quinta-feira, 16 de março de 2017

Ensaio para uma menina


Tem essa miúda
pequena
de vida desconhecida,
caminho pela frente
embaciado 
pelo desejo
de tanto.

Garota com 
medos desnecessários,
oprimida em si
sem saber 
da dimensão do mundo,
da vastidão dela.

Que se quebre
a redoma
e a pequena se abra 
ao universo!

Tem essa criança 
dento de mim,
em espera,
da escolha de me ser.

Haja alguém
a sussurrar-lhe 
da importância
da gota no oceano,
da areia na praia,
do amor que só ela é,
sem temores ou vacilações,

Sê-te, miúda,
em liberdade,
em ação,
solta pensamentos
e sente
o sol
e o vento
cá de fora
onde habitam 
sombras a vencer.

Atreve-te!
Permite-te!

São preciosas 
a sujidade,
as dores e quedas
sem proteção,
no amparo da tua força,
determinação que nem sonhas ter.

Tem essa miúda
na hesitação
de se fazer ao mar,
pois tem...




6 comentários:

emanuel moura disse...

Simplesmente belíssimo querida amiga, palavras envolventes cheias de sentires querida amiga, muitos beijinhos felicidades

emanuel moura disse...

Simplesmente belíssimo querida amiga, palavras envolventes cheias de sentires querida amiga, muitos beijinhos felicidades

Cláudia disse...

Super interessante.

Beijocas

Francisco disse...

Muito bom

Beijinhos

Pedro Coimbra disse...

Mantenha sempre essa menina que há dentro de si.
Bfds

Manuel Luis disse...

Antes de dares o passo seguinte, vê antes onde pões o pé.
Não percas de ser essa miúda mas não atravesses o oceano.
Bjs