quarta-feira, 11 de junho de 2014

. . . menino . . .



Se tu perguntasses!?
Oh! Meu menino de oiro!
Se tu soubesses!?

Há mundo diferente . . .

Nem todo o ventre se rasga
em fome de beijos,
nem todo o olhar se perde no aqui.

Há flor de outra cor . . .

Nem todo o céu te cobre
de dias iguais,
nem toda a estrada vai dar ali.

Oh! Meu menino de oiro!
Se tu soubesses!?
Se tu perguntasses!?

Há infância diferente . . .

Nem todo o tempo se esvai
na repetição do tem que ser,
nem o nascer tem de ser assim.

Há dia diferente . . .

Nem o Sol só é despertador
no ritmo que te faz crescer,
nem a noite é coisa ruim.


Quem dera ofertar-te 
outro mundo,
outra flor,
outra infância,
outro dia
para perguntares e saberes 
o como é bom ser menino de oiro.


37 comentários:

Omar enletrasarte disse...

quien pudiera asegurarles una niñez con alegría (únicamente)
saludos

José Carlos Sant Anna disse...

Este modo de dizer perguntando torna o discurso pedagógico porque revela outras possibilidades ao outro, exatamente pela travessia dos abismos da linguagem, conferindo uma autenticidade à representação. As palavras não guardam segredo quando você as articula com tanto desprendimento.
Beijo, Pérola!

Elvira Carvalho disse...

Pudéramos nós dar a todos os meninos o direito a serem meninos amiga.
Um poema-denuncia muito bem construído.
Um abraço

Cidália Ferreira disse...

Boa noite Pérola

Um Poema Soberbo, que é uma verdadeira pérola!! Amei


beijinho

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

emanuel moura disse...

Se o homem soubessem ver o menino que também um dia foram certamente veriam com outro olhar a vida de tantos meninos que por este mundo sofrem ,muitos beijinhos

luisa disse...

Tantos meninos diferentes neste mundo e tanta indiferença ainda.

Dorli disse...

Oi Pérola,
Deu-me uma tristeza danada a sua poesia, pois perdi meu 1ºamor: o menino doirado. Foi planar em outro mundo.
Beijos
Lua Singular

Andreia Morais disse...

Se todos compreendêssemos o quanto é importante deixarmos o menino crescer, procurar saber as coisas à sua maneira, dando-lhe apoio e uma boa educação, talvez todas as crianças tivessem a liberdade suficiente para desfrutarem da infância como meninos de ouro

Eduardo Maria Nunes disse...

se fossem todos meninos doiro!...
nenhum menino chorava com fome
roendo a côdea dura do pão sem miolo
sem tesouro, quem trabalha é o pobre.

Um beijo.

Val Cruz disse...

"Nem todo ventre se rasga em fome de beijos"

Maravilhoso!

Abraços.

Magda Carvalho disse...

Uma excelente poema onde é visível as diferenças das certas infâncias.
http://retromaggie.blogspot.pt/

Agostinho disse...

Como é bom caminhar no sonho à procura do menino.

Pérola.

Patrícia disse...

Esse menino de oiro, ficou muito lindo! Bjs

ღღღღ Cici ღღღღ disse...

Todo menino deveria ter garantida em sua vida a paz e o amor básicos para ser feliz!!
Bjns
:)

Pedro Coimbra disse...

Fez-me recordar Coimbra
"O meu menino é de oiro,
É de oiro o meu menino.
Hei-de levá-lo ao céu,
Enquanto for pequenino.

Enquanto for pequenino,
Tao puro como o luar,
Hei-de levá-lo ao céu,
Hei-de ensiná-lo a cantar."

Crocheteando...momentos! disse...

É tão bom recordar um...menino de oiro!
Gostei! Bj

Sónia TM disse...

Ainda não tenho nenhum menino de oiro.... ;)

Sónia
Taras e Manias

Ana Bailune disse...

Bom dia!
Belo, delicado e sensível. Um prazer.

Marisa Giglio disse...

Pérola , carregamos todos nosso menino de ouro no coração . Belíssimo poema , como sempre . Beijos

Graça Pires disse...

Um poema muito belo, cheio de ternura. É melhor o menino não saber... Enquanto tiver olhos de criança vai acreditar...
Um beijo.

manuela barroso disse...

Tantos meninos de oiro , mas só o oiro da tua poesia ofusca mais e mais!
Lindo demais minha querida Pérola!
Muitos bjis e obrigada pelas tuas palavras!

Arco Íris disse...

Que bom seria que todos os meninos fossem "meninos de ouro"
Linda sensibilidade a tua.
Beijinhos

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde,
Nem todas a estradas vão dar onde pretendemos ir para colher a flor da cor que desejamos.
Como sempre acontece, este é mais um poema maravilhoso, merecedor do reconhecimento e dos parabéns.
Dia Feliz
AG
http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

Nice e Ana, temperado com carinho... disse...

Que lindo Pérola, parabéns, inspirador, bjs e uma boa tarde, Ana ♥...

Guaraciaba Perides disse...

Todo menino é d'oiro para sua mãe...
um abraço

✿ chica disse...

Que beleza,Pérola!! Lindo te ler! bjs,chica

Francisco disse...

Muito bom

beijinhos e bom fim de semana

Benno disse...

Ele cresceu e perdeu o dourado , assim como nós.
Beijo

EU disse...

Ele não pergunta...A vida se encarregará de lhe fazer saber que há meninos de oiro e filhos da vida madrasta. Toca-me muito este poema, pois exerci funções ligados à infância e juventude. Nos primeiros tempos do meu blogue postei inúmeros textos relacionados com essas funções. Este foi um dos primeiros poemas:
Eu...
Se eu tivesse mais tempo
Se eu tivesse algum tipo de poder
Se eu pudesse modificar algumas coisas
Se eu pudesse transformar algumas mentes
Se eu conseguisse tornar alguns sonhos em realidades
Se eu conseguisse chegar a mundos desconhecidos
Se eu afagasse todas as faces sofredoras
Se eu sorvesse todas as lágrimas desnecessárias
Se eu captasse todos os sorrisos de encantamento...
Eu sentir-me-ia uma rainha
De gente desconhecida
Eu seria o abrigo
De almas perdidas
Eu seria o colo
De pessoas carentes
Eu poria na suas faces dormentes
Todos os sorrisos recebidos
Então, já não seria rainha, apenas...EU.
OF (Odete Ferreira)01-02-2010
...O teu poema, muito bom mesmo!
Bjo, Pérola :)

Arco-Íris de Frida disse...

Que bonito esse poema...

Beijos...

M D Roque disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M D Roque disse...

Nunca me passou pela cabeça poder ser o criador, mas gostava de ter o poder de proteger as crianças e os animais dos males do Mundo, que é vicioso e vil. Que poderá ser mais terno e inocente do que uma criança ?
Beijos. D

Anne Lieri disse...

Pérola, uma jóia mesmo essa poesia! Ficou encantadora! bjs,

Paula Lopes disse...

Que bela poesia! Me transportei para a melhor época de minha vida. Tenha um final de semana abençoado, beijos!

Blog Paisagem de Janela
paisagemdejanela.blogspot.com.br

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Parei na frase:
«nem todo o ventre se rasga em fome de beijos»
Seria maravilhoso se todas as crianças pudessem ser meninos e os grandes nunca perdessem o sorriso de menino.

la joie de vivre! disse...

lindo, lindo, lindo :)

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
Nem todos os meninos têm uma infância dourada! Mas o seu poema é precioso!
Parabéns.
Um beijinho
Beatriz