sábado, 7 de janeiro de 2017

dança com flores


Oferece-me flores,
brancas,
harmonia perfumada
enlaçada
nas tuas mãos.

Simples,
como meus balanceios
desassossegados,
seguros em teu corpo.

Oferece-me flores,
belas,
como a música
entoada ao ritmo  
da nossa private dance.

5 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Caramba, muito mal andam os homens se é preciso pedir tal gentileza.
Sem brincadeira, gostei do poema.
Um abraço e bom domingo

Andreia Morais disse...

Flores brancas são tão bonitas *.*
Adorei, como sempre, o poema!

Beijinhos*

emanuel moura disse...

A beleza da candura do branco embelezando tão belas palavras, beijinhos querida amiga muitas felicidades

Cidália Ferreira disse...

Quem não gosta de receber flores? Lindo demais

Beijinhos
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Mona Lisa disse...

A pureza do branco num magnífico e nostálgico poema!

Beijinhos.