domingo, 30 de junho de 2013

Na Corda




Na Corda . . .

          amarram-se regras,
          dou nós cegos inadvertidos,
          teço redes várias,
          estico-a ao limite,
          pinto-a de humores,
          dou pedaços, vendo outros,
          enrodilho-me e peço socorro,
          entro nas suas brincadeiras insuspeitas,
          equilibro-me destemidamente,
          receio as suas armadilhas,
          tropeço em novidades,
          reflito-me no seu entrelaçado,
          pouso o pé no seu laço,
          aprisiono-me em limites,
          seguro-a em vontade livre,
          partilho-me em doces ofertas,
          recebo-te no equilíbrio satisfeito . . .

                                    Na Corda da Vida !
         

13 comentários:

LUZ disse...

Olá, Pérola!

A senhora dos verbos, fez um poema, mais um, inteligentíssimo.

Temos de esperar pelo tal equilíbrio. Por vezes, custa a chegar, mas, a corda bamba da vida, é mesmo assim.

Beijos da Luz.

Margarida Rodrigues disse...

Aprecio muito o seu blog. Todos os dias tenho visitado o mesmo e delicio-me com os seus posts. Espero que continue com o bom trabalho.

Cumprimentos

Margarida Fonseca Dias

www.europeanemaildatabases.com

Francisco disse...

Adorei

Beijinhos e boa semana ;)

Lilá(s) disse...

É mesmo assim a corda bamba da vida!
Bjs

lena disse...

Olá Pérola.
Muito interessante e bem escrito como já é habito.
Beijinhos grandes

Opinante disse...

Lindo! Boa semana Pérola!

Isa M. disse...

A vida é mesmo uma corda, poucas vezes segura, mesmo quando pensamos que está bem fixa, ela balança ... o melhor mesmo é tentar encontrar o equilibrio, para não cairmos ... muitas vezes ... :)

Beijinhos

Flip disse...

A corda da vida... tão bela, e tão misteriosa... beijos

Arco Iris disse...

É nesta corda da vida que nos temos que ir aguentando....
Mais um lindo texto.
Beijinhos

Mona Lisa disse...

A vida numa corda bamba!


Sem ela, a vida, seria uma monotonia!

Beijinhos.

c disse...

Amei pérola!

Cláudia disse...

Às vezes é difícil mantermo-nos em cima da corda que é a vida... Outras vezes ela parte... Vamos lá ver se vai aguentando.

Beijocas

Maria disse...

Que bom poder passar por aqui...levas-me no turbilhão das palavras que dominas tão bem!!!
Bjs
Maria

PS. Tenho saudades de ler também outra pessoa que fechou o seu blogue, do JP, que sei também seguias!