quinta-feira, 19 de junho de 2014

Ancora



Habito no antegozo de te arpoar
pois se o mar é casa tua
onde anseio ancorar.

Deixo as marés coarem
a luz do teu hemisfério
e nela viajo para ti.

Avizinho-me de abraço teu,
enlaço obstinado,
de soltura proibida.

Encurto distâncias,
quebro barreiras,
salto meridianos
navego por oceanos de ti.

São improvisos soltos
movidos a fomes mudas,
agitados em ventos do Sul.

Cuido dos nós desatados
 em jangada naufraga
onde sou ancora 
e tu porto seguro.



15 comentários:

Annalisa B disse...

Questi sono versi bellissimi!
A presto

Francisco disse...

Um ancora ou um porto seguro, por vezes dava jeito ter por perto. Mais para aqueles dias...

Beijinhos

Bia Hain disse...

Lindo... bom demais ter um porto seguro para ancorar.Um abraço!

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Pérola

Que poema lindo maravilhoso!

Bom fim de semana
Beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Renata Maria disse...

Âncora em porto seguro: desfecho perfeito. Lindo, querida.
Beijos,
Renata

Desbravadores de Livros disse...

Linda poesia, maravilhosa. Adorei!

M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho

José Carlos Sant Anna disse...

[E os nós vogando,
vagando, vogando sobre nós
ao sabor dos ventos
e das vogais...]
Beijo, Pérola!

Suzete Brainer disse...

Um belo mar poético (sentir)

navegado pelo (a)mar na

infinitude da entrega e

da unidade (porto seguro)...

Belíssimo!!

Um final de semana luminoso!

Beijinhos

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola...belo poema, preciso e sofisticado.
um abraço

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola...belo poema, preciso e sofisticado.
um abraço

Andreia Morais disse...

E que bom que é saber-nos a chegar a porto seguro, onde podemos atracar.
Adorei!

Mona Lisa disse...


âncora e porto seguro, a junção perfeita.

Magnífico e terno poema!

Beijinhos.

emanuel moura disse...

Nada como encontrarmos o nosso elo onde posamos aportar ,um lindo poema beijinhos Perola

Agostinho disse...

Ao cais vem ter
uma sereia em manhãs de nevoeiro
consolar humanos desejos
de um coração marinheiro.

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
Uma sintonia perfeita entre este casal da apaixonados!
Isso nos diz o seu encantador poema de amor.
Um beijinho
Beatriz