segunda-feira, 1 de abril de 2013

PEDIDO



Cala-me com o sabor do teu beijo.
Silencia-me no calor do teu corpo.
Emudece-me no teu abraço feito fortaleza.

Não permitas que o meu grito acorde as sombras.

Extingue-me o fogo que me quer consumir.
Apaga-me as chamas que teimam em me acariciar.
Cessa-me o incêndio ardente que me desnuda.

Não deixes que me inflame no ardor da nostalgia.

Vem!
Quero abandonar-me no teu colo morno.
Banhar-me no perfume de ti.
Fechar os olhos e perder-me contigo.

Chega-te a mim e...Cala-me!

17 comentários:

Benedita disse...

Maravilhoso!

JP disse...

Bonito, forte e intenso. Não precisas de avisos, afinal.....:)))

Nâo permitas tu que o teu grito acorde qualquer sombra......

Beijo

Mia96 disse...

Um sonho :)

dreams disse...

Espero que tenhas passado uma boa páscoa:) Boa semaninha!! Beijinhos.

Lilá(s) disse...

Sintoma primaveril! gostei
Bjs

marina disse...

E que bom que é ...Obrigada
Beijinho

✿ chica disse...

Muito lindo,Pérola! beijos,chica

Cláudia disse...

Muito bom!

Beijocas

Jovem $0nhador@ disse...

Que lindo texto! Adorei!

Opinante disse...

Muito bonito!!

Irina disse...

Convido-te a visitares:

http://aportuguesinha2013.blogspot.pt/



https://www.facebook.com/#!/aportuguesinha2013

Menina Pétalas

Arco Iris disse...

Lindo e muito profundo.
Beijinhos

apenas umas letras disse...

Olá Poetisa. como é que vai isso?

lindas palavras, muito românticas.

beijos e um abraço, conforme tu mereces.

LUZ disse...

Olá, Pérola!

Palavras para quê?
Os desejos, os pedidos, estão todos no seu poema.

Apagar um fogo interno e externo é revigorante e calmante. Que venha o "bombeiro"!

Adoro o vermelho. Comprei há dias uns sapatos semelhantes aos que estão no "Luzes e Luares", mas são abertos atrás.

Ocasiões especiais, requerem vestuário e calçado, fora do comum.

Obrigada pela visita.
Beijo da Luz.

PS: ando atarefadíssima com a escola, que recomeçou, hoje. Não sei se não terei de parar as publicações nos meus blogues, por uns tempinhos.
A questão não está em fazer e publicar os poemas, mas sim nos agradecimentos, que, logicamente, tenho e devo fazer a quem tanto me comenta.

Se assim acontecer, porei uma nota/aviso nos blogues.

Boa semana.

Margarida Alegria disse...

A beleza da poesia de que nunca nos desabituas!
Espero que tenhas tido uma boa Páscoa.
Estou finalmente (ou assim parece...) com a net mais funcional, a permitir postar alguma coisa, comentar aqui e ali e claro que não ia deixar de passar por esta ilha harmoniosa.
Um grande abraço!

Mona Lisa disse...

Quem resiste a um pedido desses?

Magnífico e intenso poema!

Um sonho!

Beijinhos.

Canca disse...

Belo poema!

Beijos