sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

- Não Chores ! ! !





Lá fora as nuvens prometem lágrimas sofridas.
- Não saias ! Fica aqui !

Palavras inesperadas ferem-te fragilidades.
- Não ouças ! Nada esperes !

Vestes tristezas desnecessárias.
- Desnuda-te ! Contempla a tua beleza crua !

O Mundo conspira contra ti,
isola-te em redoma de sombras.
- Não chores !

- Vem !
Aninha-te no meu colo,
deixa que beije os teus cabelos,
te diga como és única.

Recolhe a chuva,
faz uma dança enfeitiçada.

Reúne as palavras,
escreve os mais belos versos de amor.

Alegra-te por ti,
sem outros,
com sorrisos abotoados.

Abraça o Universo,
semeia nele as estrelas dos teus olhos,
torna-te em bússola de uso exclusivo.

- Não chores, minha querida !
Tu és o principio e fim de ti.



19 comentários:

José Carlos Sant Anna disse...

Há sempre muita delicadeza no que escreves, Pérola. Este diálogo enternecido, encorajador diz tanto e sugere também. É sempre um tapete voador.
Beijo!

Cidália Ferreira disse...

Boa noite Pérola

Lindo demais! Fiquei sem palavras.

SOBERBO

Bom fim de semana

Beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Mira disse...

Pérola, cada pessoa é um mundo e
insubestituível, mas suas palavras
também são belas, com vida e únicas
beijos

Crocheteando...momentos! disse...

Senti-me protegida ao ler esse belo poema... e não chorei!!!

Mona Lisa disse...

Belo poema de uma delicadeza e ternura ímpares.

Beijinhos.

eduardo maria nunes disse...

Escreve os mais belos versos de amor,
Porque choras tu, mulher apaixonada
Com esse teu delicado perfil encantador
De pura beleza, numa dança enfeitiçada!

Está mesmo muito lindo.
Que assim seja o teu fim de semana.
Para ti um beijo amiga Pérola,
Quem é sincero não engana.
Eduardo.

emanuel moura disse...

Lagrimas derramadas que o amor tanto cura ,beijinhos Perola

M D Roque disse...

Um sorriso e uma lágrima. Beijo

Inês Santos disse...

Sem dúvida alguma!
Beijo* e obrigada pela visita :)

Francisco disse...

E, o quanto tem chovido nestes últimos dias :D

Beijinhos

Laura Santos disse...

Gostei muito do poema e da imagem também.
xx

C. ♥ disse...

que palavras tão bonitas!

Arco-Íris de Frida disse...

Que lindo Perola...
"principio e fim de ti"...

Beijos...

maria teresa disse...

Que suavidade neste poema em que se "pede": não chores!

Abracinho meu!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Palavras de esperança,
são para mim,
as mais valiosas...

Sonhar é voar com o coração...

Beatriz Bragança disse...

Querida Perola
De certeza que acabou com esse choro!
Um poema destes alegra ate a pessoa mais triste!
Muitos parabens.
Beijinho
Beatriz

PINTA ROXA disse...

Um bom domingo cheio de inspiração Perola.
beijos

Toninho disse...

Linda e estimuladora como dever ser nesta vida.
Há uma infinita de possibilidades para sermos felizes e viver a lamentar não leva a lugar algum.
Gostei.
Abraços.
Bjus

Maria Silva disse...

Lindo! o seu poema.
Talvez chorar nada resolva, mas resolve quando, adensando por momentos, ajuda o extravasar de um sentimento contido...
E chorar o fim de cada um de nós é, em si mesmo, a mais vã das tarefas e só outros a devem chorar.
Aí - isso consola.
Parabéns por seus poemas ligados ao mundo de todos os dias...