sexta-feira, 27 de junho de 2014

Distante



Há um mar de terra por diante.
Onde se faz tarde,
onde não há pressa.

Há uma ternura escondida.
Semeada algures,
pronta a ser colhida por aí.

Há um rasto escrito.
Rabiscado em papel de alfazema,
tatuado em mim.

Há um azul do dia.
Pintado debaixo de nuvens
encimado no olhar.

Há uma vontade de ir.
Ferida desconsolada na lonjura
felicidade por existires.

Há um oceano de cheiros.
Marés sucedendo-se no vento
perfumes que me contam de ti.

Há uma distância florida.
Cores que me resgatam do sono,
vida em si.




22 comentários:

Carmem Grinheiro disse...

Belíssimo poema. Há tanta coisa por ver, tantos cheiros por descobrir, tanta emoção por sentir. Tanta vida por desbravar.
Então sigamos em frente, que o tempo passa e escoa-se a oportunidade da descoberta.
Bjo amigo e bom fds

Francisco disse...

Muito bom

Beijinhos

Eduardo Maria Nunes disse...

Distante da outra banda.
em quem estás tu a pensar
enquanto a cigarra canta
anda a formiga a trabalhar!

Na terra o verde esperança,
no céu o azul da cor do mar
quem espera sempre alcança
na vida o que deseja encontrar!

Olhos castanhos lealdade!
hoje tem o azul da cor do céu
nos teus olhos não pode haver maldade
lindo poema, amiga Pérola escreveu!

Boa noite, bons sonhos e bom fim de semana,
um beijo para ti também.
Eduardo.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Há sempre o desejo da imensidão e de manhãs luminosas.
Como sempre sublime.

Estou voltando e quero agradecer o apoio e carinho que me ajuda a continuar.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Dorli disse...

Oi amiga
Há uma poetisa que escreve que encanta qualquer coração, mesmo endurecido pelo sofrimento.
Você é demais!!
Beijos
Lua Singular

Magda Carvalho disse...

Que belas palavras pérola ;)
beijinhos
http://retromaggie.blogspot.pt/

Bell disse...

Lindo e profundo =)

Amara Mourige disse...

Lindíssimo poemo Pérola!
Beijos
Amara

Célia sousa disse...


No tempo que tem vento! trás cheiros tão estranhos que a memória não decifra,
São tantos e tão fortes !
como amores que não se explicam
apenas existem !!!

Bjs
Célia Soua



Edite disse...

Belo poema pérola. Realmente ha muito a descobrir, a vivdr , a se emocionar em nossos dias. Basta ter um olhar diferenciado para o que nos cerca, para as pessoas com que cruzamos. Bjs. Bom final de semana.

Ana Bailune disse...

Olá!
Neste poema, uma imagem de sonhos se estende diante do leitor.
Amei!

Rosemary Lima disse...

Oi bem vinda ao blog!
Adorei aqui, seu blog é lindoo! Parabéns!

Beijos

José Carlos Sant Anna disse...

Há calor nas tuas palavras num ritmo que aquece cada leitor, deixando-o sôfrego... Outro belo poema!
Beijos, Pérola!

Andreia Morais disse...

Belíssimo poema, dá vontade de o reler vezes sem conta

Beijinhos*

ᄊム尺goん disse...

diria: coração em loop !!!!

lindooo!


beij0

Mona Lisa disse...

Há uma eternidade por descobrir...

Excelente poema!

Beijinhos.

Arione Torres disse...

Oi querida amiga, linda amizade!!
Tenha uma linda semana e uma boa tarde de sábado, beijos!!

Story disse...

E no coração que cria poesia e junto a ela o amor pela vida,há sempre luz e alegria.

Um abraço Pérola

emanuel moura disse...

Tao distante e o mesmo tao perto de nos ,um lindo poema querida amiga Perola ,muitos beijinhos

Marisa Giglio disse...

Uma distância sentida com ternura . Belo poema , Pérola . Parabéns ! Beijos

Joana disse...

Oi Pérola, lindas palavras. Você tem sempre um poema que se encaixa num determinado momento de nossas vidas, é bom ler, proporciona a boa sensação de não estar só. Beijos
Joana

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
Quando temos saudades,divagamos sobre tudo o que geograficamente nos afasta!
O seu poema faz essa descrição com uma finura que atesta a sua sensibilidade como poeta.
Parabéns.
Beijinhos
Beatriz