segunda-feira, 28 de abril de 2014

Nas folhas (do livro) da Vida




Por entre rabiscos
vou escrevendo vida.
Algumas vezes gatafunhada,
raros os momentos de grafia irrepreensível.

Deixo que o lápis registe
o que a borracha se envergonha de apagar.

Gosto de me folhear,
sentir nos dedos a deformação do papel
inúmeras vezes dedilhado.

Hoje quedei-me sobre o teu registo.
Foste um momento colorido,
linhas duma qualquer página de mim.

Passou.
Todavia sinto-lhe a falta.

Em folhas brancas,
 a existência persiste na continuação da escrita.
Mas, eu arrancaria um bom par delas
para voltar àquele instante e reescrever-te.

Fazes-me falta duma forma 
em que desconheço as possibilidades.

Gostaria de te ter em mais palavras:
no livro da minha vida!




39 comentários:

Lilá(s) disse...

Gostaria de rabiscar tão bem como tu...mas vou-te lendo, já compensa.
Bjs

mmm´s disse...

Parabéns pelo rabisco bem " desenhado".

✿ chica disse...

Demais de lindo e rever nossas páginas é boim, reescrevê-las, impossível! beijos,chica

Jorge disse...

Esta tua grafia foi irrepreensível...Gostei!
:)))

Eduardo Maria Nunes disse...

Nas folhas do livro da vida!
Escreveu inesquecível poema
Com versos de amor por Margarida
Farinha, escritos com uma pena!

Para ti amiga, um beijo.
Eduardo.

Francisco disse...

Muito bom :D

Beijinhos Grandes ;)

Luma Rosa disse...

Oi, Pérola!
No livro da vida, algumas páginas se destacam e são elas que dão sentido à nossa vida e nos fazem voltar aos momentos em que fomos mais felizes.
Boa semana!
Beijus,

la joie de vivre! disse...

que lindo!

Laura Santos disse...

Fica sempre , em algumas páginas da nossa vida , essa ideia de que faltaram palavras, mas às vezes nem faltaram. Trata-se apenas do nosso desejo de não querer encerrar essa história.
Muito bom, Pérola!
xx

Ivone disse...

Lindo, reminiscências de nossas vidas, tão bom poder escrever, adoro isso, escrever é dar vida aos pensamentos!
Abraços!

Kaka Stelê disse...

E escreve lindamente :)

Tô aqui curtindo as músicas do seu blog!!!

Um Super Beijo

Algodão Tão Doce disse...

O sol é para as flores o que os sorrisos são para a humanidade.(Joseph Addison)
Obrigada querida, pela visita carinhosa!
Um doce abraço, Marie.

ONG ALERTA disse...

Verdade todos escrevem seu próprio livro...
Beijo Lisette

Claudio Chamun disse...

Acho todos temos as palavras do nosso próprio livro.
Só precisamos traduzir em escrita.
Bjs

São disse...

Repito: gosto que aqui leio!

Bons sonhos

Cidália Ferreira disse...

Bom dia


Que nunca te faltem as palavras, pois escreves muito bem.Parabéns.

Beijinhos e dia feliz

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Cidália Ferreira disse...

Bom dia


Que nunca te faltem as palavras, pois escreves muito bem.Parabéns.

Beijinhos e dia feliz

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Sónia M. disse...

Muito belo, Pérola.

Beijinhos.

Crocheteando...momentos! disse...

Uma excelente página da VIDA!!!

Elisabete disse...

No livro da vida, estão todas as nossas experiências, sensações...
Um beijo

Ives disse...

As palavras divinas correm livremente no papel, e ao apagar, apagamos o que brilharia! abraços

Opinante disse...

Maravilhoso!

Bergilde disse...

'Rabiscos' realmente profundos e intensos,escrevendo em versos aquilo que diz o coração.
Bom dia!

Cláudia disse...

Nos últimos tempos o meu livro deixou de ser escrito... Oh vida aborrecida.

Bom texto.
Beijocas

Bell disse...

O gostoso da vida, é que podemos desenhar, escrever e depois folhear cada capitulo.
Tudo são lembranças e aprendizados.

bjokas =)

Ricardo- águialivre disse...

Rabiscos em palavras sábias, que originam um poema muito bonito

Deixo abraço
********************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

emanuel moura disse...

Sempre maravilhosa querida Perola ,palavras escritas que ganham vida ,muitos beijinhos

Mona Lisa disse...

Rabiscaste com mestria o livro da vida que podia ser meu.

Beijinhos.

Andreia Morais disse...

A vida faz-me mesmo de riscos e gatafundos, porque é isso que nos ajuda a crescer.
Adoro mesmo o que escreves!

Beijinhos*

M D Roque disse...

Arrependimento é uma palavra amarga, mas que faz parte dos dias do nosso tempo.. é o aléf, o mem e o tav das nossas escolhas.
Beijo e adorei ler. Aliás, adoro sempre. ;)

Dorli disse...

Oi Pérola,
Todos temos um livro da vida para rabiscar, mas ninguém consegue rabiscá-lo tão bem quanto você.
Beijos
Lua Singular

Marta Vinhais disse...

Mas continua-se a rabiscar-se, a encontrar formas de viver...
Por entre os momentos em que tudo sorriu...em que tudo era diferente...numa viagem que nunca será esquecida.
Lindo....
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Malu Silva disse...

E assim vamos rabiscando, anotando, fazendo grandes ou pequenos apontamentos no livro da nossa vida...
Lindo! Eu levo!!!

Andreia Morais disse...

Muito, muito obrigada!

Sónia TM disse...

Lindo

Sónia
Taras e Manias

Maria disse...

Sinto a tua escrita crescer e crescer...:))
Bjs
Maria

José Carlos Sant Anna disse...

Rabiscar, escrever, grafar. É experiência única. É preciso estar atento para não deixar escapar nada, mas se nos escapa inventamos, transfiguramos e, na invenção, devolvemos a vida tal qual poderia ter sido e o foi de tal maneira que o outro a apreende como se verdadeira, como se real, se na transfiguração a tornamos verossímil, tal como o fizestes aqui e agora.
Beijos, Pérola!

Maria Silva disse...

Hoje não te sei dizer porquê... Nem tento.
Simplesmente, gosto.
maria

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
O desejo que expressa é bastante compreensível!
Ninguém é totalmente irrepreensível! Mas a sua vida é muito poética e os seus escritos alegram as almas de quem os lê.
Parabéns.
Um beijinho
Beatriz