tempo certo é uma virtude.

Pi Maria disse...

Que bonito :) Com calma é que se deve levar a vida xD

Arco Iris disse...

Muito profunda esta tua poesia.....
Até ela nos transmite calma.
Beijinhos

JP disse...

Ele devia gostar do Alentejo....mas tem piada - também gosro de certas coisas com calma. Com o seu tempo. Outras não:))))


Beijo

Katty disse...

É mesmo disto que preciso nestes dias de calma.

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei o seu blog, estive a ler algumas coisas e posso dizer que é um blog fantástico,
com um bom conteúdo, dou-lhe os meus parabéns.
Se desejar faça uma vista ao Peregrino e sevo e deixe o seu comentário.
Sou António Batalha, do Peregrino E Servo.

Carminho disse...

Saber dar tempo e espaço é fundamental para que tudo dê certo :)

D.N. disse...

Respeitar o nosso tempo e o tempo dos outros é tão bom...

Maria disse...

Oi
Passa pelo meu cantinho, tenho lá um selinho para ti!
Bjs
Maria

Maria disse...

Oi
Passa pelo meu cantinho, tenho lá um selinho para ti!
Bjs
Maria

Maria disse...

Oi
Passa pelo meu cantinho, tenho lá um selinho para ti!
Bjs
Maria

Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
marina disse...

E com calma tudo sabe melhor...

Jovem $0nhador@ disse...

entender a alma de alguém é o mais complicado numa relação! gostei do texto!

დ Rute M ಌ disse...

esperamos mesmo, sabem tão bem ;)

edumanes disse...

Eu não mudo, tu não mudas
Eu não viajo, tu viajas
Tu não gostas, eu gosto de uvas
Eu não ralho, tu ralhas!

Diz-se o que a isto achas
São palavras escritas
Só larachas
De mentes perdidas.

Tu acreditas, eu acredito
Eu não grito, tu gritas
Eu bem te digo
Mas, tu não me ligas!

Te anima com esta
Minha brincadeira
Vamos para a festa
De Santo António
Saltar a fogueira!
Não te rias deste reportório!

Boa noite e um beijo para ti,
amiga Pérola,
Eduardo.

Mar disse...

Deixar fluir, é isso mesmo :)
Feliz primavera querida Pérola
Beijinhos <3

manuela barroso disse...

Até porque a pressa é inimiga da perfeição!
Beijinhos

Cláudia disse...

Também estou a precisar de calma.. Muita calma.

A minha cabeça anda a mil

Beijocas

Felina disse...

Por isso que gosto do sexo tântrico... calmo e prolongado


Beijinho

Mona Lisa disse...

Com calma...dizes bem!

Beijinhos.