segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Quero . . .



Quero despir esta pele de outras modas,
matar essa vida
para,
logo de seguida,
renascer noutra a estrear.


Já não me quero assim,
de silhueta deformada
na erosão de tanta maré.


Morre-se tantas vezes,
ressuscita-se outras tantas
menos uma,
quantas ainda terei?

Cansada de me ser,
por vazios só meus me extingo,
anseio por outro reflexo
no espelho do 'eu'.



Que venham os prazeres culpados,
brancas sejam as páginas
neste mar
que volta a encher.

Quero ser o primeiro olhar
pela orvalhada da madrugada,
deslumbrado na inocência do novo,
com cores de promessas
de dia inteiro por ser.

Quero apagar-me
para, 
no instante seguinte,
me voltar a escrever
por rumos de felicidade,
sem passado,
de futuro feito.


42 comentários:

Cláudia disse...

Gostei apesar de ser forte!

Beijocas

Cidália Ferreira disse...

Forte mais muito belo. Amei

Um beijinho

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Marcos Satoru Kawanami disse...

interessante pensamento.

Branca disse...

Sempre bom ter a possibilidade de recomeçar.
Um abraço!

Mariangela disse...

A cada dia um novo recomeço.Buscando sempre!
Lindo!
Beijos,
Mariangela

emanuel moura disse...

Maravilhoso querer querida amiga Perola ,muitos beijinhos

José Carlos Sant Anna disse...

Há sempre um querer que nos inunda. Sempre um desejo de abrir novas portas, um novo caminho. O homem é sempre esse grão de trigo no meio da seara da terra... Dentro da sua vida há sempre outra oculta...
Beijos, Pérola!

Santa Cruz disse...

Pérola: Muito lindo apesar de ser bastante forte mas amiga há sempre uma primeira vez para começar tudo de novo.
Beijos
Santa Cruz

Bandys disse...

Li e me deitei na alma pra refletir.
Embora intenso é de uma beleza sem igual.

beijos

Teresinha disse...

Forte, intenso... comentaram.
Eu achei sublime!
Às vezes apetece isso tudo... felizmente muito poucas vezes!
Bj

Crocheteando...momentos! disse...

Como sempre de uma apaixonante intensidade!!! Bj amigo

Maria Adeladia disse...

PÉROLA:Bem intenso o texto.Eu quero tantas coisas ainda, minha linda.Tudo a ver.Beijos e uma ótima semana.

Dorli disse...

Oi Pérola,
Forte reflexão
Beijos
Lua Singular

Anne Lieri disse...

Pérola, simplesmente linda sua poesia! Intensa, cheia de coração,adorei! bjs,

Agostinho disse...

E se o mudar de pele
for trocar a ganga pela lã
da noite para a manhã
o engano pode ser cruel.

A disse...

Mudar de pele por vezes faz falta :)

Francisco disse...

Um começo é sempre bom :)

Beijos

Andreia Morais disse...

Aos poucos vamos conseguindo mudar aquilo que não gostamos em nós. E quando isso acontece sentimos que vamos no caminho certo

r: Concordo, acho que o segredo de viajar são mesmo esses pormenores.
Que bom que é ler isso, até porque é o grande objetivo daquela rubrica. Dar-vos a conhecer os locais onde vou, mas sentindo que estão a viajar comigo

Beijinhos*

Nequéren Reis disse...

Poesia ótima bem declarada tenha uma semana abençoada.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola...os poetas passam por esse processo de angústia existencial. entretanto alguns já disseram que a maravilha da vida é ela ser vária em si mesma e de repente uma nova forma de viver se anuncia de forma inesperada , ao virar uma esquina ou no renascer de um dia...e nós mesmos..."os de ontem, já não somos os mesmos"...há muitas vivências em uma única vida.
Um abraço

Rosemildo Sales Furtado disse...

Alguns momentos de reflexão para uma autoanálise e, consequentemente, uma autovalorização é importante porque sempre nos induz a um novo começo. Belo poema.

Beijos,

Furtado.

Arco-Íris de Frida disse...

Tbm quero isso tudo... assim... desse jeitinho que escreveste...

Beijos...

Pedro Coimbra disse...

Uma nuvem passageira, Pérola.
Que, como na canção, com o vento se vai

Elvira Carvalho disse...

Um desejo comum ao resto da humanidade, embora poucos possuam o dom de o saber exprimir com tanta beleza.
Um abraço e tem post novo no Sexta.

Olinda Melo disse...


Uma coisa grandiosa essa de podermos reescrever a nossa história, de rectificar os nossos passos.

Belo!

Bj

Olinda

Mona Lisa disse...

Sei que custa, mas temos o dever de olharmos por nós e mudarmos o que ou quem nos faz mal.

A vida é feita de mudanças.

Magnífico poema!

Beijinhos.

Edna Patel disse...

Adoro e adoro os teus poemas :))

Bell disse...

Eu acho que o ser humano morre a cada desilusão, e renasce depois qdo se recupera.
Então morremos várias vezes e renascemos outras várias.

bjokas =)

Sónia TM disse...

E que sejamos felizes com tudo isso



Sónia
www.tarasemanias.pt

Omar enletrasarte disse...

ir, llegar al fin, volver a empezar
¡muy bueno!
saludos

Pretty in Pink disse...

Acho que é possivel reinventarmo-nos vezes e vezes sem conta até atingirmos a felicidade plena :)


Beijinho*

Denise disse...

Viver, morrer, renascer, para recomeçar, refazer, fazer diferente, talvez. Melhor? Só depende de nós. Muita paz!

Edumanes disse...

A essa pele queres despir,
porque pensas tu noutra nova
sejas muito feliz a sorrir
porque a vida é maravilhosa!

Um beijo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela poesia...Espectacular....
Cumprimetos

la joie de vivre! disse...

maravilhoso! :)

São disse...

e eu quero felicitar-te por mais um belo poema.

beijinhos e bom final de dia, linda :)

Suzana Martins disse...

Quero o poema forte,
o verso rasgado
e o beijo revelado.

Quero os versos em desatino.
Tuas palavras em minha derme.

Quero, apenas desejo!

Quero teu versar
só por um instante
sem medo do presente.

Quero teus prazeres culpados em mim!!

Pérola!! Seu poema é maravilhoso. E os versos foram saindo sem pretensão alguma. Tudo isso é a inquietude do versar!!

beijos querida!!

Fábio Murilo disse...

A cada dia morremos e renascemos outro, vamos nos aperfeiçoando, mudando de pele, a cada tentativa, a cada experiencia, no metamorfoseando iguais borboletas, de tristes casulos a arco-iris alados.

Marisa Costa disse...

r: A unica coisa que dispenso na vida de estudante é ter de acordar cedo :b
Mas vá aqui estou eu com as energias carregadas :b
Ahahahahahah "e aprende sobre a reprodução: talvez tenhas de a ensinar a algum giraço." Muito mais motivada :b

Andréa disse...

Olá Pérola,
obrigada pela visita ao meu blog, volte sempre!
Parabéns pelas poesias, gostei muito principalmente, A pegada do Tempo.


Bjs, ótima semana e sucessos sempre ♥

Marisa Giglio disse...

Pérola ,

Pois é , nascemos e morremos todos os dias .

Adorei o poema , como sempre .

Beijos

EU disse...

Sempre a eterna procura de uma outra casa para o nosso eu...
Belo, Pérola.
Meu bjo :)