sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Em Desalinho !



Inspiro sustendo a respiração.
Vou navegar para oceanos defesos.

Onde a despudorada vida é leito em desalinho.
Onde as formalidades não têm entrada.
Onde normas e preceitos se nutrem da indiferença.
Onde tu existes.

Afundo-me em descobertas gulosas.
Privada de oxigénio respiro-te.

És meu alento, meu doce alimento.
Remoinho estonteador, feitiço magnético.

Desalinho-me:
ao sabor do toque da tua pele,
na maresia do teu cheiro,
no teu olhar profundo, de matizes lascivas.

Desconcerta-se minha alma,
alterada nesta imersão desprogramada e eterna
nos segundos deste assombro enlevado de te exalar.

De íntimo desgrenhado sou cativa em liberdade.
E porque assim o desejo crescem-me guelras para prolongar este desalinho.
Prendo-me na tua sofreguidão e deixo-me levar.

13 comentários:

Mariposa Colorida disse...

Gosto deste desalinho. Muito.

Maria D Roque disse...

Desalinhada mas sempre bonita. Xi-♥

Mariposa Colorida disse...

Esta estátua é uma Perdição!

Opinante disse...

Lindooo :D

Margarida Alegria disse...

Mais um texto magnético e inspirado!
Minha querida, só agora descobri/fiquei a saber que tens andado engripada... :(
As melhoras! Cuida de ti!
Depois falamos. Vou ao meu texto, cuja publicação cancelei N vezes para reeescrever e que pelo andar da carruagem só sairá hoje ao fim da tarde.
Beijossssss!

Arco Iris disse...

Como sempre muito envolvente este "Desalinho"
Beijinhos e Bom Fim de Semana

Francisco disse...

eu é que fiquei desalinhado com que acabei de ler

Gostei muito

Bjs

manuela barroso disse...

O "négligé" é tão evasivo por vezes!
E porque não?
Brisas de paz!
Bjis

Mona Lisa disse...

Intenso e sensual desalinho!Um sonho!

Beijinhos.

rosinha cruz disse...

O amor é um desalinho, mas faz a vida mais gostosa.
Obrigada pelo carinho no meu cantinho, espero que e exprimentar a massa da pizza com os paes que goste.
Tudo de bom
Beijinhos

Pretty in Pink disse...

O pior é deixarmo-nos levar, por vezes não corre bem quando não é mutuo =/
A pulseira já chegou Pérola :) Como te disse eu desculpo-a, não fiquei chateada, fico contente que a situação se tenha resolvido :)

Beijinho*

edumanes disse...

Para o Oceano, fui navegar
encontrei uma Pérola
nas ondas a nadar
uma sereia muito bela.

Tenho recebido muitos mimos
gosto mais dos mimos da Pérola
encontrei os passarinhos
a pousar nas mãos dela.

Os teus miminhos
nunca são de mais
doces como os teus beijinhos
dos teus lábios especiais!

Bom carnaval, e obrigado pela sua visita.
Um beijinho
Eduardo

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Afetos e Cumplicidades. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/