sábado, 16 de novembro de 2013

Quem sou ?






" Sobre terra em desuso,
ouso a redescoberta,
atrevo-me em trilhos sem mapa,
na busca de mim."
Pérola











Sufocada em grito aprisionado,
corri, desapareci.

Perdi sapatos,
ilusões enganadoras
e perdi-me a mim.

Atravessei tempos,
espaços desconhecidos,
eis-me aqui.

Agasalho-me em sonhos,
trilhos oferecidos,
promessas sem garantia.

Caminho sem bússola,
de norte duvidoso,
espero no rasto ensanguentado
de pegadas por aí.


Encontra-me neste mapa sem linhas,
resgata-me desta canseira,

Deixa-me o recomeço como presente, 
ou penhora-me em ouro teu.


Sou delirante peregrina,
crédula, 
em destino incomum.

Tão somente 
sacia-me com o saber:
-Onde estou?
-Quem sou?



21 comentários:

O tempo das maçãs disse...

Fugir nunca é uma boa saída, mas tão bom se deixar ao sabor do vento, sem bússola, mapas ou amarras... de certo o acaso lhe dará todas as respostas que precisa.

Beijinho.

Eva Smith disse...

Excelente :)

Cidália Ferreira disse...

Profundo! Adorei..

Beijos
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt

José Carlos Sant Anna disse...

Buscar-se é o caminho para encontrar-se, ainda que saibas ou conheças tão bem os teus trilhos...
beijos, Pérola!

emanuel moura disse...

Muito belo este lindo momento ,mas como um dia escrevi "sou um nada mais que isso e muito menos que aquilo que não sou ",muitos beijinhos boa semana Perola

M D Roque disse...

Perguntas sem resposta num cenário de beleza. Beijinho .

Francisco disse...

Muito Bom :)

Beijokas ;)

✿⊱Lilasesazuis✿⊱by Lígia✿⊱ disse...

Ah, Pérola,

É próprio do ser humano ter muitas perguntas e…nenhuma resposta!!

…e a…vida segue…

um ótimo domingo,

beijinhos,

Lígia e =ˆ.ˆ=

JP disse...

Uma procura constante...haverá mapa?

Beijo

Laura Santos disse...

Só nos redescobrimos na ousadia, nesse percorrer de caminhos sem orientação prévia.
Quanto mais sairmos de nós mais nos conheceremos.
Belo poema.
xx

© Piedade Araújo Sol disse...

todos nós, por vezes andamos à procura do nosso outro eu.

gostei muito deste poema e da maneira como está apresentado.

muito a meu gosto.

bom domingo.

beijo

:)

Ricardo- águialivre disse...

Poema muito bonito...adorei ler

Desejo um feliz Domingo
...
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

quem és, que fazes aqui? disse...


Chego sempre com essas perguntas.
Ainda não encontrei as respostas!

Beijo

Laura

Arco-Íris de Frida disse...

Tenho ultimamente me feito constantemente essa pergunta...

Beijos...

Maria disse...

E nessa busca constante cresce a tua escrita a olhos vistos...agiganta-se mesmo...já notaste?
Bjs
Maria

Dorli disse...

Nossa Perola!
Que poesia mais linda!
Fiquei encantada com cada verso.
Parabéns poetisa
Beijos
Lua Singular

rosinha cruz disse...

Obrigada pelo carinho, pérola, tudo se há de resolver e neste momento se tiver que vender para seguir em frente e o que farei.
Fica bem, amiga.
Beijinhos

Armando Sena disse...

Na demanda de um ideal que um dia se concretizará e, no entretanto, a procura é insaciável.
É dela que nos alimentamos.
bj

Maria Eu disse...

Das perguntas mais difíceis de responder. talvez seja, at+e, impossível de ter resposta!

Beijinhos Marianos! :)

Mona Lisa disse...

Vivemos numa constante busca do nosso eu!

Magnífico poema!

Beijinhos.

APENAS PALAVRAS disse...

Desculpe-me a demora, mas confesso que vim o mais rápido possível me deliciar e saborear seus pratos azeitados e saborosos... Nos quais expõe de maneira sabia e cativante seu toque sutil de femilinidade naquilo que foste criada mulher, na sabedoria e na pureza de ser... Confesso que não a como expressar meu contentamento e minha alegria quando me refiro a algo tão puro e sublime que a na face da terra do que a bondade e a sensibilidade que a em voz... Como uma gota de orvalho que expeli seu frescor na brisa do amanhecer, assim és tu que deixa fluir das tuas delicadas mãos palavras sabias e veraz... deixo-te todo o meu carinho neste e no decorrer da semanas e meses e anos...Ass: uanderesuascronicas.blogspot.com