domingo, 1 de março de 2015

Por entre Intermitências . . .


"Não chegamos realmente a viver durante a maior parte da nossa vida.
Desperdiçamo-nos numa espraiada letargia a que, 
para nosso próprio engano e consolo, 
chamamos existência.
No resto, vamos vagalumeando, acesos apenas por breves intermitências."
Mia Couto


Lampejas-me em momentos
iluminados de prazer,
em que me amas,
chamas tua,
me ateias por completo.

Vens carregado de promessas,
fogo devastador
em que me envolves,
devorando-me inteira
como faúlha em palha seca.

Existo nessas intermitências,
no calor desse ardor,
em que me consomes
de ânsias apressadas,
em que somos fogueira,
queimadura que dói.

Acordas-me da vida fria,
em ousada impaciência,
ao tornar-me viva
na explosão dos sentidos,
no abismo de me ser.

Acendes-me o olhar,
o brilho de desejo,
a vontade despida 
de me consumir em ti,
por entre intermitências . . .




43 comentários:

Timtim Tim disse...

Eu tento viver ao máximo. Viver mesmo. Por isso é que o meu marido diz que sinto tudo a dobrar.

Ana S. disse...

O amor é fogo, é calor, é paixão. É o que faz a vida valer a pena. Bonito.
Beijos

Elvira Carvalho disse...

Um poema muito bonito, onde as emoções andam soltas ao sabor da nossa imaginação.
Um abraço e uma boa semana

Maria Rodrigues disse...

Há que viver com alma e coração e não deixar apenas os dias passarem por nós.
E ao viver assim intensamente, essa chama incrível que é o amor, vai-se mantendo eternamente acesa.
Belissimo poema.
Beijinhos
Maria

Arco-Iris disse...

Mia Couto tem pensamentos fantásticos e tu depois fazes esta Poesia linda.
Beijinhos

Laura Santos disse...

E é nesses momentos em que estamos acesos e nos consumimos como chama que o nosso ser renasce contra o letargia do tempo.
Belíssimo poema, Pérola!
xx

Francisco disse...

Mesmo espectacular como só tu sabes escrever

Beijinhos

Andreia Morais disse...

Há pessoas que nos fazem viver ainda mais!

Mona Lisa disse...

Excelente e intenso poema com todo as sensações e sentimentos à flor da pele.

Beijinhos.

emanuel moura disse...

Um amor ardente cheio de paixao ,muitos beijinhos querida amiga Perola.

ReltiH disse...

LINDOS TUS SENTIMIENTOS.
ABRAZOS

Edumanes disse...

Ficaste ateada de tal maneira,
esse teu corpo fonte de calor
mulher apaixonada é fogueira
quando toca incendeia o amor!

Por ser humildade minha
peço, não te zangues comigo
o teu poema, Margarida Farinha
bem valeu a pena o ter lido!

Bons sonhos.

Filha do Rei disse...

É sempre bom vir até aqui e ler-te.Obrigada por compartilhar.Bjs

Pedro Coimbra disse...

Poema para um bombeiro?? :))))
Beijinhos, votos de boa semana

Braulio Pereira disse...

saber viver é de sábias/os


beijos..

Gracita disse...

Um amor ardente pleno da paixão em versos lindos e envolventes

Querida Pérola, obrigada pelos votos de melhora. Amei o seu carinho

Um dia lindo e abençoado
Beijos

Ana Bailune disse...

Mas... o que é viver, viver plenamente, viver ao máximo?
Acho que muitos confundem com fazer sempre uma porção de coisas ao mesmo tempo, estar sempre viajando, postando fotos rindo em redes sociais, dando festas, indo a festas, mesmo que nem goste muito dessas coisas.
Para mim, vivier plenamente é fazer o que se gosta - nem que isso signifique ficar a maior parte do tempo em casa e ter poucos (e bons) amigos.
Enquanto a gente procura viver conforme o que os outros entendem sobre 'viver plenamente', estaremos apenas vegetando plenamente. É o que eu penso.
Abraços e boa semana!

POETA CIGANO disse...

Querida amiga !!!!!!

Passando por aqui para deixar o meu
Abraço e carinho e, ao mesmo tempo,
Deleitar-me com a beleza de seu Blog e Conteúdos. Perdoa-me a demora na visita, Tenho estado muito atarefado. Quero também Desejar-lhe um lindo dia e maravilhosa semana,Com muita paz, amor e felicidade em seu Coração. É o que lhe desejo!

Beijos de luz !!!!!!!!

POETA CIGANO – 02/03/2015

http://centelhaspoeticas.blogspot.com

“Meus Sonhos e Devaneios Poéticos”




Obs: Se ainda não pegou, no lado direito Do meu Blogue, no “Presentes para os amigos”, Tem um mimo para seu belíssimo Blogue. “ESTE BLOGUE VALE OURO”. Basta Copiá-lo (Capturá-lo) para seus arquivos ,Salvá-lo e colá-lo em seu Blogue. Você é uma
Amiga especial e me sentiria honrado.

Made by Uss disse...

Acho que tenho fases, mas tento aproveitar o máximo que consigo!

Dilmar Gomes disse...

Muito bom, amiga Pérola. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Pérola! Acho que o viver bem é satisfazer as nossas vontades em toda a sua plenitude.

beijos,

Furtado.

Sónia Miranda disse...

Gosto (muito)

artista sem pena disse...

Muito bem!Muito intenso como deve ser a vida!

Look Day disse...

Tento aproveitar ao máximo, mais nem sempre dá neh, tem as obrigações chatas...

beijos.

Pretty in Pink disse...

Mais um fogoso e ardente poema daqueles que só tu consegues escrever, gosto muito :)


Beijinho*

S disse...

Muito bom :)
Bj S

Cláudia disse...

Aquela primeira frase disse tudo!
Mais verdadeira era impossível.

Beijocas

José Carlos Sant Anna disse...

Parece que se conseguisse montar nesse cavalo, não daria trégua: deixá-lo-ia cansado ou ficaria cansado. Mas essa intermitência é que o impede de traze-lo para perto de si ou tirá-lo de dentro de si.
Primoroso este poema, Pérola! Primoroso!
Beijos,

Ivone disse...

Viver, amei ler aqui seus versos intensos, amo a vida, mas do jeito que a vivo, nem sempre com tanta intensidade, as intermitências são necessárias algumas vezes!
Estarmos dentro de nós mesmos algumas vezes é muito bom, autoconhecimento se consegue assim!
Abraços linda amiga Pérola!

Agostinho disse...


Uma chispa no olhar
e tudo arde sem parar

✿ chica disse...

Inspirações lindas ,emoções, tudo junto por aqui! Adorei! bjs, chica

Claudia Rodrigues disse...

Gostava de aproveitar mais, mas pronto toda agente tem momentos menos bons.. O poema é lindo!!
R: também gosto muito de branco :) principalmente no verão. Bjs

Manuel Luis disse...

Quase a pegar fogo! Não se deve resistir ao que nos dá prazer.O melhor fica sempre para o fim.
Bj

Morning Dreams disse...

O texto faz todo o sentido e o poema está muito bonito!

MORNING DREAMS

Sofia Silva, Beijos*

Andreia Morais disse...

r: É mesmo mágico ouvir a tocar piano. Também é dos meus instrumentos favoritos e cada vez gosto mais.

Apesar de não ser a maior fã de música clássica, há artistas que não me deixam indiferente. É impossível!

Imagino *.*

Estou totalmente de acordo contigo, são mesmo!

Hoje senti que, mais do que a música, estava na hora de recordar um génio.

Beijinhos*

Mariangela do Lago Vieira disse...

Um lindo poema repleto de paixão e muita inspiração!Intenso!
Um grande abraço, e um ótimo dia Pérola!
Mariangela

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

De que serviria o amor sem um pouco de loucura?
Amei seu poetar querida Pérola.
Grande beijo no coração e agradecida por sua doce visita.

Omar enletrasarte disse...

llega cargado de deseos y poesía
saludos

Graça Pires disse...

Camões tinha razão: "Amor é fogo que arde sem se ver. É ferida que dói e não se sente"...
Um beijo.

Lu Sam disse...

Adorei o blog, lindas poesias!
Encantador esse erotismo sutil dessas belas palavras.
beijos

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola, bendita mocidade ! bom sentir-se assim pelo prazer da vida.
Um abraço

Francisco disse...

Adorei ;)

Beijos

EU disse...

Todos pensamos que vivemos. Mas só nos damos conta desse "viver" depois de bastante maduros...Antes, faltou olharmos a alma.
Belo poema. Pérola.
Bjo :)