sexta-feira, 13 de junho de 2014

em espera



Arrefece o braseiro do teu beijo
em meus lábios.

Os contornos de teu corpo
desalinham-se no meu
em lembranças que se vão.

Morno está meu olhar
entristecendo-se na espera.

Ainda sinto teu cheiro,
ténue como o sorriso
com que te despediste.

Porque tardas, amor?
Acaso te esqueceste do teu breve adeus?
Tu prometeste . . .

Abracei essa loucura
com teu nome 
e te aguardo.

Guardei cada afago,
cada carícia,
cada suspiro,
e deles me tenho alimentado,
na esperança do teu abrir de porta.

É-me insuportável o esquecimento,
pois se minha pele é cicatriz tua,
meu coração, 
tatuagem, indelével, de ti.



22 comentários:

Marisa Giglio disse...

Pérola , como sempre nos deslumbra com seus poemas . Há uma música de Chico Buarque da qual menciono uma frase para somar :
" Quero ficar no teu corpo como tatuagem que é pra te dar coragem pra seguir viagem ...."
Pena que as tatuagens são simplesmente simbólicas , não é ? Metáforas precisas do que se sente . Obrigada por partilhar o belo e por suas visitas ao meu espaço . Beijos

Labirinto de Emoções disse...

Olá Pérola
Parabéns pelo poema..:-))é lindíssimo.
Há pessoas que entram de mansinho e permanecem para sempre, e muitas vezes a saudade é o alimento dos momentos inesquecíveis por que passamos,mas em cada manhã há sempre renascimento da esperança...nunca a perca, quem sabe...
Um beijinho
Teresa

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Lindo demais,Pérola! Apaixonante.Delicio-me aqui.

Obrigada pela visita,querida

Beijos e uma semana de alegrias

Donetzka

Face Book:


https://www.facebook.com/donetzka.cercck

Twitter: @donetzka13


Blog Magia de Donetzka


ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá

Que haja sempre
uma inspiração
para acordar
as palavras
adormecidas
em tua vida.

São elas que dão sentido a tua vida,
e as vidas que passeiam por tuas palavras.

Jorge disse...

Três chaves para abrir a porta de um coração em espera, ansioso e sofredor, reforçam a esperança de que uma lhe proporcione reviver um grande amor...
Abrs
J

Patrícia disse...

Pérola, que extâse, uauuu! kkk :)
Bjs e aí vai vir aqui pra Copa, não?

Mona Lisa disse...

Quem ama nunca esquece...a espera é uma dor profunda!

Excelente poema!

beijinhos.

Lilasesazuis Gata disse...

Pérola,

Que versos lindos!!

Ahhh... essa espera que rasga a alma de anseios e esperanças!!!

tenha um ótimo final de semana,

beijinhos,

Lígia e =^.^=

Gabrielly Rosa disse...

Infelizmente é possível editar a nossa personalidade.
Tantas vezes ouvimos os outros ou até mesmo nós mesmos, e retiramos ou colocamos aquilo que nos pertence ou não nos pertence. E isto é editar!
http://gabriellyrosa.blogspot.com.br

ᄊム尺goん disse...

[e então se soltou
feito pétala de dente-de-leão
voou.]


bj

emanuel moura disse...

Deixei-me levar pela leveza das suas palavras querida amiga Perola ,um lindo poema muitos beijinhos

Eduardo Maria Nunes disse...

Assim não vale Margarida!
as lembranças que se vão
onde terá ela ficado perdida
a chave que abre porta do coração.

Quando o amor quis entrar,
encontrou a porta fechada
triste ficou na rua a pensar
às vezes a vida é desgraçada?

Bom fim de semana e mantém aporta aberta.
Um beijo.

PS: Sabes dizer quando é que se abre a porta à Berta!

Juliana Rosa disse...

Sem dúvida nenhuma é uma pérola cheia de amor e romantismo com palavras tão lindas e suaves. Belíssima. Bjos e um bom fim de semana.

Maria Eu disse...

Como ardem, essas esperas!

Beijinhos Marianos, Pérola! :)

Lídia Borges disse...


Um grande amor só o é verdadeiramente quando correspondido. Pela metade, nada, em matéria de afetos, é compensador.

Um beijo

Olinda Melo disse...


O amor que "é fogo que arde" permanecerá vivo nessa espera. A esperança não esmorecerá e há ocasiões em que é a única coisa que resta.

Belíssimo poema, cara Pérola, como sempre.

Bjs

Olinda

Crocheteando...momentos! disse...

Uma ´pérola de amor carregada de poesia...caiu em meu olhar!!!

Agostinho disse...

Quem sabe se a brisa leva a mensagem até ao outro lado.
Fez bem deixar as chaves de fora,
à espera.

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola...o amor é assim envolvente e necessário...uma fusão completa: " o seu sangue corre em minhas veias e eu sorrio o seu sorriso sem querer"
Um abraço

José Carlos Sant Anna disse...

Indelevelmente tatuado no teu corpo as marcas do amor e que voltam cheias de memória. Que maravilha!
Beijos, Pérola!

EU disse...

Além da riqueza literária, é uma doçura este poema apelo!
Bjo, Pérola :)

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
Quem espera,desespera,diz um ditado popular.
O seu poema,sensual e belo é uma autêntica declaração de amor,que vai acelerar a chegada!
Nunca perca a esperança.Afinal ela é uma virtude...
Um beijinho
Beatriz