segunda-feira, 2 de junho de 2014



A água uniformiza-se em aborrecimento  parado,
suspira a neblina dissipada.

Longe do tempo,
existe-se no prolongamento do esquecimento.

Pois é neste lago sem mapa
onde nasci,
cresci,
que teimo plantar-me.

Desconheço ruídos,
agitações de outros mundos,.

De quando em vez,
há ventos que sopram o meu nome.

Chamam-me.

Tolhida em fraquezas quietas,
por ali me deixo.

Que me  hei de fazer 
se só assim me (penso) conheço(er) ?



42 comentários:

Bell disse...

oi Pérola

A gente passa a vida toda querendo se conhecer e se surpreende.
Da fraqueza tiramos força, dos tombos tiramos lições.
Tudo é aprendizado.

bjokas =)

Dorli disse...

Oi Pérola,

Muitas pessoas têm medo de sair do seu ninho quentinho, mas é preciso ser ousado para vencer.
Um beijo Lua Singular

Dilmar Gomes disse...

Somos uma caixa preta a ser lida, amiga Pérola.
Um abraço daqui do país da Copa. Contagem regressiva: falta 10 dias.
Tenhas uma linda semana.

Crocheteando...momentos! disse...

A água tem destas coisas...melancolia necessária para bem "poetisar"!!!Bj

Cris de Souza disse...

"Rio e me sinto mar."

Carpe diem to me disse...

Amiga, sair da nossa zona de conforto também pode ter várias vantagens! A vida é um permanente desafio!

Beijinhos,
Boa semana

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola...muito bom texto e o lugar também para o exercício da introspecção...a presença da água acalma e o silencio flui para dentro da alma trazendo paz...baterias carregadas seguimos em frente...
Um abraço

Eduardo Maria Nunes disse...

Dos olhos uma lágrima...
na água deixou cair
naquela beirinha sentada
mulher triste, não a sorrir!

Bota lá os teus aborrecimentos,
fora das tuas felicidades
procura antes os contentamentos
satisfaz todas as tuas vontades!

Quero ver um sorriso
nos teus lábios esta tarde
no corpo sem arrepio
quente como a fogueira que arde!

Um beijinho para ti amiga Pérola.
Eduardo.

Rapha Barreto disse...

Se este é seu jeito, continuais assim então - desde que não fique na mesmice banal.
"Seja sempre o mesmo, mas não seja o mesmo sempre"

Beijos e ótima semana

http://mylife-rapha.blogspot.com

FireHead disse...

Por vezes estarmos sós é bom. Mais vale estarmos sós que mal acompanhados. :)

Arco Íris disse...

Maravilhoso....
Um poema melancólico mas bonito.
Beijos

Celina disse...

Oi Pérola primeiro quero agradecer o seu lindo comentário, gostei muito da tua poesia estais passando por um perído de sonho , é natural em todos nós querer conhecer o mundo , depois de conhece-lo, eu garanto vem a saudade deste lugar bucólico, espero que sejas muito feliz vc merece

Nilson Barcelli disse...

Mais uma pérola poética da qual gostei muito.
Um magnífico poema, na verdade.
Tem uma boa semana, querida amiga.
Beijo.

Audrey Deal disse...

Lindo, adorei!

Marta Vinhais disse...

Viaja com os ventos...
Renasce no tempo e não te esqueças...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Duda Feliciano disse...

Que lindo adorei *0*

Beijinhos

blogcoisinhasdaduda.blogspot.com.br

Márcia Rocha disse...

Lindo texto... Achei D++++++
Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)

http://decolherpracolher.com.br

Simone Felic disse...

As vezes os ventos sopram vosso nome , para movimentar este mundo.
bjs
http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Mira disse...

Pérola, ás vezes acomodamo-nos e
não queremos conhecer e explorar
outros mundos,vamos sair do ninho
e aí estamos para viver a vida,
lindo como sempre, beijo

Andreia Morais disse...

Vamo-nos conhecendo à medida que o tempo passa. A água deixa de ficar turva e passamos a ver com mais clareza

Fico mesmo contente por gostares :) não tens que agradecer, é mesmo um gosto partilhar os artistas que mais gosto com vocês

Beijinhos*

Ana Bailune disse...

Ando assim ultimamente. A única companhia que consigo suportar por um tempo mais longo, é a minha. Mas sei que é uma fase, e vai passar.
bela poesia!

Lucia disse...

Ouse!!! Esse eh um jeito de viver bem consigo mesma!!!
Bjs e uma linda semana!!!

Laços e Rendas de Nós disse...


Comento com as etiquetas. Está tudo lá!

Beijinho

emanuel moura disse...

Primeiro que tudo somos imperfeitos por natureza onde as fragilidades sempre irao fazer parte de cada um de nos ,viver e acima de tudo aprender com o tempo que corre como um rio em busca de uma perfeição inalcançável ,muitos beijinhos Perola

José Carlos Sant Anna disse...

A vida não pode ser apenas um abrir e fechar de olhos. Às vezes, um dia falta-nos um olho de azeite e no outro o vinagre. E o poeta que está atento a tudo que o rodeia, deixa-se deslumbrar pelas imagens e desata uma introspecção mais acentuada, que é fruto do seu próprio questionamento. Mas este é o lume de visão do poeta!
Beijo, Pérola!

Thais Terra disse...

Que lindo o post!

http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

Beijoos ;*

Renata Maria disse...

A vida é uma eterna aprendizagem de si mesmo. Amei o poema, Perolinha.
Beijos,
Renata

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Muito linda a sua poesia, Pérola
Gostei demais!
Um beijo para tí e linda semana.
Verena e Bichinhos

Marcia M. disse...

Lindo os teus poemas,obrigada pela visita Perola deixo o desejo de uma boa semana !

Francisco disse...

Muito bom :)

Beijinhos

Cidinha disse...

Olá, PÈrola. Adorei seu cantinho! A delicadesa dos poemas e muita criatividade. Fiquei muito feliz com sua visita! Obrigada pelo carinho. Bjos.

Marisa Giglio disse...

Pérola , gostei muito de seu poema . Tudo que encontrei por aqui me encantou . Agradeço a partilha , como também , pela visita e companhia no meu blog . Boa semana . Beijos

Lulu on the Sky disse...

Que lindo.Boa semana pra vc.
big beijos

Pérola's Blog disse...

adorei o que escreves-te e queria agradecer muito o que escreves-te no meu blog :))

Mar Arável disse...

Tudo se move
até o vento

Look Day disse...

Que lindo, sempre gosto do poema e da foto.

Beijos.

Pedro Coimbra disse...

Conhece o ditado - antes só que mal acompanhado?
Boa semana!

Ânia Morouço disse...

A segunda foto é linda :)

Agostinho disse...

Perola que se reproduz em perolas.
Li a etiqueta cheia de coisas poeticas. Por exemplo, EU.

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
Não pense em fazer nada,se se sente bem assim.
Eu senti-me óptima, ao ler o seu poema.
Parabéns.
um beijinho
Beatriz

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
Não pense em fazer nada,se se sente bem assim.
Eu senti-me óptima, ao ler o seu poema.
Parabéns.
Um beijinho
Beatriz

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
Não pense em fazer nada,se se sente bem assim.
Eu senti-me óptima, ao ler o seu poema.
Parabéns.
Um beijinho
Beatriz