quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Carta (in)Conformada!


Cartas_large


Meu amor,

Porque te chamo ainda assim? A razão encontra-se na essência dos meus sentires.
Luto, revolto-me contra o que sinto, o que me dói.
No entanto: Amo-te.
Como ainda não encontrei um passe de mágica ou um truque para quebrar o feitiço da paixão, vou aguardando.
Espero que o sentimento se vá e com ele o padecimento.
Insurjo-me contra este tumultuoso pesar porque não comporta alegria, paz ou sequer sorrisos.
Demorei o meu tempo, porém já entendi.
Não correspondes às minhas ânsias, aos meus desejos e desta forma, resta-me conformar-me.
São vãos os esforços em tentativas de reclamar o que não se pode dar porque não se tem.
Não tens culpa.
Não se ama quem se quer.
Assim como eu ainda não consegui 'desamar-te' tu não o sentes pela positiva.
Um encontro desencontrado.
Não te culpo, mas tenho de confessar que desconsolada procuro a resignação.
Não te incomodarei mais.
Que encontres alguém digno do amor que cobiço.

Um beijo da que (ainda) te ama!


12 comentários:

Ovelha Flor Guerreira disse...

Muito bom! Sobretudo porque ninguém pode dar o que não tem!

lena disse...

Olá Pérola.
Lindas palavras como sempre. E é muito importante saber deixar a pessoa que não nos ama nem vai amar da forma que queremos.
beijinhos grandes.

António disse...

Um belo texto apaixonado, diria até de tirar o sono.

Tanto se escreveu já sobre o amor, mas haverá sempre algo novo a dizer porque cada um de nós é diferente, assim como os sentires.

Que encontres esse amor, desencontrado.

Bjs!

Farruskinha disse...

Quando o li, parecia que estava a ver a minha vida neste momento

Rafael Castellar das Neves disse...

Um ótimo texto, mas triste e carregado, né? Esperamos que a personagem se firme novamente!

Muito bom!

[]s

Pretty in Pink disse...

Dizem que o tempo cura tudo...mas eu sinceramente acho que há coisas que nem o tempo cura!!

Beijinho*

Mona Lisa disse...

Nada é eterno!

Deixar de ser amada é um virar de página.

Pode custar, mas deve-se recordá-lo apenas como uma fase boa. Serão sempre recordações coloridas!

Beijos.

manuela barroso disse...

E porque o tempo é impermanente com ele também os sentimentos.
Se valer a pena, fiquem lindas recordações.
Beijinho

Maria D Roque disse...

How can you mend a broken heart, when love is not for sale ??

Gabriela Vitória disse...

Querida Pérola o texto é belíssimo...beijo doce

aflores disse...

mal me quer
bem me quer
... ai o amor, ai o amor.


Tudo de bom.

Nany disse...

Não se ama quem se quer.
Isto diz tudo.
Bjs