terça-feira, 17 de setembro de 2013

Outono ?


Na brisa, 
a carícia da tua voz atravessa atmosferas.

Sinto o arrepio do ar que se movimenta,
adivinhando-te.

Murmuras palavras desenhadas
em bailados outonais.

Sou choupana de porta escancarada.

O espaço exíguo, onde as aranhas se espreguiçam
abre-me o horizonte desmesurado.

Permito que a natureza me invada e fundo-me nela.

Sou árvore caída onde aguardo que faças ninho em mim.

Vem hibernar!
Deixemos que a primavera nos faça florir!

20 comentários:

Ana Sofia disse...

...que lindo...parabéns :)

Nilson Barcelli disse...

Excelente.
O teu talento poético é enorme.
Beijo.

edumanes disse...

A tua voz meiga
Não assusta uma fera
Aquela folha seca
Era verde na primavera!

Fazer o ninho numa árvore seca
Não tem qualquer piada
Vou dormir uma soneca
Até de madrugada.

Boa noite, até amanhã se Deus quiser.
Um beijo para ti amiga Pérola.

Laura Santos disse...

Um poema muito belo e outonal, já a pensar na Primavera!
Gostei muito.
xx

Nequéren Reis disse...

Olá!!!, Deus te abençoe, amiga amei seu poema, o seu blog é ótimo sucesso, já estou te seguindo, Aguardando Retribuição.
Canal Youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

Alex disse...

Já sabes que eu não sou muito dada a poesia mas de vez em quando espreito o teu blogue e hoje adorei este poema. Parabéns pelo talento e obrigada por partilhares. Beijinhos

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Pérola

Lindo poema,gostei

Lindo para permanecer aqui...visto que temos o Outono a chegar.

beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ricardo- águialivre disse...

Poema fascinante. Bem redigido, melhor intencionado, muito querido na sua mensagem
Gostei muito de ler

Fique feliz
************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Opinante disse...

Que maravilha :)

Diana Filipa Fonseca disse...

Fantástico!

Francisco disse...

Gostei muito, adoro usar cachecóis :)

Beijinhos

wcastanheira disse...

_Sinto o arrepio do ar que se movimenta,
adivinhando-te...Um mimo, um lindo delírio poético, gosto deste devaneios quentinhos, coladinhos, in, in, uma beleza de ler e tentar interpretar, pra vc bjos, bjos e bjosssssssssssss

Cláudia disse...

Está bonito, mas podia ficar o Verão mais um bocadinho :)

nelma ladeira disse...

Bom dia,lindo poema cheio de sensualidade amei.
Agradeço a sua visita beijinhos.

Mona Lisa disse...

Que sonho...que ternura de poema!

Beijinhos.

aflores disse...

Ora então cá estou eu! :)
Confessa, estavas com saudades, não estavas? (convencido...)

Aqui me tens ainda com o cheiro a mar e vontade de continuar a feriar. A mala ainda não está arrumada (depois vais ver porquê)mas vim aqui com vontade de "conversar".

Mas... aranhas? Nem pensar! :))))))))

Fujo delas a sete pés (ai os homens... que medricas) mas das tuas palavras eu gosto de me perder.

Esta inspiração... foi do sol.

Beijos e abraços

Tudo de bom.

:)

;)

(confessa, vá lá... estavas mesmo com saudades.)

ihihihihihihihihihihihihihihihihihi

PERSEVERÂNÇA disse...

Lindoooooooooooo!!!!
Agradeço por fazer parte do Perseverança, seja sempre bem vida.
Bjs

Dorli disse...

Oi Pérola,
Que poesia sensual e linda!
Você já é uma poetiza
Coloquei-a na minha lista de blogues amigos
Beijos
Lua Singular

emanuel disse...

Belo poema e no Outono onde tudo se tranforma ,beijinhos

Vera, a Loira disse...

E eu que adoro o Outono.