domingo, 25 de agosto de 2013

A que sabes ?



A Que Sabes Tu?

A olhar guloso observando para lá da realidade.

A almoço a dois de menu compartilhado.

A palavras disfarçadas de sensatez.

A pele macia que provoca arrepios.

A palmadas amorosas no calor da paixão.

A beijos de língua curiosa.

A fluidos só meus, presentes teus.

Ao vigor da tua masculinidade em minhas mãos.

A explorações prazenteiras do proibido.

A silêncios sussurrados em gemidos incontroláveis.

A mãos entrelaçadas em cumplicidades descomprometidas.

Ao agarrar-me em desfalecimentos de êxtase.

A voz que tranquiliza no rebuliço do trivial.

A corpo que toma vida no querer.

A ternura do abraço no cansaço do amor.

A saliva que reveste montes e vales.

A ousadia que me diverte e ensina.

A carinho mascarado de fantasias eróticas.

A desejos sem prazo.


18 comentários:

Francisco disse...

Posso saber a tudo isso :)

Adorei mesmo :D

Beijinhos

Mona Lisa disse...

À mistura de todos os sabores!!!

Beijinhos.

As Duas na Letra disse...

adoro misturas!

Paulinha

Briana disse...

Misturar sabe bem :)
R: falta só umas coisinhas para estar no paraiso

Cidália Ferreira disse...

Bom dia
Quanta sensibilidade ternura, e sensualidade.. adorei ler.

beijos
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Linda e intensa inspiração! beijos, linda semana! chica

Ricardo- águialivre disse...

Bom dia

Lindo.. Os contrastes do desejo, em sintonia com a sensualidade, o amor, a paixão, a entrega

Fique feliz
**********************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Sentires eróticos no desejo ébrio..

bjo amigo

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Sentires eróticos no desejo ébrio..

bjo amigo

Vivi disse...

Aos pouquinhos vou regressando aos meus cantinhos preferidos.
Adoro a forma como brincas com as palavras. Lindo poema.
São os sonhos da vida que me mantêm de pé e com garras para enfrentar as adversidades da vida.
Beijinhos

PINTA ROXA disse...

A todos eles ao mesmo tempo, será?

SOL da Esteva disse...

Sei porque sei! " E era tudo muito bom" numa partilha sem limites.



Beijos



SOL

mmm´s disse...

Uma mistura de palavras, doces amargas, picantes, salgadas... mas com tanto sabor.

Joel Carvalho disse...

Pedimos desculpa mas é apenas para divulgar. Um casal, a crise, poupanças e histórias de quem vive a crise como muitos outros, mas onde a poupança é o melhor remédio. Pode passar a mensagem…? Obrigado!

http://ocarteiravazia.blogspot.com/

Mateus Medina disse...

Desejos sem prazo é do melhor que há.

Bjos

Cláudia disse...

Que bonito =)

Gostei bastante deste.

Beijocas

emanuel disse...

Belo momento de uma sensualidade estonteante ,beijinhos

Ana Sofia disse...

...que lindo poema...parabéns :)