quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Cristalizada

Percorro cada instante,
agarro o momento
de cada urgência minha,
como se fora eternidade,
em premente necessidade
da tua quietude,
do teu afago,
de ti.

Trilho cada miragem,
revolvo o olhar
em cada profundidade minha
como se fora caminho,
em inevitável iminência
da tua margem,
da tua proximidade
da tua orla.

14 comentários:

Rose Sousa disse...

Que delicadeza e beleza! e a imagem torna a poesia ainda mais mágica. bjs

José Carlos Sant Anna disse...

Depois do rumor
da tua fala,
apresto o meu navio,
iço meu sonho
acoplo ao teu
mas singro solitário

Beijos,

Os olhares da Gracinha! disse...

A imagem é linda!
A poesia como sempre do meu agrado!
Bj

Os olhares da Gracinha! disse...

A imagem é linda!
A poesia como sempre do meu agrado!
Bj

Maria do Mundo disse...

Fabulosa, como sempre!

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso!

beijo

emanuel moura disse...

Simplesmente belo querida amiga ,muitos beijinhos no coração.

Cláudia disse...

A imagem é mesmo gira. Transmite tranquilidade.

Beijocas

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Pérola! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma das tuas belas criações.

Abraços,

Furtado

Pedro Coimbra disse...

Imaginação sempre à solta por aqui.
Bjs, bfds

Bergilde Silva Torres Croce disse...

Sentimentos que soam livres e levemente em sua poesia como a natureza percebida com tanta graça e entusiasmo através do seu lindo olhar,abraços!

Hellz. disse...

Que sensibilidade!
Parabéns por esse dom

beijo
beinghellz.com

manuela barroso disse...

Saudades, querida amiga!
Ultimamente mais distante por motivos pessoais
E quanta beleza na sua poesia, no silêncio segredado no pensamento do musgo!
Beijinho, Pérola.

Francisco disse...

Muito bom,

Beijinhos