terça-feira, 18 de março de 2014

No Ir e no Vir da Dúvida



E Ele veio . . . 
Ou eu fui . . .
O seu sorriso misturava-se com o odor do Sol
iluminando-se de cheiros marinhos.
As suas palavras eram-me doce irresistível.
No seu jeito desaprumado lia-lhe a ternura expectante.
Veio e nem queria ficar . . .
Ou eu fui e não queria voltar.
Desencontros em encontros 
de transparências 
guardadas em caixa de tesouro.

Como quem não quer nada
marotou e roubou-me um beijo.
Ou talvez lho tenha oferecido,
com pedido desajeitado.

Foi, mas voltou.
Ou voltei eu.
Já nem sei.
O seu corpo pedia mais,
nas suas mãos me deixei ir.
Entreguei-me à viagem onde Ele era piloto.
Disfrutei de cada centímetro palmilhado,
de cada suspiro revelado.
Atreveu-se na ousadia de trilhos inexplorados.

Permitiu-me ser rainha,
flor no seu jardim abandonado.
Ficaram as cinzas deste fogo 
que ainda me abrasa.

Veio . . . 
Ou fui . . .
Quedo-me na loucura do desejo.
Envolta em desassossegos,
na dúvida fantasma.

Recordo (-te/-me).
Quero que venhas.
Porque tardas ?
Ou tardarei eu ?




26 comentários:

manuela barroso disse...

E também nesta linda poesia, és a rainha das palavras no fogo de sentimentos.
Belo.
Beijinhos, querida PÉROLA

heretico disse...

ir e vir... nas ondas do Desejo.

de uma sensualidade doce e fremente.

gosto.

beijo

Flor de Maracujá disse...

Adoro, que lindo! :)
Beijinhooo*
www.flordemaracuja.pt

Maria Silva disse...

Lindo, Pérola.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Nos encontros e desencontros do amor, a dúvida impera. Mas não resta dúvida de que é amor.
Lindo, Pérola!
Beijos,
Renata

Thais Terra disse...

Lindo o texto!
Já estou te seguindo :)

http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

Não esqueça de se inscrever no sorteio em parceria com a Romwe!
http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/2014/03/sorteio-camiseta-preta-coco-made-me-do.html

Beijoos ;*

Maria Silva disse...

Ir ou vir...
que importa, se o que une esses dois extremos contiverem idêntico sentimento?... ainda que imbuído de sensação reconhecida como sã, natural?...
Nihil obstat

FireHead disse...

Poderoso... e cheio de sentido/sentimento. Preciso de escrever algo assim também. :)

Beijinhos.

Crocheteando...momentos! disse...

Em encontros e (des)encontros...o fogão da paixão! Bj

Nal Pontes disse...

Oi Perola, vi seu comentário lá no meu cantinho, o gloogle tem pregado peças na gente, eu também tenho tentado seguir alguns blogs mais não tenho conseguindo, tentei um novo caminho criando uma nova conta no yahoo e consegui, só não consegui colar foto ou imagem. Lindo o seu cantinho cheio de inspiração e paixão. bjsss

wcastanheira disse...

Um mimo, bem quentinho, gosto deste tipo de leitura q move meu instinto, move minha imaginação, adorei e por isso dxo pra vc beijinhos e beijinhosssssssss

Marta Vinhais disse...

O amor vive-se...com desejo que nos completa e assusta ao mesmo tempo...
Mas vivemos intensmente...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

© Piedade Araújo Sol disse...

apaixonado e sensual.

quase, uma declaração de amor.

beijo

:)

lia disse...

Lido poema que retrata nossoas vivências do amor. Apareça no lialendoavida. Abraço carinhoso.

eduardo maria nunes disse...

No ir e no vir das dúvidas!
Dessa grande paixão louca
São as tuas ideias muitas
Das quais uma ou a outra
Ou então todas juntas...

Um beijo para ti amiga Pérola.
Eduardo.

Liza Leal disse...

Entre tantas idas e vindas,
alguns passos ficam, de modo que, em palavras não cabem.

bjok
L.L.

silvioafonso disse...

.

Fechei os olhos e deixei
os sonhos me levarem...
Beijos, Pérola. Adorei.



.

Felisberto Junior disse...

Olá, Bom dia, Pérola
sim, lindo...
... as dúvidas são tão diversas
quanto os graus de complexidade das pessoas.... o que não tínhamos dado importância
em outras ocasiões pode crescer ou pode não ter acontecido nada aparentemente
fora do comum, mas os nossos pensamentos, de forma quase imperceptível,
começarão a questionar o que a outra pessoa fez ou deixou
de fazer, o que nós queríamos que tivesse feito, o que achamos que
tinha que ter acontecido, o que o outro pode estar pensando, quem veio, quem foi...importante que , as duas pessoas, ainda
partilhem o essencial do amor e o desejo de , nesses encontros e desencontros, tentar ir ao melhor do amor , antes que seja tarde demais..
Obrigado,belo dia, beijos!.

Laura Santos disse...

A vida é tanto encontro e desencontro, tanta cinza para recolher e tanto novo fogo essencial para fazer.
Belíssimo poema!
xx

Dilmar Gomes disse...

Pérola, a leitura do teu poema veio a calhar nesta nesta tarde Porto Alegrense, chuvosa.
Um abraço.

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
Revela método,estar na dúvida!
Mas...parece-me que,por fim, tudo ficou bem resolvido...
Muitos parabéns por este espectacular poema.
Muitos e muitos parabéns.Gostei imenso.
Beijinho
Beatriz

José Carlos Sant Anna disse...

Há tantos desencontros pela vida, já dizia Vinícius. Mas não se pode falar em desencontros aqui, não faltou calor... Fora o fingimento amoroso, a dúvida de entregar-se à emoção ou à razão.
Beijo, Pérola!

emanuel moura disse...

Entre encontros e desencontros de paixões e amores reinara os mais belos sentimentos do nosso coraçao,beijinhos Perola

Mona Lisa disse...

Escaldante!Intenso!

Beijinhos.

Parapeito disse...

gostei, gostei...Ir ou vir o que importa mesmo é o caminho que o coração faz...
brisas doces*

Cláudia disse...

A sério, que bonito =)

Beijocas