terça-feira, 23 de julho de 2013

Sou Tua !


Rodeada de ti, prisioneira de mim.

Como maré enchente
foste invandindo-me
em carinhos molhados.

Cativa das tuas mãos, 
que me agarram,
explorando poças e dunas 
de contornos que fazes teus.

Entrego-me à onda do teu desejo.
Ofereço-me ao teu vigor apetecido.

Sou Tua!

À deriva na corrente da tua vontade.

Embrulha-me na tua maresia embriagadora.
Rasga-me o ser fundindo-te em mim.

Desfaz-me em gotas de luxúria
e banha-te no meu querer desmedido.

Degusta-me polvilhada de canela salgada, pois Sou Tua !






11 comentários:

Francisco disse...

Muito fixe ;)

Gostei muito :D

Beijinhos Grandes

✿ chica disse...

Linda entrega! bjs praianos,chica

Cidália Ferreira disse...

Adorei o poema..
Bom dia

beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Carpe diem to me disse...

Felicidade pura!
É o que senti ao ler o teu poema, Pérola!

Mais uma preciosidade!

Beijinhos

Ana Martins disse...

Bravo, Pérola, que inspiração!

Beijinho,
Ana Martins

Arco Iris disse...

Lindo como sempre.
Beijinhos :)

Vera, a Loira disse...

Pérola poeta, amante das palavras que transcreve as emoções e nós ao ler, sentimos arrepios e batem forte os corações.

Um beijinho Pérola.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Venho agradecer se ter registado
no meu blogue. Já fiz o mesmo
no seu.Também não sabia que
há pérolas nas grutas da Serra
da Arrábida. Uma zona que gosto
muito e que fica a pouco mais de
meia hora de minha casa.
Voltarei sempre que possa.
Bj.
Irene Alves

Mona Lisa disse...

São um do outro...são um só!

Intenso! Magnífico!

Beijinhos.

Irmãos de luz disse...

O que faz o amor!
: )

Blackbird disse...

Adorei! :)