terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Do arrependimento



O tempo traz-nos tantas coisas . . . 

De entre delas vem o arrependimento que podemos aceitar ou . . . talvez não.

Há os que afirmam nunca se terem arrependido de nada e outros punem-se, culpabilizam-se na casa do 'estar/ser arrependido' em eras sem fim.


Eu ainda não me decidi, como em tantas outras coisas da vida.
Creio que, em principio, se tomam caminhos, fazem-se escolhas com o melhor que se tem e pensa na altura.

Depois . . .
Ah! Pois . . .

É sempre no 'depois' que surgem as consequências, se fazem balanços e então a luz aparece...' -afinal devia ter feito doutra forma, que raios!'

Ups!
Tarde demais.


Viver parece resumir-se a este contínuo de momentos, instantes por onde vamos acontecendo, sendo gente.

Como tal, tendemos ao controle, à perfeição, ao sonho e acabamos enleados nesta teia onde nos dizem que a liberdade é real, 
mas onde tantos outros condicionalismos nos trocam as voltas.


Se estou arrependida?

- De tantas coisas! Porém, de que me serve?

Ainda não inventaram a máquina do tempo e como diz uma amiga:
" - Para a frente é que é caminho!"
(como se fosse possível caminhar para trás...!)



34 comentários:

✿ chica disse...

Tu tens uma grande capacidade de conversar com ti mesma e te expressar muito bem! Sempre legal! bjs, chica

Célia sousa disse...

Ôi Pérola!
Passei por aqui para desejar um
Feliz e Santo Natal!
Que o Deus menino traga muito amor
e muita paz, e carinho entre as pessoas...

Beijo amigo.

Ana Bailune disse...

Bom dia!
Procuro levar a vida de forma a me arrepender bem pouco, e não tenho quase nada do que me arrepender, pois acredito que todo erro é aprendizado, e nós assimilamos muito mais através dos nossos erros do que dos nossos acertos. Muitas vezes, erramos porque, naquele momento, aquele era o nosso nível de compreensão. Mas é certo que há pessoas que erram porque querem tirar vantagem de outras, e quando se arrependem, é apenas porque desejam continuar com este comportamento, e para isso, precisam do perdão e do consentimento daqueles que feriram.
Tudo é relativo, tudo é reflexão...
Tenha um ótimo dia!

Ana Bailune disse...

Bom dia!
Procuro levar a vida de forma a me arrepender bem pouco, e não tenho quase nada do que me arrepender, pois acredito que todo erro é aprendizado, e nós assimilamos muito mais através dos nossos erros do que dos nossos acertos. Muitas vezes, erramos porque, naquele momento, aquele era o nosso nível de compreensão. Mas é certo que há pessoas que erram porque querem tirar vantagem de outras, e quando se arrependem, é apenas porque desejam continuar com este comportamento, e para isso, precisam do perdão e do consentimento daqueles que feriram.
Tudo é relativo, tudo é reflexão...
Tenha um ótimo dia!

FME disse...

Arrepender é algo que não vale a pena... Mas às vezes acontece.

Francisco disse...

Creio que todos nos arrependemos de alguma coisa. Algo que tenhamos feito ou dito...

Sim, as coisas poderiam ter sido diferentes, mas naquela altura não soubemos estar calados ou quietos lololol

Viver e aprender...

Errar é humano ;)

Beijinhos grandes

Crocheteando...momentos! disse...

Curiosamente não sou muito dada a arrependimento...e tento sempre...não voltar a errar!
bj amigo

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Lição de vida..... lição impressionantemente positiva!!
Prá frente é que se anda!!!!

Laura Santos disse...

Eu não me arrependo de nada que fiz na minha vida. Só me arrependo do que não fiz.
Quando se fazem as coisas com boa intenção, não pode haver lugar para arrependimentos. Arrependimento pode ser uma espécie de suicídio mental.
xx

Bell disse...

Eu me arrependo, mas depois penso que tudo que passei me tornou a mulher que sou hoje, e se de fato não foi é pq não era para ser.
Toda vez que fazemos uma escolha estamos deixando outra de lado. É inevitável pensar e se tivesse escolhido a outra opção...
Essa resposta a gente nunca vai ter...

bjokas =)

Arco-Iris disse...

Como eu me arrependo de tanta coisa....
Daquilo que podia ter feito e não fiz....
Mas, para a frente é que é o caminho, haja saúde, já dizia a minha avó.
Beijinhos
:)

Edumanes disse...

Do que fiz não me arrependo,
só me arrependo do que não fiz
Pérola, se muitas coisa entendo
mas desejo que sejas sempre feliz!

Um beijo.

Carmem Grinheiro disse...

Boa tarde Pérola,
Há coisas que se fazem, se dizem, ou não e até as que se deixam de fazer, que por diversas razões trazem arrependimento.
Mas se esse arrependimento não muda absolutamente nada do que está, é perda de energia cismar nisso, isso é facto.

bjo amg

Karina disse...

Oi Pérola!

Arrepender-se é viver o erro 2 vezes :) Mas eu sou teimosa e fico fazendo isso o tempo todo e sofro com a culpa. Uma hora eu aprendo, oh se aprendo!!!

Amei seu texto.

Beijokas

José Carlos Sant Anna disse...

Diz-me do que te arrependes e dir-te-ei quem és. No mais é deixar que os arrependimentos boiem nas águas do rio e depois sejam lançados ao mar. Para vê-los depois tens de olhar o mar na sua imensidão e achá-los será como buscar uma agulha no palheiro...
Beijos, Pérola!

José Carlos Sant Anna disse...

Diz-me do que te arrependes e dir-te-ei quem és. No mais é deixar que os arrependimentos boiem nas águas do rio e depois sejam lançados ao mar. Para vê-los depois tens de olhar o mar na sua imensidão e achá-los será como buscar uma agulha no palheiro...
Beijos, Pérola!

José Carlos Sant Anna disse...

Diz-me do que te arrependes e dir-te-ei quem és. No mais é deixar que os arrependimentos boiem nas águas do rio e depois sejam lançados ao mar. Para vê-los depois tens de olhar o mar na sua imensidão e achá-los será como buscar uma agulha no palheiro...
Beijos, Pérola!

Opinante disse...

Para a frente, sempre!!

ReltiH disse...

UN POST MUY SIGNIFICATIVO. GRACIAS POR COMPARTIR.
ABRAZOS

Cláudia disse...

Eu cá meti na cabeça que não me arrependo de nada. Só daquilo que não faço.
E até agora tem sido assim...

Beijocas

Adriana Helena disse...

Pérola, como vai querida?
Trouxe ótimos pensamentos, intensas reflexões!
Também já me arrependi de não ter dito o que deveria no momento certo..rsrs
Mas a vida é assim não é? A gente sofre, mas aprende com os erros!
Por isso que o melhor caminho é ir em frente, sempre!!

Beijinhos e muita obrigada pela adorável companhia em 2014!
Que possamos aprimorá-la ainda mais em 2015, com laços maiores e mais intensos!!
Linda semana! :))))))

Bergilde disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bergilde disse...

Nunca é tarde demais para o arrependimento,mas o mais importante é não vacilar e novamente cair no mesmo erro afinal o tempo não pára e mediante nossas escolhas tudo pode mudar...Abraços,boas festas!

Mona Lisa disse...

Concordo plenamente com Saramago.

H+a que mudar de rumo e viver um dia de cada vez!!!

Adorei o teu texto...o teu desabafo.

Beijinhos

Nal Pontes disse...

Oi, que bela reflexão aqui. Bom passar pelo processo de arrependimento sempre que for necessário. Lava a alma e a deixa mais leve. Boa noite querida. Bjs

Susana disse...

Só há uma coisa de que olhando para trás me arrependo... foi enquanto andava na faculdade não ter feito Erasmus. Foi-me dada a oportunidade quase de mão beijada e na altura achei não ser capaz de ir sozinha... Hoje se pudesse teria voltado atrás no tempo para ter ficado com essa experiência.

Andreia Morais disse...

Acho que nos arrependemos sempre de alguma coisa

Beijinhos*

emanuel moura disse...

Faz parte da vida quem nunca se arrependeu ,somos todos imperfeitos por natureza ,muitos beijinhos querida amiga Perola.

Pedro Coimbra disse...

Das poucas vezes que concordei com Saramago

Coluna da Mi disse...

Oi Pérola, pois é, é impossível caminhar para trás.
Eu também me sinto meio dividia como tu em termos de arrependimento.
Acho impossível quem diga que nunca se arrepende de nada, soa para mim como fuga ou arrogância de admitir.
Mas também não quero aquele arrependimento que vira culpa, que corrói e que não irá mudar o passado.
Aceito o arrependimento o qual eu aprenda com meus erros, porém, não é sempre que aprendemos também, acredito que por aí paire a minha indecisão.
Só não sou masoquista de ficar sofrendo, ou ao menos, tento.
Beijos e linda quinta-feira.

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola, o que vale é a intenção...podemos errar porque somos humanos mas se estivermos imbuídos de
boas intenções, penso que podemos nos perdoar e seguir em frente. Se não, então temos que refletir muito para aprimorar o espírito e buscar novos
caminhos ou ficar mais prudente.
Um abraço

EU disse...

Só se tem a consciência do estado de arrependimento, quando os factos nos comprovam que foi mesmo errada alguma decisão que, porventura, até tenha sido ponderada. De resto, a meu ver, o caminho vai-se fazendo conforme as circunstâncias do momento.
Em todo o caso, não penso muito se o que fiz devia ter sido feito doutro modo.
Gostei de ler esta tua reflexão.
Bjo, Pérola :)

Maria Silva disse...

Só me arrependo de ter provocado momentos de injustiça ou desconforto nos outros, fossem quem fossem...
De resto, não gosto de pedir desculpas, como não aprecio que mas peçam.
E a vida, boa ou má que se nos apresente, é para ser vivida e dela tirar a vantagem do conhecimento, da experiência.
Beijinhos.

Agostinho disse...

Em maré de balanço de fim-de-ano?
Boa, Pérola, sem tempo a perder, sempre a aprender para caminhar melhor.
Boas festas é do que toda a gente precisa, não é? Muitas e boas para a Pérola que suporta o blogue com garra. Amanhã é Natal...