segunda-feira, 31 de outubro de 2016

The World

Tanta diferença,
tanta cor, 
tanto mundo!


Sou,
apenas,
mais um ponto,
uma pincelada 
por escorrer,
das mãos
de um pintor 
por nascer.

Sou vida
sem ser nada,
o todo
em partícula ínfima.

Sou desigualdade
em terra fértil
de uniformidades
suprimidas
no grito do ser,
de eco mudo.

Sou diferença,
sou cor,
sou (o) mundo !

27 comentários:

✿ chica disse...

Adorei e de filosofia barata nada tem.Falaste muito e muiiiiiito bem! bjs, chica

Maria Rodrigues disse...

Belíssimo poema.
Beijinhos
Maria

Os olhares da Gracinha! disse...

A foto é linda e o poema bem singelo!!!
Bj

Cantinho da Gaiata disse...

Maravilhoso o poema, adorei a foto.
Bj

emanuel moura disse...

Sou sem dúvida um ponto neste mundo multicultural,um momento belíssimo querida amiga ,muitos beijinhos no coração.

Elvira Carvalho disse...

Muito bonito.
Um abraço e bom feriado

lua singular disse...

Oi Pérola
Lindo poema filosófico.
Sou o ? sem respostas.
Beijos no coração
Lua Singular

Pedro Coimbra disse...

O segundo post seguido que leio acerca da alegria de estar vivo.
Cem por cento de acordo.
Bjs

Cidália Ferreira disse...

Tão bonito!

Beijo
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Bell disse...

Gostei!!

bjokas =)

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Ser o Mundo ou ter o Mundo,
É um bem que não tem preço.
Do teu sentir tão profundo,
Vou lembrar-me- Não esqueço.


Beijo
SOL

Cláudia disse...

Adorei a imagem e o que queres transmitir.

Beijocas

José Carlos Sant Anna disse...

E o teu poema, belíssimo, vibrando no mormaço da tarde, Pérola! Uma onda sonora harpejando as tuas searas maduras.
Beijos,

Francisco disse...

Há lugar para todos, mas as pessoas gostam de viver umas em cima das outras lololol

Beijinhos

Lúcia Sousa disse...

Palavras bonitas, bela mensagem :)

PINTA ROXA disse...

E temos mesmo de ser assim diferentes de todos, cada um com o seu tom, sua cor, sua vida... e depois juntos somos uma grande paleta de cor.

Brisa Petala disse...

Boa noite
Que poema encandor.Passando para te informar que estou voltando para o meu blog. Um bj no seu coração

Fê blue bird disse...

Um ser que faz parte deste mundo tão desigual.

Um beijinho

Opinante disse...

Que saudades de te ler ;) beijinhos

Magda Carvalho disse...

Que poema soberbo
http://retromaggie.blogspot.pt/

Rose Sousa disse...

E nesse mundo de multicolores somos a cor que queremos ser! nos misturamos, nos pintamos de outros tons e assim seguimos colorindo a escuridão. Lindo poema, querida Perola!

Mariana Penna disse...

Somos únicos.
Um beijo e bom fds!

Emília Pinto disse...

E não entendo a não aceitação da diversidade neste nosso mundo, amiga. Se é cor que queremos nesta nossa sociedade tao cinzenta, por que motivo guerreamos por diferentes religiões, cores diferentes de pele, pensamentos que não coincidem com os nossos? Deixemos que esta tela que é a vida se encha de pontos coloridos e que cada um de nós seja capaz de os unir com traços brancos em sinal de preocupação pela paz. Somos um simples ponto, um ponto com vida, um ponto diferente de todos os outros diferentes pontos, mas, que, se tiver vontade pode fazer toda a diferença e com a sua cor, pode colorir todos os outros que teimam em não abandonar a cor negra de que se revestem
Lindo e pertinente poema, Perola. Obrigada pelo belo momento e um bom fim de semana. Beijinhos
Emilia

Fábio Murilo disse...

Você é tudo, é uma individualidade, é uma potencia, é uma exclusividade que faz toda diferença. Beijos, Pérola.

Hellz. disse...

OOOOOI

seu poema me fez pensar que as vezes é a própria diversidade que nos une, né?

beijo
beinghellz.com

Bergilde Silva Torres Croce disse...

Profunda,envolvente e nada banal a mensagem contida nesta poesia,aliás,muito atual!
Abraços,

Lucy disse...

Esse poema simples e que diz tanto da nossa insignificancia.

Somos o mundo...