sexta-feira, 28 de junho de 2013

O vício das Unhas


"As unhas são anexos cutâneos que fazem parte do aparelho ungueal. 
Têm grande importância na proteção das falanges distais, bem como função estética no mundo moderno, principalmente para as mulheres. 
Além disto, a unha contribui para apreensão de objetos, conferindo mais firmeza e melhor sensação tátil, e também ajudam a compor a estabilidade dos dedos, permitindo uma deambulação adequada. 
Doenças que acometem as unhas podem ser restritas ao aparelho ungueal ou fazer parte do acometimento de doenças sistêmicas, necessitando pronto diagnóstico e tratamento."
www.medicinanet.com.br


Confesso: tenho um vício terrível, roer as unhas.
Apesar das intermitências nunca chegou a este ponto.
Bolas! Até me assustei!
O facto de serem quebradiças, e possuir temperamento pouco calmo, ajudou ao arrastar da situação.


"O que for teu desejo, assim será tua vontade.
O que for tua vontade, assim serão teus atos.
O que forem teus atos, assim será teu destino."
Deepak Chopra


Contudo, o meu desejo aliciou a minha vontade e esta conduziu os meus atos.
E deixei de roê-las!

Parece tão fácil!

O que verdadeiramente me permitiu o seu natural crescimento foi pintá-las.
 Bem pequeninas, rídiculas, mas com ganas de serem adultas.
Já experimentei o verde, o azul, o amarelo, o vermelho e alguns rosas.

Finalmente percebi o porquê do classicismo do encarnado.
Mesmo nua uma rapariga sente-se sexy, e bem vestida, se as unhas de escarlates se vestirem.

Agora sou uma addicted em recuperação.
"Um dia de cada vez" é o lema.
Ainda não descobri nenhum grupo de apoio onde possa partilhar das minhas angústias, vitórias e fracassos quotidianos.

Por outro lado resta-me a questão das unhas dos pés (é verdade, também são roídas pela pequena Pérola) e ornamentações como estas que me dão umas vontades de comer:


P.S. Também adotei outro lema: " Um vício de cada vez".
Depois conto-vos.



17 comentários:

rosinha cruz disse...

Também tinha o vicio de roer as unhas, deixei de o fazer para dar o exemplo a princesa foi a melhor coisa que podia ter feito, apesar de ainda hoje não conseguir ter as unhas muito grandes, mas adoro ve-las assim, pintadas,sinto-me mais elegante.
Por isso força amiga, porque vale a pena o esforço.
Bom fim de semana
Beijinhos

dreams disse...

Nunca o fiz, mas conheço várias pessoas que o fazem, mas também acredito que para conseguirmos basta querermos:) beijinhos grandes e bom fim de semana minha flor ;) !!

Pips disse...

Por acaso foi um vício que nunca tive! Mas tinha uma amiga que fazia-o imenso, a médica até recomendou que ela arranjasse as unhas porque isso iria detê-la para não as estragar.

Mona Lisa disse...

Esse vício nunca tive!!!

Não uso vernizes de cores fortes. Apenas brilho, branco leitoso ou salmão...tudo clarinho.

Beijinhos.

José María Souza Costa disse...

CONVITE
Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com

anokas disse...

Nunca me deu para roer as unhas e ainda bem!Tu róis as unhas dos pés???? Mostra que és elástica :P

Ao falares do vermelho, é exatamente assim que me sinto quando pinto as minhas unhas de vermelho :)

Continua a não roer as unhas, vais conseguir :)

my pleasure disse...

é preciso flexibilidade para roer as unhas dos pés :P

AC disse...

Quando era miúda roí as unhas e foi exactamente assim que consegui definitivamente deixar de as roer. Tenho umas mãos bonitas e sempre impecáveis.. acho até que é uma das minhas manias.

Força miúda, vais conseguir e ter um orgulho enorme em ti e nas tuas mãos de princesa.

Beijinho
Bom fim de semana

Marafada Doce disse...

infelizmente tive uma pequena fase em que roia as unhas, mas passou muito rapido.
Sempre tive unhas fortes e saudáveis!
:)

Kate disse...

tenho tentado mesmo, acredita.
beijinho

mmm´s disse...

Roer as unhas não o faço, mas confesso que tenho muita dificuldade em mantê-las em condições para serem "decoradas".

http://www.lavarcabecas.blogspot.pt/

PINTA ROXA disse...

Tambem eu durante anos fiz o mesmo, depois deixei de roer e agora é coisa que não me passa pela cabeça, afinal até fico triste quando uma se parte...

Tinkie disse...

Durante alguns anos também tive esse terrível vício de roer as unhas. Levou-me algum tempo para conseguir deixá-las crescer.

Cláudia disse...

Olha eu só roía as unhas quando era miúda. Depois comecei a adorar vê-las grandes e pronto, agora é como vocês as vêm, quase sempre pintadas e gigantes =)

Adoro, adoro, adoro =D

Beijocas

O Blog da S. disse...

Eu tenho as unhas longas e sempre tratadas desde os 16/17 anos.
Adoro os vermelhos, os castanhos, os tons uva, os glossy, e este ano pela 1.ª vez estou a usar o rosa vivo, antigamente não gostava de me ver mas estamos sempre a mudar. :)

Um grande beijinho!

O Sexo e a Idade disse...

Nem me fales em unhas que ainda estou em estado de choque com aquelas que encontrei no outro dia!
Viste?

ABOBORINHA MADURA (Helena) disse...

Olá Pérola

Vim agradecer-te o teu comentário e fiquei por cá. Gostei tanto que marquei lugar.
Também fui ums roedora de unhas impulsiva e também roía as dos pés. Em dois meses perdi o vício, era o tempo que faltava para me casar e percebi que queria ter unhas nesse dia (nessa altura ainda não havia unhas de gel). Mais tarde, grávida, as dos pés também ficaram a salvo. Mesmo assim, há cerca de 5 anos atravessei uma fase que voltei a roê-las, mas já não tanto como dantes.
temos de ser persistentes.
Beijinhos e até breve
Helena