sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

✗ PARAR DE PENSAR ✗



" Se quiser desviar os problemas da sua mente, experimente usar sapatos apertados"
ANÓNIMO

As imagens de grandes pilhas e listas de coisas a fazer. Uma discussão recente que nos massacra a mente. Preocupações financeiras, doenças, chefes chatos ou uma qualquer infiltração lá por casa podem deixar-nos de cabeça à roda.
E como se não bastasse o presente, quantas vezes, ponderamos problemas passados, analisando-os até à exaustão, revivendo cada pormenor.
Por vezes, basta apenas uma coisa e bate-nos à porta o esgotamento, a depressão, a melancolia, a frustação e outros familiares desinteressantes e indesejados.
Como é que nos livramos da balbúrdia infernal que se instala na nossa mente?
Dizem os entendidos que há técnicas para parar com os pensamentos e divagações stressantes.
A técnica mais eficaz é "Parar De Pensar".
O tal " Pára com isso" com o qual mandamos calar amigos, crianças, familiares que nos incomodam.
Desta forma, quando notamos que os nossos pensamentos seguem por caminhos enervantes damo-nos um abanão e gritamos para nós próprios "PÁRA!".
Pode ser em voz alta.
Com a repetição do exercício entramos no diálogo interior e nada transparecerá para o exterior.

Cá para mim, o grito pode ser poderoso.

Também podemos usar um elástico no pulso (a evitar pelos masoquistas) e quando a perturbação se iniciar: esticamos gentilmente o elástico e uma pequena dor distrai-nos das imagens aterradoras e somos chamados à realidade.
Atenção: nada de elásticos tipo torniquete ( o objectivo não é o suicídio), solta-se o elástico na parte exterior do pulso e não faça fisga do apêndice. Tudo ligeiro, nesta opção.
Porém (e há sempre adversativas na vida), não basta "Parar De Pensar"...Há que substituir os pensamentos inúteis e degradantes por outros agradáveis.
As imagens repousantes são o ideal, ou alguma coisa que nos dê prazer e gosto.
Em horário activo é recomendável a distração fisíca: pegue no telefone e fale com alguém agradável, vá dar uma volta, se ligar a televisão evite as notícias (esta é minha), pinte o cabelo, enfim a imaginação é o limite.
O fantástico deste parar de pensar e da substituição do conteúdo dos pensamentos é a sua eficiência.
Resulta mesmo.
Funciona !!!

Não podemos impedir os pensamentos de surgirem nas nossas mentes, mas conseguimos decidir quanto tempo é que queremos pensar neles.

Já experimentaram ? ? ?


24 comentários:

Mariposa Colorida disse...

Por isso é que eu deixei de me martirizar com a crise!

Poppy disse...

São óptimas sugestões :) Ver noticias é uma depressão pegada o melhor é mesmo não ver :)

Beijinhos

Arco Iris disse...

Obrigada pelos conselhos...tenho dificuldade em " parar de pensar".
Só à noite,com um pouco de meditação é que penso que "não valia a pena"
Beijinhos

edumanes disse...

Hoje te estou a homenagear
E também te nomeei
Vai no rima blog, espreitar
Determinações do Dado-CVC, acatei!

Este jogo faz parte
De um caminho a percorrer
Para tudo é preciso ter arte
Não te esqueças de me responder!

Bom fim de semana,
um beijinho
Eduardo.

ONG ALERTA disse...

É importante poder parar de pensar e relaxar...
Beijo Lisette.

Suricate disse...

Experimento muitas vezes principalmente desviar o pensamento, MorMeu insiste muito comigo para eu treinar essa capacidade:)
Nos dias de hoje então é imprescindível.

JP disse...

O grito pode ser poderoso sim....se vier de dentro. Limpa a alma....

Experiências dessas acho que não -estão sempre a lembrar-me aquilo em que não quero pensar:)))

Beijinho

Secreta disse...

Ahhh nunca experimentei nada disso!! Resulta mesmo?! :)
Beijito.

Opinante disse...

R: Querida Pérola,
Não sei se quero ser mãe!! Sempre disse que queria uma casa cheia de filhos, mas a cada dia que passa... essa ideia vai-se desvanecendo... mas o marido anda a tentar mudar-me as ideias e a tentar convencer-me...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já experimentei, mas nem sempre dá resultado!
Quanto ao conselho da Mafalda, é por isso que sou fã dela...
Beijinho e bom fds

colibri esverdeado disse...

Perspectiva bem interessante, querida Pérola :) Dou por mim imensas vezes a travar lutas com os meus próprios pensamentos que me afligem e que acabam por se tornar físicos, o bem lindo fenómeno de somatização. Por isso não há mesmo melhor aprendizagem a de lidarmos, controlarmos aquilo que nos pára no pensamento. Estes serão sempre as nossas maiores batalhas, do meu ponto de vista.
Oh.. e que cor é essa a dos teus olhos? Digo isto porque se reparares com atenção tenho um mais claro que o outro e gera sempre "polémica" eheh.

Alexandra de Amorim disse...

Adorei!! Faz tudo imenso sentido ;)))
A experimentar!! :)

****

Passatempo Casaco Glüen

Alexandra A.,
THE GLITTER SIDE
Facebook

Francisco disse...

irei pensar nesses truques :)

Beijinho Grande

Chic Maria disse...

Concordo! Funciona mesmo e ás vezes faz muita falta deixar os problemas para trás! :D

Cláudia disse...

É por essas e por outras que já nem vejo televisão
=)

Beijocas

Joana* disse...

Nunca experimentei, vou levar os teus truques eu conta :)

Zoana disse...

Bem pensado ;)

Tétisq disse...

Eu nunca experimentei a dos sapatos, pelo menos propositadamente mas, como tenho um pé delicado posso assegurar que uma dor nos pés faz esquecer qualquer problema :)

Mary disse...

"Não podemos impedir os pensamentos de surgirem nas nossas mentes, mas conseguimos decidir quanto tempo é que queremos pensar neles." adorei esta tua conclusão amiga.. eu estou no último grupo de soluções, procuro me distrair, ler um livro, ouvir uma música, conversar com alguém interessante, ver um filme ou série, qualquer coisa que me distraia um tanto dos problemas do dia a dia.. beijos mil e ótimo findi..

lena disse...

Olá Pérola.
Excelente texto e concordo plenamente. Eu costumo dizer para e tentar distrair-me com com coisas que eu gosto, mas não é fácil. Por vezes o melhor é mesmo sair de casa ou combinar algo com amigos se possível.
(Já publiquei o post sobre carros, espero que goste)
Beijinhos grandes.

footstep disse...

Não se desliga assim o cérebro, como quem desliga a luz da sala. Talvez "distraí-lo" com outras coisas.
Há aquela anedota dos pingos no nariz que provocam um ardor tão grande, que esquecemos a dor de cabeça. ahahah

Magia da Inês disse...

♪♫º♫♫º
Olá, amiga!

É difícil esquecer o trabalho e as outras coisas chatas que somos obrigadas a fazer todo dia.
No fim do dia, à tardinha, faço uma caminhada... não sei se funciona, mas cansa e tenho uma boa noite de sono.

ღ°Bom fim de semana! ♪♫º
♪♫♫º Beijinhos.

♫♪•.

São disse...

Conhecia já a citação, rrss

Até hoje só consegui uma única vez parar de pensar voluntariamente num assunto que me estava a aborrecer.

Bom fim de semana

Mona Lisa disse...

Naaaaaaaaaaaaaa...comigo nada resulta!

Quando algo me preocupa é só no que penso por muito que me esforce!

É horrível!

Beijinhos.