quarta-feira, 24 de abril de 2013

Do Conflito



Quando a tristeza surge.
Fruto dos 'não sei', das batalhas invisíveis travadas na intimidade do 'eu'.
Algumas vezes, os acontecimentos externos, outras pessoas têm esse poder: 
de nos desacomodar, fazer-nos sentir desconfortáveis, connosco, com os outros, com o universo.
Noutras ocasiões, crescem insatisfações mais ou menos íntrinsecas. Pessoais, dilemas internos que podem destruir.
De qualquer das formas, a inquietação aproxima-se, quer tornar-se companheira, amiga, quiça.
Destes conflitos o desassossego gerado, usa de procuração passada pelo verbo Deprimir, dá a mão à melancolia.
Este é caminho desaconselhado, porém faz-se presente na vida de cada humano. Independente de vontades, situações económicas, sociais, políticas ou de níveis avançados de (auto) conhecimento e até de sabedoria.
Sendo a tristeza, o conflito, certezas na existência humana restam-nos o uso de armas para o debelarmos, se o assim o quisermos.
A vontade é algo que assume importância extrema.
Pessoas há que optam por deixar fluir esse desacomodo e permitir que a 'Vida' se encarregue de mudar o sentir . . . ou não . . . perpetuando a dor. Acolhem-se na guerra e a infelicidade torna-se a sua realidade.
Já outros humanos,  mais aguerridos, lançam mão de toda e qualquer ferramenta que julguem ser útil.
Vestem o otimismo, empunham o querer da mudança com olhos postos na acalmia, assumem indiferença às dentadas do sofrimento, revoltam-se intentando ruturas imprescindíveis na sua essência, buscam afetos e amigos que os conduzam a novo ciclo: Sem Conflitos !


11 comentários:

Lilá(s) disse...

Faço parte do grupo dos dois últimos parágrafos, não sei é até quando...
Bjs

Pepa disse...

Gostei imenso do texto :)

Francisco disse...

Fantástico :)

Beijinhos

Maria disse...

E esse desassossego que nos desassossega é tão intrínseco em nós que quero acreditar que nos faz crescer...como sempre muito bom passar por aqui!
Bjs
Maria

Jovem $0nhador@ disse...

Adoro ler os teus textos =)

JP disse...

Olá Pérola,
Mudar é uma palavra otimista...de triste para sorridente. De inquietação e desassossego para quietude e acalmia. De melancolia e solidão para alegria e vida....

Não custa.

Beijo

NADJINHA disse...

Olá queridinha...muito bom o texto!!!Estou dando uma passadinha pelo CVC do amigo Dado... visita cumprida..adorei ter vindo aqui !!!!!Beijokinhas e te convido para fazer uma visitinha no meu Fantasia de Amor..com um poema mega caliente da amiga Kelly te espero em kkkkk
http://fantasiadeamor.zip.net/

Caminhante disse...

Sorrir muito para afastar a tristeza :)
Beijinhos

Vivi disse...

Adoro os teus texto, mais um que me deixou extasiada.
Poderoso.
Bjs
Vivi

aflores disse...

Tento evitar algumas pessoas e alguns conflitos.

:)

Tudo de bom.


Mona Lisa disse...

Há dores e melancolias que se sobrepõem à vontade...

Beijinhos.