terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

De Ti . . .



Sei-te
No voo da gaivota
planando sobre o azul aceânico.

Adivinho-te
No sorriso da flor que se abre
absorvendo a luz que lhe dá cor.

Procuro-te
Na densa floresta dos afetos
voláteis, indefinidos e misteriosos.

Quero-te
No meu corpo adormecido
de vontades dormentes e desejos hibernados.

Reconheço-te
No sonho desperto
onde imagens de ti protagonizam ilusões.

Admiro-te
Na simplicidade do teu ser
desprovida de artífícios, plena de ti.

Desenho-te
Na tela da minha pele
com paleta de extremos, imprimindo-te em mim.

Escrevo-te
Nas palavras presas no pensamento
letras que gritam a aguardarem liberdade.


17 comentários:

Mona Lisa disse...

Simplesmente...SAUDADES!

Beijinhos.

Arco Iris disse...

Lindo mesmo.....
Que bom escrever assim....
Beijinhos

Francisco disse...

Que lindo e divinal :)

Beijinhos

Jovem $0nhador@ disse...

Adorei o texto, principalmente o começo de cada verso =)

Margarida Alegria disse...

Este teu poema está tão lindo, mas tão lindo, tão lindo que bem gostaria de o ter escrito, palavra a palavra.

Ou ao menos que me dedicassem poemas assim!
É do teu melhor!
Beijinhos, poeta!

✿ chica disse...

Muito lindo!Adorei! beijos,chica

Papoila disse...

Entrei de mansinho, pé ante pé e maravilhei-me com o mundo de Pérola!
Gostei imenso do poema. Estive ausente do meu campo mas aos passinhos lá o vou lavrando.
Voltarei!
Beijo

edumanes disse...

Voava a Gaivota
Sobre os céus de Lisboa
Continua amorosa
Porque a vida é boa!

És uma pérola
Super preciosa
De tua janela
Vês voar a Gaivota!

Estou com sono
vou-me deitar
Não te engano
Um beijo te enviar!

Até amanhã se Deus quiser,
dorme bem e bons sonhos.
Eduardo.

Suricate disse...

Olha uma coisa, se con tinuares a escrever assim vou ficar sem adjectivos...e depois...como é que vai ser?!?!?

"Desenho-te Na tela da minha pelecom paleta de extremos, imprimindo-te em mim"

o teu mais bonito que já tinha lido até hoje!

Opinante disse...

Fenomenal :)

lena disse...

Olá Pérola.
Que lindo e inspirador.
Beijinhos grandes.

Secreta disse...

Entre o amor, o desejo e a saudade, nascem rios de palavras como as tuas.
:)

John L.S. disse...

Isto é, profundamente belo... Brilhante contexto!

Vera, a Loira disse...

Adoro...

Cláudia disse...

Oh que lindo!

Quando encontrar a pessoa que mereça, eu leio um dos teus textos =)

Beijocas

António disse...

Um lindo poema, escrito por uma pessoa com um dom especial para as palavras.

Bjs!

ONG ALERTA disse...

Andar de bicicleta, chorar por amor, enfim é como todos nós com seus medos....
Beijo Lisette.