sábado, 12 de janeiro de 2013

A diversão


Isto do divertimento é comportamento que transcende a humanidade.
Encontramos exemplos vários de recreio em várias espécies animais. 
Porém, o entretenimento está relacionado com o seu grau complexidade e inteligência.
Não estou a ver um ser tão primitivo como a estrela do mar a divertir-se rebolando nas ondas do mar.
O Homem é diferente.
Somos sempre.
Porque haveria de ser a diversão uma exceção?
Não entrando em patamares de espiritualidade ou religiosidade vária e tendo como aceite a racionalidade do Homem, somos animais incomparáveis.
Para o melhor e para o horrível.

No que toca a diversão, haverá alguém que a recuse?
Mesmo faminto, em zonas de guerra, vivendo em condições desumanas não é difícil encontrar crianças, pessoas na brincadeira, rindo contra todas as expectativas.
Parece sermos portadores de um gene que nos inclina para transformar os obstáculos em oportunidades.

Bem sei que não é assim tão linear e que a conjutura não ajuda.

Contudo, mesmo sem dinheiro algum, até sem casa, desempregado, há sempre intervalos onde se permite a gargalhada, o tímido sorriso, o trocadilho, a anedota marota, a galhofa, a participação numa qualquer atividade que distrai.
E são estes intervalos de recreação, de 24 horas para alguns ou somente de escassos momentos ou instantes para outros, que fazem diferença.

Uma diferença que nos pode fazer felizes.


Divirtam-se!
Brinquem!

12 comentários:

Benedita disse...

Estás coberta de razão. Brincar, rir, gargalhar, faz falta. E faz a diferença!
Bom fim-de-semana!
Beijos

O Sexo e a Idade disse...

Brincar, dançar, rir, cantar a plenos pulmões!
Há que não perder nunca uma oportunidade de ser feliz!

Francisco disse...

Haja alegria e folia :)

Beijinhos Grandes

Marta Seleiro disse...

A seguir o seu cantinho, segue o meu ?

edumanes disse...

Seja história ou conto
É de toda muito real
Por exemplo o português
Nascido em Portugal!

Continua a ser enganado
Vai vivendo às gargalhadas
Num país mal governado
Qualquer fica sem as calças!

Vai sorrindo
Os poucos euros a contar
Mais cortes estão surgindo
Tudo menos os ordenados a aumentar!

A pobreza corre sem parar
A caminho do precipício
Se a caminhada não aguentar
Até parece que a política é um vicio!

Bom fim de semana para você,
amiga Pérola,
um beijo,
Eduardo.

C. disse...

Brindas-nos sempre com textos fabulasticos :D

Blackye disse...

Principalmente, riam-se! Ninguém nos pode tirar isso, num mundo tão marcado pela tristeza é bom ver que ainda há motivos para que a gente se ria.
Beijos

AC disse...

Costumo dizer que tudo fica mais fácil com um sorriso. Temos que ter a noção que a vida é curta e que não vale a pena passarmos por ela envolvidos em tristeza e a infernizarmos a vida a todos.

Beijo e um enorme sorriso:)

LUZ disse...

Boa tarde, Pérola!

E era, e é, tudo tão giro, tão divertido!

Gostei muito da frase, que encima o seu texto. Tem "montes" de lógica e racionalismo.

Concordo inteiramente consigo. Diversão, pode ser tanta coisa!
Para mim, escrever, ouvir música e dançar é diversão total, ou melhor, está armada a festa.

Um bom domingo. Divirta-se!
Beijinho da Luz.

Afetos e Cumplicidades

manuela barroso disse...

Além do divertimento que culmina num bem estar de felicidade, a diversão pode estar nos mais variados lugares onde nos sintamos bem connosco e com aqueles de quem gostamos!
Um divertimento é...por exemplo vir aqui!
Abraço querida!

Margarida Alegria disse...

Tento fazer isso sempre que posso, embora surjam cada vez menos, essas ocasiões.
Bjo

Alex disse...

Indispensável brincar, em qualquer idade! Beijinhos