quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Riscos e Rabiscos
















Desenho o contorno do teu corpo
no arrepio da minha pele,
em insana vontade de te querer.

Traço-te as curvas
no compasso descentrado
que sou eu,
por planos sem eixos
onde a origem és tu.

Rabisco-te por entre beijos,
em grafias ilegíveis,
inventando alfabetos de desejo,
acasos de momento.

Já não sei se és pintura,
texto ou esboço.

Que (me) importa?

Sou giz vivo 
na ponta do dedo,
na língua viciada do teu sabor,
em que te desenho,
te descubro na humidade
de caminhos loucos,
riscos só nossos.



39 comentários:

Desamarrado disse...

Há riscos e rabiscos deliciosamente desenhados :)

vendedor de ilusão disse...

Magnífico! De encantar!...

Poesia do Bem disse...

Quando a gente ama, rabisca, pinta e desenha na memória o ser amado. lindo demais. Bjs e tem novidades no Poesia , depois passa lá.

Arco-Iris disse...

O Amor é assim , com riscos e rabiscos dá-se largas à imaginação.
Beijinhos
:)

Arco-Iris disse...

O Amor é assim , com riscos e rabiscos dá-se largas à imaginação.
Beijinhos
:)

Edumanes disse...

Esses riscos e rabiscos!
no teu corpo são tão belos
debaixo da farpela escondidos
não serão inventados alfabetos
verdadeiros bem protegidos
não perdidos nos desertos
por amores queridos
amados com afeto!
Quando as instrutoras são elas
conduzir nessas curvas com cuidado
para não sair fora delas
nesse caminho sem obstáculo
as aulas de condução são mais belas!
Porque és giz vivo
qual é o teu segredo
ouve o que te digo
de seres feliz não tenhas medo!

Boa quinta-feira, um beijinho para ti amiga Pérola.
Eduardo.

Laura Santos disse...

Que belos riscos e rabiscos, desenhados na pele com tanta sensualidade!
xx

Simone Lima disse...

Esboço, texto e pintura, o amado é arte nos nossos dedos!! ;)
Lindo!!

Beijoo'o
flores-na-cabeca.blogspot.com

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, no amor existe a descoberta da pintura, rabisca-se, saboreia-se as sensações.
Com sempre a acontece, os seus poemas são mágicos na partilha.
AG

Nidja Andrade disse...


O que você escreveu além de certo, é lindo, a poesia é a vida, aos de quem escreva, é o que nosso coração sente. Beijos

Crocheteando...momentos! disse...

Encantador! bj

Guaraciaba Perides disse...

E nos riscos e rabiscos faz-se a magia do reencontro...é a sabedoria ancestral da magia primitiva e portanto verdadeira, pois de alguma forma se materializa.
Um abraço

emanuel moura disse...

Riscos e rabiscos que ganham vida nas maos de uma poetisa como voce querida amiga Perola,muitos beijinhos

Andreia Morais disse...

Há riscos e rabiscos que vale mesmo a pena serem feitos.

Beijinhos*

Cláudia disse...

Muito bom =)
A quem se dedicar isso, derrete-se =)

Beijocas

Mona Lisa disse...

Magnífico e intenso poema!

Amor e paixão de mãos dadas.

Beijinhos.

Francisco disse...

gostei muito

beijinhos

bonequinha nota mil disse...

Inventado Alfabetos de Desejo? Huuummm... Lá vem uma Nova Poesia! E Haja Criatividade! Rs! Beijos Querida! Tenha um Lindo Final de Semana! Fique com Deus!

Arco-Íris de Frida disse...

Amor rabiscado a dedo...tao bom amar assim...

Beijos...

Pedro Coimbra disse...

Que delícia de desenho!!
BFDS

Marcos Satoru Kawanami disse...

Pérola,

Gostei muito da segunda estrofe.

:)
Marcos

Andreia Morais disse...

r: Sim, é verdade. Temos que olhar para fora da caixa, mas fazê-lo de forma equilibrada, para evitarmos seguir uma onda que não é a nossa

✿ chica disse...

Muito lindo!! Gostei do teu PEDACINHO lá!@ bjs,chica

ReltiH disse...

UMMMMMMMMMMM... LINDO...

heretico disse...

giz? diria que língua de fogo...

beijo

Andressa Pereira disse...

Porque a paixão é desenho de se rabiscar até com o coração!


Identidade Aleatória

Elyane Lacerdda disse...

Lindo poema!
Gosto de poemas de amor, mas bem picantes e sensuais, com cheiro de desejo!
bjus e bom final de semana!
http://www.elianedelacerda.com

Graça Pires disse...

Inventar alfabetos de desejos e acreditar que o amor existe...
Um beijo.

Ricardo Santos disse...

Muito Bonito !!!

Marta Vinhais disse...

E estamos sempre a fazer riscos e rabiscos quando amamos....
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Célia sousa disse...

Vem mesmo ao jeito este pequeno soneto de Fernando Pessoa:

Se escrevo o que sinto é porque
diminuo a febre de sentir.
O que confesso não tem importância
pois nada tem importância.
Faço paisagens com o que sinto.

Beijo Pérola.

Carpe diem to me disse...

Um poema magnífico!
Beijinhos

Labirinto de Emoções disse...

Olá Pérola
O amor é um rabisco desenhado na alma, como um arco ires ...
O poema é lindo.
Beijinhos
Teresa

Maria Silva disse...

Rabiscas com arte e isso é inegável.
E não só só eu que gosto de te vir ler.
Beijinho perlado de doçura.

Elvira Carvalho disse...

Maravilha.
Um abraço e uma boa semana

José Carlos Sant Anna disse...

Que belo poema, Pérola! Águas que regressam ao chão do corpo do Eu, que, arfando, o confessa desabridamente...
Beijos,

EU disse...

Por entre riscos e rabiscos, ama-se.
E que bem gizado está este amor de poema!
Meu bjo, Pérola :)

Francis disse...

O amor que nos toma de tal forma é tão forte e vivo que chega a tomar formas e formas na esperança de desfruta-lo novamente...

Lindos versos...

Agostinho disse...

Mais um com a marca registada Pérola. Distintamente.