domingo, 17 de novembro de 2013

Algures . . .



Algures . . . em mim . . . 

Há uma entrada secreta,
código encriptado,
de acesso restrito.

Terra de ninguém,
jardim de prazeres,
fonte de águas doces.

Palco sem dramas,
paragem acolchoada, 
de erva fresca,
em cenário paradisíaco.

Algures . . . em mim . . . 

Existe este esconderijo,
de oceanos mansos
ou atmosferas revoltas.

Enigma para muitos,
mera brincadeira
em que tu entras, 
descaradamente,
a teu bel-prazer.

Fecho teu
de abertura minha,
em sistema complexo
onde és chave-mestra.

Algures . . .  em mim . . 

Moram segredos,
fadas, duendes,
e fantasias
na realidade que sou eu.

Erguem-se castelos,
sonhos inimagináveis,
e deleites saborosos
 onde és rei.

Algures . . .  em mim . . .

Pérola

35 comentários:

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Pérola.
Belíssimo poema, onde na realidade quem tem o controle sobre a mulher é o seu amado, o que sabe como atingir o seu coração, mas sem querer mesmo algum compromisso com a sua essência.
Belíssima construção onde você na sua individualidade, fez versos maravilhosos.
Beijos na alma e paz!

Ana Tapadas disse...

Belo poema pleno de feminilidade...

Beijinho

► JOTA ENE ◄ disse...

Moram segredos e fantasias? Conta ... eheh

✿ chica disse...

Como sempre, bela inspiração! beijos,tudo de bom,chica

Ritinha disse...

ah!
Uma incógnita em forma de poesia...

bjs
Ritinha

disse...

Lindo texto :)

Sem Jeito Nenhum Blog

JP disse...

Este não precisa de mapa, pois não? :P

Beijo

Marta disse...

Bravo! Bravíssimo! :)

Bell disse...

Quando a realidade fica pesada demais a fantasia entra em ação (adoroooo).


bjokas =)

Flip disse...

É realmente poesia de louvar!

Opinante disse...

Brilhante :D

Dorli disse...

Oi Pérola

Em algum lugar se encontrará.
Beijinhos
Lua Singular

Ivone disse...

Pérola, que prazer ler aqui e ter recebido a sua amável visita!
Amei o poema, em algum lugar, bem no íntimo do nossos ser, que é sagrado, só é permitido que seja invadido por quem o merecer, que lindo que tens um rei aí em seu coração, no lugar secreto por decisão!
Abraços!

Fifi disse...

Lindo texto como sempre :)

Diana disse...

E que só deixas entrar quem tu queres!

Margareth Gervason disse...

Lindo
Obrigada pela visita...♥♥♥
Ótima semana para vc!♥♥♥
Beijos Coloridos!♥♥♥

Arco Iris disse...

Mais uma poesia lindíssina
Bjs

A disse...

Identifico-me!

Magda Carvalho disse...

Belo poema ;)
Beijinhos

aflores disse...

Confesso que a minha relação com fechos... não é lá muito boa, mas é algo que vem de longe, desde a infância :)

No entanto, adoro castelos, fadas, fantasias...

:)

Tudo de bom.


Laura Santos disse...

Enfim és um mar de águas calmas e um mar de águas revoltas...:-)
Muito bonito o poema!
xx

São disse...

Custou, mas a persistência resultou!!


Para mim, este é uma dos poemas que mais me agradou dos que eu conheço , sabe?

Acho o post muito bem conseguido.

Boa semana

Helena Pereira disse...

Olá Pérola.
Adorei. A foto ilustra tão bem o texto. A partes de nos que são mesmo so nossas...
Beijinhos grandes.

SinneR disse...

simplesmente lindo...

bj doce

ᄊム尺goん disse...

[senti na minha pele]

obrigada!


beijo

edumanes disse...

Algures escondido
Basta correr o fecho
Se não for proibido
Satisfazer o desejo!

Não se resiste à tentação
Depois do fecho corrido
Que seja tudo menos ilusão!

Um beijo
Eduardo.

nelma ladeira disse...

As vezes é bom viver em fantasias.
Lindo pérola,adorei!
Beijinhos.

Francisco disse...

Nada como ser uma caixinha de surpresas ;)

Beijokas

Women's Stuff disse...

Muito bonito o texto :)

Womens's Stuff

José Carlos Sant Anna disse...

Este deus que entra sem pedir licença... só falta entrar tocando uma flauta e enlear-te também pela melodia (rs). Um belo texto!
Beijos, Pérola!

Arco-Íris de Frida disse...

Toda mulher guarda dentro de si segredos ... fantasias... de ser rainha a espera de seu rei...

Beijo...

Mona Lisa disse...

Excelente poema!

O "esconderijo secreto"!

Beijinhos.

Maria disse...

Algures por aí haverá quem saiba comentar a poesia de hoje como merece ser comentada...hoje por não me considerar à altura opto pelo silêncio..!

Bjs
Maria

emanuel moura disse...

Um lindo e misterioso poema ,muitos beijinhos

Vicky Buongiorno Principessa disse...

Muito bonito. beijinhos