domingo, 16 de fevereiro de 2014

Quem sabe ?


Semente nua,
lançada ao vento,
com delírios de raiz.

Não !

Sou apenas mulher,
fruto do acaso
ou de desejos irreflectidos.

Quem sabe?

Nua me sinto.
Semente serei.
Fruto que amadurece em sóis passageiros.

Procuro véus que me cubram,
adornos que me embelezem,
a essência que despudoradamente reclama.

Inquieta, ao sabor do vento,
tenho as dúvidas como amigas,
a incompletude como leito.

Sou pó cósmico,
respiro existência de sentido incerto,
desapareço-me em mim.

E o sopro desta brisa,
que me faz sonhar,
deita-me entre mantos transparentes.

De silhueta definida,
continuo nua,
de interiores  vazios . . . à espera.





28 comentários:

Francisco disse...

Muito bom mesmo :)

Beijinhos e boa semana :)

Jorge disse...

Uma só palavra, espectacular!
Beijinho e uma optima semana é o que te desejo!
:)))

Cidália Ferreira disse...

Parabéns!
SOBERBO.

Beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

emanuel moura disse...

Sempre maravilhosa ,muitos beijinhos Perola

Maria disse...

Querida Pérola boa noite!
No meu cantinho tenho festa de aniversário do blogue com sorteio e novidades, convido-a a ir até lá !!!
Beijinhos
Maria

Laura Santos disse...

Muito bom! A verdade é que sentir-nos-emos sempre nuas perante o mundo.
xx

Canto da Boca disse...

A nudez, quiçá, seja um estado de espírito...(?)

Beijo!

;))

Bia Hain disse...

Um poema forte que revela boa dose de autoconhecimento. Um abraço!

✿⊱Lilasesazuis✿⊱by Lígia✿⊱ disse...

Que versos lindos, que definem a essência feminina!!

Amei, amei!

beijinhos,

Lígia e =^.^=

Arco-Íris de Frida disse...

De interiores vazios...a espera...

As vezes me sinto assim...

Sónia TM disse...

Quem sabe...
Muito Bom

Sónia
Taras e Manias

Arco Iris disse...

Muito Bom !....
"De silhueta definida,
continuo nua,
de interiores vazios...à espera"

Beijinhos
:)

Crocheteando...momentos! disse...

E o sopro deste poema me faz sentir bem nua...na arte de bem escrever! Bj

Bell disse...

Ninguém imagina a força de uma mulher, ela se refaz com tanta delicadeza e sutileza que brilha.

bjokas =)

São disse...

Ser "pó cósmico" é ter a certeza de que pertenceremos sempre ao Universo....

Beijufas

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Muito bom!

Beatriz Bragança disse...

Querida Perola
Um magnifico e poetico acto de filosofar!
Gostei imenso.
Muitos parabens .
Beijinho
Beatriz

Omar enletrasarte disse...

desvanecerse en la espera
bonito poema
saludos

José Carlos Sant Anna disse...

Parece uma verdade assumida, este conhecimento que o sujeito faz de si mesmo, mas o seria mesmo? Ou a revelação é um modo de incitação ao Outro?
Beijos, Pérola!

maria madeira disse...

Fiquei presa no pronome pessoal riscado duas vezes...

Uma boa semana, Pérola.

Maria Umbelina disse...

É verdade!
Um belo texto :)

Algodão Tão Doce disse...

Olá amiga,vim retribuir sua carinhosa visita ao meu cantinho.
Fiquei feliz por seguir-me!!!
Obrigada,volte sempre e pegue o meu selinho de agradecimento!

Beijos Marie.

Nikita disse...

Sublime!
Parabéns por tão belas palavras ;)


Beijo grande

Cláudia disse...

Mais um muito giro... Para não variar =)
Não tarda vem aí mais um livro =)

Beijocas

Brisa Petala disse...

OI QUERIDA AMIGA
Espetacular maravilhoso poema.
Passando para te desejar uma semana super alegre.
_Boa Noite!!!.................
" O TEMPO " Somente ele, se encarrega de por tudo no lugar! Enquanto isso, paciência e sabedoria, são as palavras de ordem!...Com carinho
Ana

Lídia Borges disse...


"desapareço-me em mim"... Vale um poema!

Beijo

Maria Silva disse...

Estar nu perante os outros não compensa. mas ter a arte de desnudar-se em poesia não é para todos.
Deixo beijinho.

Mona Lisa disse...

Excelente e melancólico poema.

...continuo nua,
de interiores vazios...à espera.

Beijinhos.