terça-feira, 2 de outubro de 2012

Pensamentos ?


391783_301041199916002_100000303744148_1043838_24145462_n_large

Somos um todo de difícil leitura.
Consoante a situação, apenas um pedacinho de nós é compreensível.
E, mesmo assim, sempre filtrados pela subjectividade alheia.
Como se já não bastasse a complexidade inerente ao ser humano, ainda carregamos com as nossas especificidades.
A unicidade é onde desembocamos, definindo-nos.
Somos especiais e irrepetíveis.
Em tudo.
No aspecto físico, nos pensamentos, sentimentos e nas tribulações e felicidades emocionais.
As nossas peculiaridades traduzem-se em atitudes, em gostos, em características que, apesar de se poderem enquadrar em grupos, contêm sempre o encanto do raro.
E o conhecimento deste todo revela-se tarefa incompleta, sempre em construção.
Acresce a tudo isto o facto da mudança ser a constante da nossa vida.
Com todas estas condicionantes, não surpreende que a auto crítica, o auto conhecimento sejam quase tão deficientes quanto as opiniões que dos outros fazemos.


29 comentários:

edumanes disse...

Pensamentos perigosos
Causadores da guerra
Com sistemas engenhosos
Tentam remexer a terra!

Mentes falhadas
Inteligências fanáticas
Das leis apressadas
Defeituosas práticas!

Mudanças desastrosas
Governos incompetentes
Manobras perigosas
Populações descontentes!

Boa terça-feira para você,
amiga Pérola.

Você se escondeu
Ou se perdeu num labirinto
Será que adormeceu?
Quero-a ver feliz e sorrindo!






lena disse...

Olá Perola.
É uma grande verdade. Gostei muito do texto e da forma como explica a complexidade do ser humano.
Beijinhos grandes.

PinUp Me disse...

Essa imagem está na muge!

Daniela Filipa disse...

Imagem fixe
texto excelente
bjs

Arco Iris disse...

É bem complicado o Ser Humano e difícil de entender certos comportamentos.
Bjs :))

Tétisq disse...

O outro, é sempre uma surpresa!*

Ovelha Flor Guerreira disse...

Gosto da frase e concordo plenamente!

✿ chica disse...

Muito legal,Pérola!!Gostei de ler!beijos,chica

AC disse...

Somos únicos, especiais e temos a capacidade de sobreviver às maiores dificuldades, adapta-mo-nos a tudo e resistimos que nem heróis.

Tens o dom da escrita, sabias..

Ritinha disse...

TEnho de concordar plenamente!

Alergia disse...

Concordo em pleno!
É óptimo que sejamos todos diferentes, entre iguais!
Beijito, pensadora! :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Creio que às vezes nos fazemos mais complicados do que realmente somos...
Excelente o texto

Mona Lisa disse...

Somos seres humanos únicos e como tal, com diferente modo de pensar e de agir.

Um texto para ler e reflectir!

Beijos.

manuela barroso disse...

Sempre perspicaz, atenta e oportuna.
Adorei, Pérola.
Mudança é quase sofrimento.
Ás vezes é imprescindível.
E sorri na folha onde escreveste!
Muitos beijinhos

Cláudia disse...

Não te preocupes minha querida...
Ainda vou andando bem =)
Ou relativamente bem...

Beijocas

Laiali Safa disse...

Belo texto!
Ei, encontrei teu blog por acaso na internet e amei tudo aqui! O layout é um charme, e você escreve muito bem, parabéns!
O meu blog vai fazer 3 anos daqui a alguns meses e eu tô com uma meta de 2mil seguidores antes dessa data. Será que eu posso contar com você pra isso? Dá uma olhada, se gostar, vou adorar te ter como seguidora!!
Te espero lá, ok?
Bjinhoss
http://laialisafa.blogspot.com/

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

É mesmo isso...cada ser é um ser com as suas particularidades, ninguém é metade do outro.
Um texto muito profundo.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Patrícia disse...

Perola,esse layout está muito lindo e chique, adorei os perolados...tudo a ver com vc
E seu texto mais uma vez uma obra -prima
Beijos

António disse...

Muito bom este pensamento.

Apenas um pedacinho de nós é compreensível...


Bj!

Maria D Roque disse...

Eu ainda ando numa de pensar pouco, mas penso que concordo plenamente.

Opinante disse...

Obrigado por me fazeres pensar :)

CV Love disse...

Que frase tão actual!

Helena disse...

Gostei. Sobretudo quando referes o conhecimento como algo incompleto e em permanente construção. E se isso acontece em relação a nós próprios, sobre aquilo que achamos que sabemos e conhecemos em nós, que dizer então sobre aquilo que achamos que sabemos e conhecemos dos outros? Gostei da tua resposta :) Beijinho*

DanielaFilipa disse...

oh muito obrigada :)
já agora podias visitar a minha nova página de Acessórios e meter gosto? :) . Obrigada

http://www.facebook.com/pages/Paradise-Acessories/372651636145947?ref=hl

Miúda disse...

Concordo...
(um a parte... sou a nº300 dos teus seguidores :))

Kapikua disse...

eu aprecio essa unicidade, e aprecio a busca constante e infrutífera de nos tornarmos melhores!

Beijo grande

Lídia Borges disse...


Sem dúvida, uma excelente reflexão.
A mudança gera angústias, obriga a cortar com as rotinas o que se traduz num inevitável progresso. Mas o ser humano precisa de tempo para se adaptar. Quando as mudanças acontecem em turbilhão em vez de causarem evolução podem levar à estagnação. Ser "ágil" nas mudanças é, de um certo modo, uma demonstração de poder.

Lídia

O Blog da S. disse...

Gostei mt deste texto, Pérola.

Realmente o melhor que temos a fazer perante as adversidades, é conseguir uma mudança especialmente interna, que nos fortaleça para cada embate.

Bjs e bom fdsemana.

Farruskinha disse...

Concordo, somos seres únicos cada um com as suas especificidades :P