sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Desejos (de rosa)



Apetecem-me rosas,
meu amor.

Brancas como a luz,
cheirosas como tu.

Apeteces-me 
com sabor a bom,
de cheiro a flor.

Desalinhado no teu jeito,
tirando-me para fora de pé,
rendo-me na perdição florida.

Traz-me um jardim,
um canteiro
ou mero caule florido.

Vem, meu amor
e traz-me o botão de rosa
que és tu.



12 comentários:

✿ chica disse...

LIndos desejos!!beijos, tudo de bom,chica

Nal Pontes disse...

Uma doçura de poesia com o perfume das rosas. Lindo. O natal já passou mais ainda é tempo de desejar felicidades então. Felicidades mil. Bjs no coração.

Elyane Lacerdda disse...

Que lindo poema!
Feliz Ano Novo!
Bjus no coração!
http://www.elianedelacerda.com

Elyane Lacerdda disse...

Que lindo poema!
Feliz Ano Novo!
Bjus no coração!
http://www.elianedelacerda.com

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Perola.
Que linda poesia, muita doçura em cada palavra.
Beijos.

Andreia Morais disse...

Que lindo! Espero que ele chegue, e rápido, bem acompanhado de rosas.

Adoro rosas brancas *.*

Beijinhos*

Elisabete disse...

Uns versos tão doces!
Bjs

Laura Santos disse...

Um botão de rosa que farás desabrochar.
Belo poema. Tão simples e tão suficiente na forma e no conteúdo.
Feliz 2015, Pérola!
xx

José Carlos Sant Anna disse...

Haja simplicidade e delicadeza para a confissão amorosa com laivos dos cancioneiros amais antigos. Como diria, Caetano Veloso, "beleza pura".
Beijos, Pérola!

Janini Costa disse...

Um poema lindo e delicado como uma flor.


Bjs e venha saber das novidades do blog, depois me conta se gostou.
blogperfumedepitanga.blogspot.com/

Guaraciaba Perides disse...

É muito amor e é tudo muito bom!
Um abraço

Agostinho disse...

Um poema-carta ao amado-flor.
uma rosa-pérola poderá ser...