sábado, 14 de setembro de 2013

Sussurro



Fechando os olhos
vagueio pelo teu corpo.

Tateando nas palavras
dispo-te em susurros do tempo.

Com ecos de passos ligeiros,
em gestos de paixão,
falando em silêncio,
a noite acontece em nós.

Os corpos se cruzam
nas sombras de pensamentos,
em beijos dados.

Rompe-se a quietude,
em rumores abafados,
num amanhecer desmedido,
transbordando tudo o que somos.


25 comentários:

Sónia M. disse...

Muito belo!

Beijo :)

M D Roque disse...

Lindo !

manuela barroso disse...

Numa espécie de melodia, todas as palavras necessárias numa sensualidade contida.
Muito lindo!
Bom fim de semana querida Pérola

Maria disse...

Não gosto de me repetir...mas acho que já disse isto por aqui muitas vezes...Gostei muito querida Pérola...!!!
bom dia!
Bjs
Maria

MC- Maria Capaz disse...

Muito bom *.*

Cidália Ferreira disse...

BOA TARDE Paula Barros

Hummmmm maravilhoso...sublime.. Amei, já estava a vaguear nele. loooooool

beijo,bom fim de semana


http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ricardo- águialivre disse...

Sedução, paixão, desejo, entrega

Um misto de sentimentos.Lindo

Deixo abraço
Bom fim de semana
*************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

emanuel disse...

Um belo sussurro querida amiga ,beijinhos

Observador disse...

Gostei muito do que li.
Uma autêntica 'pérola', Pérola.

edumanes disse...

Lindo sonho o teu
Continuar a sonhar
A vontade venceu
As palavras soletrando
Fecha os olhos, quer dormir
Soluços vai soltando
Contentamento faz sorrir
Nas tuas poesias
Se cruzam os olhares
Lê as palavras escritas
Quando acordares!

Bom fim de semana
Para ti, amiga Pérola
Um beijo
Eduardo.

Francisco disse...

Um Sussurro sabe sempre bem :)

Beijinhos

quem és, que fazes aqui? disse...


O que acontece com um/num sussurro!

Beijo

Laura

Mona Lisa disse...

Um poema de uma sensualidade linda!

Beijinhos.

✿ chica disse...

Muito lindo e bem inspirado!! beijos,chica

Laura Santos disse...

Adorei a sensualidade do poema!
"Rompe-se a quietude,
em rumores abafados,
num amanhecer desmedido,
transbordando tudo o que somos."
Muito belo! E na verdade estamos lá sempre inteiras nesses rumores abafados, aqueles que só os deuses que se escondem nas fragas percebem o sentido.
Gostei muito.
xx

Turista disse...

Adorei, querida Pérola, como sempre. :)
Beijinhos grandes e saudades.

wcastanheira disse...

Uauau adoro este estilo delicioso de delirar, sonhar, viajar na poesia de cada momento, pra vc beijinhossssssssss

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Pérolamiga

Hoje na nossa Travessa assino um textículo que creio que tem alguma piada. Intitula-se Emigração e TAMPAX. Que raio de coisa! Só eu era capaz de um doideira como esta…
Por isso, não faço comentários. Lá para segunda ou terça fá-los-ei. Obrigado

Qjs

Henrique

Vieira Calado disse...

... e não é bom, assim?
Beijinhos

Suricate disse...

Lindo como sempre!
Bom Fim de semana:)

jinhossss

Maria Rodrigues disse...

Terno, apaixonado e belo.
Beijinhos
Maria

Irina Cardoso disse...

Muito bonito!

Beijinhos :)

ONG ALERTA disse...

Um desejo....
Beijo Lisette.

Enigmático Byjotan disse...

Transbordando contigo na arte de sermos únicos,cantamos o amor de forma tão bela.Belo texto.Sinceros beijos de fã.:-BYJOTAN.

Opinante disse...

Lindo!