domingo, 1 de janeiro de 2017

jardim meu


Em cada instante de mim
vou pisando trilho 
sem marca,
fazendo caminho
por entre mundos
desconhecidos.

Tem curvas,
pedras
e a marca de meus pés.

Tem o meu nome a história
pavimentada em chão,
dobrado
uma e outra vez
em inquietações solitárias,
traçado
na passada do desejo,
ganhando forma
o jardim meu.


11 comentários:

José Carlos Sant Anna disse...

E se esse jardim for buscar quem mora longe, ele poderá tomar conta da(s) flor(es) que o mantém tão bonito?
Beijos, Pérola!

Elvira Carvalho disse...

E que esse jardim floresça, na paz e no amor.
Um abraço e bom ano.

Lucas - Blog: Overture disse...

Garota, cada qual tem instante, curva, pedra e jardim. nem todos tem a poesia que você tem, essa a diferença. Bonito à beça. Valeu demais. Você é feríssima. Abraço

emanuel moura disse...

Maravilhoso querida amiga desejo-lhe a si e a todos quanto ama um 2017 cheio de felicidade beijinhos no coração

luisa disse...

É bonito esse jardim... :) Bom Ano!

Cidália Ferreira disse...

Belo demais! Parabéns. Um bom começo!!

Excelente ano de 2107
Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Graça Pires disse...

Muito belo, o poema. E como diz o poeta: "o caminho faz-se caminhando"...
Um bom Ano de 2017.
Beijos.

Francisco disse...

adorei

bjs

Pedro Coimbra disse...

Bom Ano de 2017!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Na caminhada da vida.

=)

Maria Rodrigues disse...

Que o seu jardim seja sempre rodeado de flores, alegrias, amor e paz
Bom Ano!
Beijinhos
Maria