sábado, 14 de fevereiro de 2015

Je t'aime com Pablo Neruda


Para não Deixar de Amar-te Nunca

"Saberás que não te amo e que te amo 
pois que de dois modos é a vida, 
a palavra é uma asa do silêncio, 
o fogo tem a sua metade de frio. 

Amo-te para começar a amar-te, 
para recomeçar o infinito 
e para não deixar de amar-te nunca: 
por isso não te amo ainda. 

Amo-te e não te amo como se tivesse 
nas minhas mãos a chave da felicidade 
e um incerto destino infeliz. 

O meu amor tem duas vidas para amar-te. 
Por isso te amo quando não te amo 
e por isso te amo quando te amo. "

Pablo Neruda, in "Cem Sonetos de Amor" 




20 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Que linda declaração de amor! Amei

Bom fim de semana
Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Gracita disse...

O amor pode ser contraditório mas é intenso e voraz. Uma declaração fabulosa,
Um beijinho querida

emanuel moura disse...

Amor e amar e ser amado ,muitos beijinhos querida amiga Perola.

Francisco disse...

Adorei :)

Beijinhos grandes

Malu Silva disse...

Obrigada por vir fazer parte do meu espaço. Seja sempre bem-vinda!
Estou aqui a fazer parte do teu...
Linda noite de carnaval...

Andreia Morais disse...

É lindo, lindo, lindo!

ReltiH disse...

MUCHAS GRACIAS POR COMPARTIR.
UN ABRAZO

✿ chica disse...

O que dizer? - MARAVILHOSO! bjs, tudo de bom,chica

Edumanes disse...

Quem não ama, não deixa de amar!
só deixará de amar quem ama
porque será que mais se olhar
para quem se diz ter muita fama?

Bom domingo para ti amiga Pérola, um beijo.
Eduardo.

Laura Santos disse...

Ah como nunca cansa ler Pablo Neruda!
xx

Timtim Tim disse...

Genial, como ele só.

Guaraciaba Perides disse...

É assim o amor...por isso , único.
Lindo poema como todos de Neruda...não conhecia.
Um abraço

Carmem Grinheiro disse...

Neruda e o controverso amor, que só quem ama, ou amou consegue entender que é possível amar e não amar simultaneamente e naturalmente. Esquisitices do amor.

bj amg

Poesia do Bem disse...

Ameiiiiii, linda declaração de amor. Tbm tenho um amor assim, platônico, de verdade, dos versos mais lindos e que guardo no coração para sempre. Tem novidades no blg, depois passa lá. Bjs e bom feriado

Elvira Carvalho disse...

Neruda sempre foi um dos meus poetas de eleição.
Um abraço e bom Carnaval

EU disse...

Escolheste bem, Pérola. Mas qualquer um é maravilhoso!
Bjo :) :)

Simone Lima disse...

Neruda ♥
Que escolha amorosa ;)

Beijoo'o

Pedro Coimbra disse...

Belíssimo.
A fazer recordar o espírito do Dia de São Valentim.
Boa semana

Teresinha disse...

Ótima escolha, este soneto de Pablo Neruda... e mais outros dele, também belos, haveria para celebrar este dia.
Bj

Cláudia disse...

Muito bonito =)

Beijocas