segunda-feira, 4 de março de 2013

Solto . . .

Solto . . .

um suspiro
um beijo
um gesto
uma pétala . . .

de mim.

Solto - me !

Pedaços de mim são levados no tempo.
O vento desprende-me as folhas amarelecidas.
Divido-me em fragmentos de raízes expostas.
Em desapegos permitidos, envergonhados ou obrigados.
E neste afrouxar da minha inteireza, desfaço-me.

Vou-me perdendo . . .
Soltando . . .

Para a Descoberta do âmago perdido.

Por isso . . .

Solto !


15 comentários:

JP disse...

Gosto quando te soltas....porque não te perdes. Encontras-te!

Beijinho

LUZ disse...

Olá, Pérola!

Que sempre se sinta solta, soltando-se da sua essência, solta.

Será mais livre, assim.

Beijos da Luz.

Jessy disse...

Gostei :)
Beijinhos e boa semana ;)

Mona Lisa disse...

Solta-te, liberta-te...sê livre!

Beijinhos.

Francisco disse...

Por vezes é tão bom, a gente poder soltar-se :)

Beijinhos Grandes

Gracita disse...

Olá minha querida!
Quanta leveza quando nos soltamos né? Visitinha pelo CVC. Boa semaninha!
Beijinhos!!!!

Val disse...

Boa noite Perola!!!Lindo poema!Atraves do Eduardo vim conhecer seu blog.È muito bom sentirmos solta.Livre para podemos prosseguir nossas vidas.
Beijos com carinho!!

Maria D Roque disse...

Liberdade, liberdade !!! Xi -<3

Valsita disse...

"vou-me perdendo... soltando..." maravilha!

Opinante disse...

Lindo!

lena disse...

Olá Pérola.
E é tão bom nos soltar de vez em quando.
Beijinhos grandes.

Arco Iris disse...

Por mim , soltas sempre a poesia que existe dentro de ti.
Obrigada Pérola
Beijinhos

edumanes disse...

Teus pedaços Pérola
não os deixes soltos de ti
encontrá-los quem me dera
procurei, mas, não os vi!

Qual é o teu pensamento
procura um seguro abrigo
não te deixes levar pelo vento
não ligues ao que te digo!

Ser sincero
não merece castigo
ver-te feliz eu quero
não digas, que não juízo!

Não te devidas
para mim te quero inteira
não tem magoas nem feridas
esta minha brincadeira!

Percebi a intenção
que não tenha sido mal interpretada
num curso de formação
estás muito ocupada!

A vida é mesmo assim
cada qual no seu canto
tem princípio e fim
procuro, mas, não encontro!

Boa terça-feira,
um beijinho
Eduardo.

Cláudia disse...

É melhor andarmos soltas do que nos sentirmos presas na nossa própria vida..

Beijocas

Jovem $0nhador@ disse...

Adorei este texto =)