quarta-feira, 28 de maio de 2014

mulher (?)



Quem és tu, mulher?

Nasceste e logo te soldaram,
na forja,
em ferro de tradição,
prisioneira de costumes que chamas teus.

Arrastas filhos na bainha da saia,
somes-te por entre horas,
perdes-te no tempo,  
consomes-te em vidas alheias,
alimentas-te desse pão que sonhas amor
e nem sempre sabes de ti.


Quem és tu, mulher?

Grito debruado a rosa,
dor só tua,
 na pequenez do feminino.

Mensageira de vida,
transparência delicada,
quantas vezes renunciada,
menosprezada na essência de te seres.

O lamento é tudo que me resta,
meu molde é parecido ao teu.

Desata esse nó.
Desobriga-te de leis enfermas.
Vai . . . e leva-me contigo.


31 comentários:

heretico disse...

poema declinado no feminino - muito belo!

beijo

Tetê disse...

Pérola, belíssimos os seus poemas! Já estou segundo seu blog! Obrigada pela visita! Bjks Tetê

Cidália Ferreira disse...

Poema soberbo!!

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Arco-Íris de Frida disse...

"Nem sempre sabes de ti"...

Nunca sabemos de nos...

Beijos...

Mira disse...

Bela descrição da mulher, que felizmente já mudou bastante, para
bem ou mal, não sei, beijos PÉROLA

São disse...

Este poema recordou-me Simone de Beauvoir, para quem ninguém nasce Mulher


Beijinhos

Beatriz Paulistana disse...

Boa tarde Pérola!!!
Vim retribuir sua visita em meu blog,seja sempre muito bem vinda!!!
E somos assim...mulheres...especiais...ímpares...
Lindo o poema, lindo o seu blog!!!
Tenha uma tarde abençoada!!!
Bjokas...da Bia!!!

Mona Lisa disse...

...sou flor de um jardim!

Excelente poema.

Beijinhos.

Andreia Morais disse...

A mulher é tanta coisa, tem que assumir tantas funções que, por vezes, esquece-se de ser apenas mulher e de aproveitar o tempo só consigo.

Blue disse...

Mulher é tudo o que escrevem em prosa, poesia ou verso.
O que seriam os homens,
sem estas guerreiras mulheres?

Beijo

emanuel moura disse...

Mulher um ser imaculado por natureza ,belo momento querida amiga Perola ,muitos beijinhos

Laura Santos disse...

Um dos poemas mais belos que já escreveste. AS mulheres carregam o peso de uma ancestralidade que a transformou em grandes cuidadoras, o que a leva a esquecerem-se delas próprias.
xx

Dorli disse...

Oi Pérola,
Dessa vez você abafou.
Mulher tem que saber que na Terra é mais do que tudo e foi a mais linda criação, portanto ela deve se colocar no pedestal.
Beijos
Lua Sigular

Patrícia disse...

Que lindo, Perola...e nós por mais q nos desvendem sempre seremos (?) kkk
Bjs

Pedro Coimbra disse...

Mãe, companheira, amiga, confidente, amante, conselheira.
"Só" isso

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Um belo poema tendo o feminina como figura central do mesmo.
As mulheres carregam como se fossem anjos, demónios ou ainda e simplesmente como se fossem bestas de carga, tratadas assim sem amor nem sentimentos.
Como chegámos aqui na degradação humana e se caminha destruindo ainda mais a figura central do nosso universo humano - A MÃE.

aflores disse...

Da polinização ao nó, passando pelo elixir.... ui, que arrepio. :)

A tua escrita tem essa qualidade, e eu gosto, gosto muito!

Faz bem ao coração.

Tudo de bom.

Cláudia disse...

Muito bom!
Algumas descrições sobre as mulheres, bem verdadeiras.

Beijocas

Sónia TM disse...

'consomes-te me vidas alheias'.....
bem verdade

Sónia
Taras e Manias

Ives disse...

A liberdade é tão divina que causa pejo observar quem em muitas famílias a mulher ainda é presa! abraços

vitorchuvashortstories disse...

Olá,Perola!

É protesto, é lamento, e também a afirmação com orgulho do que o ser mulher significa, neste mundo de homens onde não lhe é feita justiça.

Lindo poema!

Beijinhos
Vitor

Andreia Morais disse...

Sem dúvida, é mesmo complexo, mas também acho que é por isso que é tão belo

M D Roque disse...

É bom no feminino. Mais palavras só iriam confundir,
Beijo

silvioafonso disse...

.

Pérola, querida. Será que as
beatas vão bater no padre ou
na menina? Quem sabe não será
ele, mesmo, que escolherá em
quem bater?
É preciso ler com atenção para
discernir, mas só no meu blog.

Um beijo, amiga.





.

Tunin disse...

Como gostaria que a mulher fosse apenas mulher em sua feminilidade, meiguice, beleza de ser, etc e tal, mas!...
Lindo poema, querida!
Abração.

Andradarte disse...

Que poema maravilhoso...comovente...
verdadeiro....,está lá tudo...
É por isso que amo as mulheres.....
Parabéns
Abraço

Marieta Mello Koerig disse...

Querida Pérola,
Primeiramente quero agradecer tua visita ao meu blog.Apareça sempre, embora eu seja lenta em postar telas, com a idade já não tenho tanta agilidade, por isso tenho intercalado fotos, mas essa que comentaste é tela mesmo, de minha autoria. rsrsr.
São muito belos os poemas que postas. Parabéns.
Bjs.

José Carlos Sant Anna disse...

"Mulher, se Deus não criasse você / Ele próprio custava a crer..." É isso aí. Sempre cheias de memória!
Beijos, Pérola!

Sara disse...

adorei este poema. é mesmo lindo e delicado. um verdadeiro hino à mulher. amei mesmo.

R: sim, aquilo deve ter sido tudo feito por cabeleireira, mas mesmo assim, acho que vou arriscar.

beijinho e obrigada por este tributo às mulheres

Mundo da Carolina disse...

Lindo poema e vou responder à pergunta inicial,eu sou uma mulher carinhosa,especial,que gosta de ajudar tudo e todos,muito timida e que confia em muito pouca gente,pois já sofri por confiar demais nas pessoas. Beijinhos fofinhos!! mundomusicaldacarolina.blogspot.pt

Beatriz Bragança disse...

Minha querida
Uma poética definição de Mulher!
Parabéns
Um beijinho
Beatriz