terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Como uma borboleta



Sopras o desejo nesse olhar,
vergando-me com o silêncio
das tuas palavras.

Sou embarcação
com borboletas no porão,
ou serei apenas rapariga
com impressões na barriga?

Vês?
Até me fazes rimar
na vibração da tua respiração
que me deixa à deriva, 
por aí,
onde tu moras
e me encontras.

Nesse mar de margens distantes,
na baía calma que me chama.

Tremo,
arrepio-me,
cerro os olhos,
em disfarce de quietação
pois sei que me soprarás,
outra vez.

Deixas-me entrar no vapor,
no chão da neblina,
o teu olhar de desejo,
onde navego
 e me sou.




40 comentários:

Francisco disse...

Adorei :)

Beijinhos e Bom ano 2015

Andreia Morais disse...

Que lindo! Já está na lista dos meus favoritos.

r: Sem dúvida, concordo contigo.
Sabe tão bem recordar determinados momentos

Beijinhos*

Cidália Ferreira disse...

Que poema bonito!!
Parabéns Pérola

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Alex disse...

Feliz 2015 para ti com tudo de bom!

Elvira Carvalho disse...

UM poema muito bonito.
Um abraço

Isa Sá disse...

Lindo poema!

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogdpot.pt

Dilmar Gomes disse...

Poema bem feito. Agradeço aqui tua visita lá no meu modesto espaço. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma lindo dia.

José Ramón disse...

Lindo Poema ¡Feliz año 2015!

Laura Santos disse...

Uma borboleta sempre ao sabor dessa aragem , desse sopro de quem se ama.
A beleza da fragilidade.
xx

Bell disse...

Natureza e amor uma combinação mai que perfeita =)

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Perolá.
Muito lindo, uma feliz semana.
Beijos.

Opinante disse...

Sempre com palavras mágicas!

Crocheteando...momentos! disse...

E eu que adoro borboletas...navegaria nessa nau...ao som da sua poesia!!!
Bj amigo

Arco-Iris disse...

Mais um lindo Poema.
Beijinhos

Carpe diem to me disse...

Muito bonito, Pérola!
Parabéns!

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, todos os momentos são para serem recordas com finalidades diferentes uns dos outros.
Lindo poema que encaixa na perfeição.
AG

José Carlos Sant Anna disse...

A aragem, os teus ares
serpenteando mares
corre como um rio
no seu leito
uma florzinha no mato
uma nesga de sol
parábolas da vida
do frio no seu eito...

Beijos, Pérola!

Zulmira Romariz disse...

Começamos o ano inspiradas, do baú da
Pérola só saem preciosidades, beijo
amiga

emanuel moura disse...

Que belo momento de inspiraçao poetica ,uma preciosa perola nesse mar imenso ,muitos beijinhos amiga Perola.

Edumanes disse...

Sopra o desejo nesse teu lindo olhar,
não te afastes da costa, Pérola
tem cuidado com as ondas do mar
seja feliz a viajar nessa caravela!

Um beijo.

ReltiH disse...

SIEMPRE TUS PENSAMIENTOS TAN BELLOS...!!!
BESOS

Algodão Tão Doce disse...


A grandeza dos amigos são como as flores raras: sua magnitude fica para sempre.
(Cristina Beloni)
Obrigada por compartilhar comigo este 2º aniversário do blog Algodão Tão Doce !!!!
Um doce abraço, Marie.

bonequinha nota mil disse...

Que Bonito Pérola!Também escolheu muito bem a Foto! Desejo que o Senhor Jesus lhe dê um 2015 de Júbilo!Beijos e fique na Doce e Gloriosa Presença de Deus!

Pedro Coimbra disse...

Se o texto é muito bonito, a imagem é fantástica!

Alysson disse...

Quanta boniteza! Suas palavras têm gostinho de amor desabrochando. E não tem nada mais sedutor que o flerte, o amor recém-iniciado... Se apaixonar é bom demais! Que seja ele, por ele e pra ele enquanto possível for.

Forte abraço,
Alysson

Andreia Morais disse...

r: Agora deixaste-me completamente sem palavras! Muito, muito obrigada, de coração *.*

Beijinhos*

Mona Lisa disse...

Borboletas que esvoaçam no teu coração...

Excelente poema.

Beijinhos.

Bergilde disse...

Como sempre muito intensos os teus versos Pérola,belíssima poesia!
Abraço fraterno retornando ao blogspot neste 2015!

PAULO TAMBURRO. disse...

PÉROLA,

onde você encontra tanta inspiração para a cada novo poema superar-se.

Parabéns!!!

E a propósito,
quer saber o que Platão pensava o que era o ser humano?

Vai ficar surpreso, la no nosso blogue FRAGMENTOS AO ACASO.

Um abração carioca do PAULO TAMBURRO

Guaraciaba Perides disse...

Há uma linda rosa rubra no porto de tão lindo barco...
um abraço

Agostinho disse...

O namoro sempre presente
em neblinas de calmaria
onde borbulham as cores
das borboletas da paixão.

Nequéren Reis disse...

Poema maravilhoso amei, Novo vídeo:
https://www.youtube.com/user/NekitaReis/channels
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, Se tudo mudou eu abro as velas da embarcação na esperança que pela manhã avistarei o porto onde Te encontrarei.
O poema é lindissimo.
AG

Existe Sempre Um Lugar disse...

Votei porque li este comentário num outro blog, "Deve ser esta a razão do meu desencanto e desalento: matei a criança que houve em mim." isto é o máximo da desmotivação, tem que ultrapassar a desmotivação e com luta,percorrer o caminho para a felicidade que está logo ali, está a vê-la?
AG

Andreia Morais disse...

r: Acredito que sim. O medo pode não desaparecer completamente (o que por um lado acho benéfico), mas acabamos por sentir que já não nos impede de saltar

Beijinhos*

Graça Pires disse...

Um poema tão colorido como as borboletas...
Beijo.

Labirinto de Emoções disse...

Olá Perola
O poema é lindo, como alias são todos os que escreves..:-)))
Aquele veleiro, com borboletas não podia ser melhor ilustração.
Bom Ano de 2015
Beijinho grande
Teresa

casa de fifia disse...

Ola querida perola
Você escreve muito bem usa as palavras com muita propriedade.
Parabéns .

Baci

Cantini Nath disse...

Lindas poesias... estão cada dia mais bonitas!
Beijocas, Nath

EU disse...

O amor é uma borboleta. Por isso devia deixar-se esvoaçar e manter o seu colorido...
Bjo :) :)