domingo, 26 de fevereiro de 2017

de mim

Sou dona 
das águas,
de rios
e oceanos
onde te desaguas
de mansinho.

Sou rainha
de paralelos,
hemisférios
e litorais
de cada coordenada tua.

Sou baía
serena,
confluência de leitos,
encontro do teu mar,
da minha torrente,
ribeira a transbordar
em dias
de chuvas eternas.

Sou pérola
guardada
em profundezas
subtis,
abismo sem fim,
em que mergulhas
sem me ver.


Sou corpo imerso,
afogo na sede
de te receber.

9 comentários:

Jéssica Paiva disse...

Que lindo, amei o blog e segui***
http://omundodajesse.blogspot.pt/

emanuel moura disse...

Maravilhoso poema querida amiga, desejo-lhe um abençoado domingo, muitos beijinhos no coração

redonda disse...

Deve ser bom ser assim :)

um beijinho e um bom Domingo

Gábi

Maria do Mundo disse...

Muito bom, como sempre! Beijinhos.

Zulmira Romariz disse...

Belo poema, bjs e boa semana amiga

Andreia Morais disse...

Fantástico!

Beijinhos*

Cidália Ferreira disse...

Adorei!

Beijo-Bom Carnaval
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Pedro Coimbra disse...

HOT!!!
Bjs, boa semana

Graça Pires disse...

Um belo poema onde está presente toda a linguagem da emoção.
Uma boa semana.
Beijos.