terça-feira, 4 de setembro de 2012

Gosto...


5968c0c8cb7a9abaffa8f82542b321e7_large

Gosto de me perder.
Permitir as passadas inconscientes e simplesmente caminhar. 
Sem rota, sem destino, sem horários.
Andar tendo por companhia o odor dos objectos que fazem parte do cenário.
Percorrer trilhos a divagar.
Sem explicações.
Nem auto-censura.
Marchar ao som do meu interior, movendo-me em consonância. 
Suprema felicidade esta!
Percorrer distâncias à minha medida.
Ir . . .
E acompanhando-me, sentir-me crédula e autêntica.
Acabando por me vislumbrar num singelo piscar de olhos.
Gosto de não saber de mim . . .




24 comentários:

lu de lúcia disse...

eu não tenho gostado de não saber de mim :$

Flor Guerreira disse...

Também gosto muito de não saber de mim, de não ter censuras!

Vic disse...

Gostei muito, Pérola. Mas é sempre bom sabermos de nós, mesmo quando o não queremos. E devemos querer:) Por vezes é só preciso um bocadinho de paciência mais

Tétisq disse...

também gosto de não saber de mim.*

Maria D Roque disse...

Tem alturas que eu gostava também de não saber onde estou...

Opinante disse...

às vezes faz falta....viver ao sabor da maré...

Arco Iris disse...

Já tinha saudades Pérola .
Visitar o teu blogue e deliciar-me com estes lindos textos.
Pegando na tua última frase : - se quiseres saber de mim, vai ao meu cantinho que me deixas bastante satisfeita.
Bjs :))

The Princess Without Heart disse...

Claro que sim :x

Clementine disse...

Oh é tão bom, também gosto :) *

AngieM disse...

Não gosto de me sentir assim, perdida :/

edumanes disse...

Gosto de ti com certeza
Por isso estou aqui
Naquela estrada beleza
De árvores rodeada a vi!

A estrada com certeza
Porque você não estava lá
Coisa mais linda do que a natureza
Neste mundo não há!

Só você com certeza
Não se esconda de mim
Quero ver sua beleza
Colorir o meu jardim!

Bom terça-feira,e obrigado
pela amável e carinhosa visita.

um bjo
Eduardo

Fifi disse...

Sem dúvida, muito bom :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Apesar de ter gostado muito do texto, parece-me preferível saber de mim. É certo que às vezes tenho dúvidas se sei...

Isa Lisboa disse...

São bons momentos esses!
Beijos

PinUp Me disse...

Para além de gostar, às vezes tenho mesmo a necessidade de por instantes não saber de mim... nem de nada!

Beijinhos

Daniela Castro disse...

sim pode ser mas o meu é daquele ciume saudável :)

Inês disse...

Obrigada pelo apoio, és uma querida! Beijinho*

The Princess Without Heart disse...

O problema é este: eu já tentei mudar imensas vezes. Mas passado 5 minutos ja estava outra vez com pensamentos negativos.

manuela barroso disse...

Como te entendo!
Disseste tão bem :ir!Deixar-se flutuar com a divagação do pensamento, imaginar paraísos perdidos que encontrarão de novo eco dentro da nossa pele. Com serenidade...
Belíssimo Pérola.Só!
Muitos beijinhos

ONG ALERTA disse...

Deixar passar...
Beijo Lisette.

Patrícia disse...

Também gosto de não saber de mim, amiga Pérola! Lindo eu texto como sempre!
PS.: Estou de férias não, só estou com corre corre de trabalho e outras afazeres pra resolver da vida
Beijos

mfc disse...

Perdermo-nos é a melhor forma de nos encontrarmos...

Beijos,

Mona Lisa disse...

Gosto de andar a sós comigo...eu e eu!

Beijos.

aNaMartins disse...

às vezes é quando ando perdida que me encontro!:p

um beijinho **