terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Escrevo-te



Escrevo-te, 
desalmadamente,
como quem não quer perder vírgula.

De tanto escrever
as mensagens não acharam destino
e tornei-me livro sem paginação.

Alteraste o endereço
ou mudei-me de mim.

Não sei.

Os meus dedos continuam,
agarrados ao vício da caneta,
em escriturações de destinatário ausente.

Escrevo-te,
com palavras doentes,
no medo que não te lembres de mim.

Esvaio-me na tinta,
percorro papel em branco,
sou letra ou mulher.

Já não sei.

Apenas te escrevo . . .


40 comentários:

Lucinalva disse...

Boa noite

Gostei do seu blog, muito acolhedor e a reflexão também. Um forte abraço.

sérgio figueiredo disse...

delicioso poema. sente-se uma alma que reclama, ainda assim... tão suavemente.

gostei, não sei, de ler... "sou letra ou mulher".

bj...nho

Maria Eu disse...

E na escrita nos revelamos...

Beijinhos Marianos, Pérola! :)

eduardo maria nunes disse...

Escreve à vontade...
Com palavras não doentes
Agarra bem a felicidade
Mais não te apoquentes.

Coloca só as virgulas...
Não ponhas ponto de exclamação
Continua com as tuas escritas
Se for essa a vontade do teu coração!

Não atices o fogo posto!
Lábios risonhos
Alegria no rosto
Boa noite e bons sonhos,

Um beijo para ti amiga Pérola,
Eduardo.

MARILENE disse...

"Apenas"... e um grande significado em sua bela construção poética. Bjs.

Francisco disse...

Muito fixe ;D

Beijinhos grandes

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Pérola

É um vicio bom esta o da caneta.
Sempre fantástico.

Beijinho

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Escrever o que o coração dita...Lindo!! bjs praianos,chica

Sónia TM disse...

Lindissimo...

Sónia
Taras e Manias

Arco Iris disse...

Que bom....Que bonito....
Fizeste-me recordar as "Cartas de Amor" escritas com uma simples caneta mas....com muito Amor.
Beijinhos
:)

Arco Iris disse...

Que bom....Que bonito....
Fizeste-me recordar as "Cartas de Amor" escritas com uma simples caneta mas....com muito Amor.
Beijinhos
:)

Beatriz Bragança disse...

Querida Perola
«Mudei-me de mim» - que expressao tao fantastica!
A sua inspiraçao e enorme!
Escreva sempre,porque escreve divinamente, minha querida. Muitos parabens.
Um beijinho
Beatriz

Daniel Costa disse...

Perola

Imaginado, metaforicamente, gostei bem e achei belo o poema.
Abraço

Laura Santos disse...

Uma mulher cujos sentimentos se fundem com a escrita.É inevitável...:-)
xx

© Piedade Araújo Sol disse...

escreve
escreve sempre e nunca pares

:)

Bell disse...

A escrita é uma ótima forma de expressar nosso sentimentos. Nela a gente se perde e se encontra tb.

bjokas =)

Bell disse...

A escrita é uma ótima forma de expressar nosso sentimentos. Nela a gente se perde e se encontra tb.

bjokas =)

Catarina Mendes disse...

ehehe :) obrigada pelo teu comentário

Ana Sofia disse...

tão lindo...revi-me um pouquinho! :)

Rapha Barreto disse...

Lindo, lindo e lindo.
As vezes me perco entre linhas e vírgulas também, apenas soltando palavras.

Uma dica, coloque um fundo na postagem, pois dificulta a leitura deste jeito e pode ser cansativo também.

Beijos

http://mylife-rapha.blogspot.com

Flor de Maracujá disse...

Nice*
Podíamo-nos seguir uma à outra!?
Diz-me se me seguires e seguirei de volta (:
Beijinhos,
www.flordemaracuja.pt

Silenciosamente ouvindo... disse...

Gostei apesar de ser um poema
de algo "aparentemente perdido"
mas que se busca.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

... diga-se de passagem, que num belo escrever...

beijinho amigo

Secreta disse...

Escrever é libertar os sentires.
Beijito :)

Marisa Dias disse...

Olá :D
Em primeiro lugar, muito obrigada pela visita :D

Em segundo, bemmm, adoro adoro o que escreves-te!
Tenho tantas saudades de agarrar na caneta e escrever o que me vai na alma.
Quem sabe não volte a fazer e partilhe também :)

Muitos beijinhos ***

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Um poema simplesmente maravilhoso. Escrever faz parte de ti, é a tua segunda pele.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Um poema simplesmente maravilhoso. Escrever faz parte de ti, é a tua segunda pele.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

manuela barroso disse...

Palavras e poesia, a tua segunda pele, tal é a fluidez desta tinta que escorre com a "facilidade" de quem realmente sente.
Fantástico Pérola.
Beijinho

Magda Carvalho disse...

Que poema maravilhoso :)
Beijinhos

António Jesus Batalha disse...

Estive a ler e a ver não só esta postagem mas uma parte de seu blog,e gostei, dou-lhe os parabéns pelo blog por seu trabalho e obrigado por partilhar.
Ficarei muito feliz se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais,
decerto que vou seguir também o seu blog.
Deixo as minhas cordiais saudações, e muita paz.
Sou António Batalha.

Fuso e Roca disse...

Olá Pérola,

agradeço muito sua visita ao Fuso e seu comentário simpático e, por causa disto, percorro suas páginas me deleitando com a seleção das músicas que também gosto muito, parabéns pelo interessante conteúdo do blogue! Vou seguí-lo pra ver as novidades que publica.

Beijão,
Lu

José Carlos Sant Anna disse...

E no pé da página dos teus escritos a confissão indelével: teu nome é mulher.
Beijo, Pérola!

Claudinha ੴ disse...

Olá Pérola!
A liturgia do papel não se perde facilmente... Se continua a escrever, ainda existem laços...
Um beijo!

Anete disse...


Obrigada pelo carinho no Ciranda de Frases...
Escrever é uma forma de extravasar o que sentimos no mais íntimo do nosso ser!Sempre revelamos algo do coração ao versar ou traçar linhas!

Gostei daqui! Abraço

emanuel moura disse...

Que belo escrever querida amiga que nos enternece a alma ,muitos beijinhos

Gyzelle Góes disse...

Perfeito! Escrever é um dom e você o tem

Teago disse...

Gostei do poema... muito reflexivo...

Ana Câmara disse...

Gostei muito do que escreves, sigo *

Jo disse...

Gostei muito.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Uma poesia muito boa a sua que
sempre me encanta. Admiro muito
quem tem essa capacidade e
sensibilidade.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves