domingo, 12 de outubro de 2014

Sem chave



Espreito!
Por essa fresta
que a falta de chave permite.

Adivinho-te os contornos,
sei-os de cor,
sinto-te a pele macia,
veludo que quero vestir.

Estás tão perto,
mas é como se 
todas  as fechaduras do mundo
se trancassem entre nós.

Como ladrão furtivo,
deito-te mais uma olhadela
pois se és irresistível!

Cobiço-te o jeito da mão no cabelo,
quero-a em mim.

Tenho saudades do corpo
contra o meu
em frenesim sem destino.

Quero beber dos teus lábios,
saciar-me no teu amor,
abandonar-me no teu olhar,
adormecer entrelaçada
em tuas pernas,
sentir o teu coração 
pulsando comigo.

De tanto querer,
de tanto te desejar,
tolda-se-me o olhar,
sou traída pela visão,
fazendo  um último pedido:
" que as portas se escancarem,
espreitar-te não me basta,
quero-te todo!"


37 comentários:

✿ chica disse...

Pequenas visões não bastam.... LINDO!!! bjs, tuuuuuuuuuuudo de bom,chica

Andreia Morais disse...

Quando não conseguimos ir por um caminho arranjamos forma de chegar até ao objetivo, nem que para isso tínhamos que andar às voltas. Nunca queremos só partes, queremos o todo.

Fantástico!

Beijinhos*

Elvira Carvalho disse...

Ops! E quem é que não quer o mesmo? Bonito poema.
Um abraço e bom Domingo
http://6feira.blogspot.pt/

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde
Brilhante poema de amor. Amei

Deixo votos de um excelente Domingo

Beijos
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Francisco disse...

Tanto Desejo num domingo só :D

adorei :)

Beijinhos

emanuel moura disse...

E maravilhoso querida amiga Perola ler os seus poemas ,um feliz Domingo cheio de paz e amor ,beijinhos

adaobraga disse...

Em outras épocas tu serias acoitada; em outros países tu serias apedrejada
Mas, aqui, entre nós, és admirada!

Daniel Costa disse...

O poema diz bem, porque não querer tudo, num todo?
Beijos

Nal Pontes disse...

Forte e apaixonado poema. Bjs

Beatriz Bragança disse...

Querida pérola
Belo prelúdio, a deixar adivinhar momentos de muita sensualidade!
As minhas felicitações.
Escrever,para si, não tem segredos!
Um beijinho
Beatriz

manuel marques Arroz disse...

Saudades daqui...

Bjos.

VITORNANI disse...

Pois é Pérola!
Lendo estes versos fui voltando aos meus 11 anos de idade, olhando pelo buraco da fechadura minha prima de 18.
Foi fantástico relembrar aqueles momentos!
Abraços e boa semana!
vitornani.blogspot.com

Mona Lisa disse...


Paixão, amor, desejo, saudade...neste escaldante e belo poema!

Beijinhos.

Mira disse...

É mesmo assim Pérola, ou tudo ou nada,
só ficar olhando não resolve, paixão
é fogo que arde sem se ver, como disse
a poetisa, muito bom, beijos amiga

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola...se realmente queres dizem que o Universo conspira a teu favor...
um abraço

Maria Silva disse...

É bom ler poemas que falam de amor, assim, nesta linguagem que se solta como uma corrente que rola para dentro de nós. Gosto dos seus poemas.
Gosto da singeleza do seu vocabulário que flui sem recalcamentos como água límpida de uma fonte de emoções.
maria

poesia de vieira calado disse...

Olá, boa noite!
Apetece dizer:
O que fazem os buracos das fechaduras!...

Saudações poéticas!

Pedro Coimbra disse...

O desejo em toda a sua intensidade
Boa semana
Beijinhos

Laine artes disse...

Oi Pérola que lindooooooooooo, demorei a vir visitar pois estava sem pc, mas agora cheguei e fiquei, beijinhos e uma ótima semana.

Andreia Morais disse...

r: Concordo contigo!

Beijinhos*

Bia Hain disse...

Lindo, sensual... uma fechadura sem chave parece um convite à espreita. Um abraço!

Bia Hain disse...

Lindo, sensual... uma fechadura sem chave parece um convite à espreita. Um abraço!

Dorli disse...

Oi Pérola,
Quem sou eu saber comentar sua poesia como merece. Você é uma escritora.
Obriga pelo carinho no meu blog. Não apeteceu ler a poesia da Mostragem poética?
Beijos no coração
Lua Singular

Crocheteando...momentos! disse...

Um poema carregado de desejo!!! Gostei! Bj

Pepi, Xixo, Juja, Jujuba disse...

Magnífico poema, Pérola
Agradeço a sua gentil visita
Te desejo uma abençoada semana.
Beijos de
Verena e Bichinhos

aflores disse...

Ó menina Pérola! Dizem que é feio espreitar pela fechadura.
Ai ai.
Por hoje estás perdoada. ;) :)

Tudo de bom.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, lindo poema, quando não se consegue o objectivo por caminhos direitos e fáceis, continua-se pelos caminhos mais difíceis a subir e a descer com curvas até conseguir, desistir é que não, "nunca."
AG
http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Pérola!

Tão perto e tão longe...Ou quando desejo e realidade se confundem...

Bonito!

Beijinhos e boa semana.
Vitor

Mariangela disse...

Oi Pérola, que lindo peoema.
E no amor vale a pena tentar outros caminhos...
Beijos,
Mariangela

Silenciosamente ouvindo... disse...

Uma poesia que eu gostei.
Desejo que se encontre bem.
Bj.
Irene Alves

Célia sousa disse...


Mesmo que seja através de um buraco de fechadura !
O amor não se escreve, desenha-se
com sensualidade e ternura...
e quando chega não bate á porta!
invade corações,não se explica nem
se entende!
Aceita-se!

Belo o teu poema...Bjs

Labirinto de Emoções disse...

Olá Pérola...
Não posso estar mais de acordo contigo... este poema diz tudo!
No Amor ou é TUDO ou nada...
Não sei ser Amiga pela metade nem Amar também pela metade..:-)))
Beijinho grande
Teresa

Filha do Rei disse...

Que lindo!! " que as portas se escancarem."
Tenha uma abençoada semana. Bjs

Manuel Luis disse...

Uma porta fechada! Quando uma porta se fecha, à outra que se abre.
Tenta bater numa porta azul.
Bj

Marisa Giglio disse...

Que paixão , Pérola ! Belo poema . Parabéns . Beijos

Agostinho disse...

A intensidade do desejo ao alcance de um olhar. Bem expresso neste poema.
Quem irá abrir a porta?

José Carlos Sant Anna disse...

Que belo enleio do olhar e da palavra poética criando uma atmosfera em que se planta o sonho para se colher auroras.
Beijos, Pérola!