domingo, 27 de janeiro de 2013

O Amor e a Paixão {♥_♥}


Enamorar-se perdidamente ou apaixonar-se é coisa tão antiga quanta o homem.
Mero bébé nisto da linha temporal da Vida.
Continuo a surpreender-me com os datas e os milhões de anos que existiram a.h. (antes humanidade).
Ciência e Religião é assunto que veio à baila, mas ponho já de parte.
Por agora, insisto no 'velhinho' e humano sentir: o Amor na sua faceta apaixonada.
Tema por demais gasto, no entanto sujeito a tantas renovações e invenções.

Vocês, não sei.
Quando  vi este desenho do Mordillo (revisito tantas vezes, anima-me, diz-me sempre algo de novo) os meus pensamentos pousaram na girafa que corre atrás.
Sim!
A mais pequena e desfigurada, arraçada de elefante por parte da tromba.
Neste amor improvável, só possivel pela altura em centímetros dos dianteiros, eis que surge o fruto: Um novo ser.
No quotidiano também acontecem estes 'milagres'.
Temos um poder de ajuste, de adaptação e de capacidade de nos transformarmos, de vestirmos outras roupagens, em nome do Amor que é uma coisa assustadora (diria parva . . . ).
Fica-se cego, toldado neste oceano de sensações.
Pois, já sabemos.
O Amor mexe com tanta coisa.
Admiro os racionais, mais objectivos que conseguem pensar de acordo com as suas convicções e não se deixam arrastar nesse turbilhão aparentado de tsunami.
Dos sitíos mais improváveis, das pessoas mais impensáveis pode surgir o inesperado.
Tem esse poder, a Paixão.
A Rendição é quase sempre a regra e a Tentação sua amiga inseparável.

Como tudo tem o seu tempo ou prazo de validade, fica-me a questão dos 'frutos'.
E depois?
Que fazer com as consequências desses sentires intempestivos?
Podem restar apenas inoportunas lembranças. Nada que o psicólogo não cure.
Mas, e as incovenientes marcas, quais tatuagens, sinal indelével, que lhe fazer?

A piedade acerca-se de mim quando olho para a girafinha trombuda, deturpado ser.
Sem culpas, cuja existência tem como pais o Amor e a Paixão.


13 comentários:

Lídia Borges disse...


Raça ou credo não são apanágio do Amor. O Amor é... Sem condições!

Um beijo

Francisco disse...

O Amor e a Paixão tem muitas coisas, que a ciência não conseguem explicar :)

E, ainda bem...

É bom ter loucuras por amor ou paixão, sinal que estamos vivo(digo eu)

Beijinhos Grandes

aNaMartins disse...

o tsunami que trás o amor, é uma grande chatice Pérola, nem tudo é como nós queremos. beijoca grande

Jovem $0nhador@ disse...

O amor não se escolhe, pode-se amar alguém totalmente diferente! Por isso o amor é algo único no mundo!

Mona Lisa disse...

O amor é único/maravilhoso , quando partilhado.

O amor não se explica! Acontece!

Amar sem se ser correspondido é dor!

Beijinhos.

JP disse...

Desde Adão e Eva....:)

Mas o amor é assim. Vem e ausenta-se sem o percebermos.

Por vezes não é assim.

Beijinho

dreams disse...

Boa semana, beijinhos:)

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

O amor é mesmo assim, não se consegue explicar, apenas acontece.
Uma boa reflexão.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Margarida Alegria disse...

(ai ai... este tema...)
Beijinhos

edumanes disse...

A girafa apaixonada
Por um elefante
Junto dele toda aprumada
A girafa elegante!

O elefante trombudo
Parece dela não gostar
Se calhar ficou mudo
Ou cego para ela não olhar!

Tudo faz o amor
Com muitas coisas mexe
No deserto muito calor
Onde o sol mais aquece!

Boa segunda-feira
para você, amiga Pérola
Não faça asneira
O amor por você espera!

Um beijo
Eduardo.

Opinante disse...

O amor é lindoooo!

Arco Iris disse...

Mais uma boa reflexão.....
O Amor é a base de tudo.
Beijinhos

protestante disse...

Quem é que não gosta de amar a sério... Com todos os contratempos que isso possa trazer.. amar desinteressadamente..Na ajuda mútua..