terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Não !


Não!
Não quero ser grito sem eco,
vela sem mastro,
flor sem perfume.

Não!
Não quero ser preço sem valor,
laço sem presente
dor sem sentido.

Não!
Não quero ser estrela sem luz,
nuvem sem vento,
pérola sem ostra.

Não!
Não quero ser confusão sem clareza,
outono sem primavera,
poesia sem vida.



6 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Magnifico poema, concordo com todos os seus "Não".
Pérola, aproveito para lhe desejar um Natal muito feliz e um Ano Novo pleno de sonhos realizados, alegrias constantes, excelente saúde, e incontáveis momentos felizes.
Beijinhos
Maria

Cláudia disse...

Adoro!
Eu também não quero ser isso... Quero ser muito mais.

Beijocas

emanuel moura disse...

Tudo perfeito desde a imagem ao lindíssimo poema querida amiga, desejo-lhe um Santo e Feliz Natal para si e para todos quanto ama ,beijinhos felicidades

Cidália Ferreira disse...

Excelente! Parabéns

Festas felizes.

Beijinhos

Arte & Emoções disse...

Concordo perfeitamente! Sempre tem que haver algo que comprove a razão de ser. Belo e profundo.

Beijos, Feliz Natal e um Ano Novo com muito amor, saúde, paz e felicidades para ti e para os teus.

Furtado

Elvira Carvalho disse...

E faz muito bem. rsrs
Muito bonito o poema
Desejo-lhe um Santo e Feliz Natal.
A partir de amanhã, estarei fora e como não levo pc, não haverá visitas para ninguém.
Um abraço